Percurso de navegação

Índia e UE mais próximas de um acordo de comércio livre - 13/02/2012

UE e Índia fazem avançar as negociações sobre a cooperação económica e o futuro acordo de comércio livre e decidem reforçar a colaboração nos domínios da energia e da investigação.

Na sua reunião em Nova Deli, a 10 de fevereiro, a UE e a Índia reforçaram a cooperação nos domínios do comércio, da energia e da investigação.

A UE esteve representada por Herman Van Rompuy, Presidente do Conselho Europeu, e Durão Barroso, Presidente da Comissão Europeia.

Cooperação comercial

A UE e a Índia esperam concluir no próximo outono as negociações sobre um acordo de comércio livre, que visa impulsionar o comércio de bens e serviços.

«O acordo de comércio livre entre a UE e a Índia será o acordo comercial mais importante do mundo, indo beneficiar 1 700 milhões de pessoas» declarou Durão Barroso. «Trará novas oportunidades tanto para as empresas indianas como para as europeias. Será determinante para o crescimento sustentável, a criação de emprego e a inovação na Índia e na Europa.»

A UE é o maior parceiro comercial da Índia e o valor das trocas comerciais de bens e serviços entre as duas partes ascendeu a cerca de 86 000 milhões de euros em 2010. Em 2010 e 2011, o comércio bilateral de mercadorias aumentou 20 %.

A Índia subiu, desde 2002, do 15.º para o 8.º lugar na lista dos principais parceiros comerciais da União Europeia. Em 2010, a UE exportou quase 35 000 milhões de euros de mercadorias para a Índia e importou 33 mil milhões.

Energia e alterações climáticas

Na cimeira, os dirigentes de ambas as partes comprometeram-se a trabalhar em conjunto para melhorarem a segurança e a eficiência energética. A UE irá reforçar a sua cooperação com a Índia para desenvolver fontes de energia com baixo teor de carbono, em especial fontes de energia renováveis.

Investigação e inovação

No último ano, a Índia, a Comissão Europeia e os países da UE lançaram um programa-piloto de investigação sobre a água e os recursos biológicos.

Nesta reunião, adotaram uma estratégia para identificar outras possibilidades de cooperação no domínio da investigação, como a energia, a saúde ou as tecnologias da informação e comunicação. A duas partes irão também intensificar as suas relações no domínio da investigação aumentando os intercâmbios entre as universidades e as empresas.

Segurança

A UE e a Índia identificaram formas de aumentar a cooperação na luta contra o terrorismo, a pirataria ao largo da costa da Somália e a cibercriminalidade.

Os dirigentes discutiram ainda de que forma poderia a Índia contribuir para que o Irão retomasse as negociações internacionais sobre o seu programa nuclear.

Mais sobre a cimeira UE - Índia, 10 de fevereiro de 2012

Mais sobre as relações entre a UE e a Índia Englishfrançais

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis