Percurso de navegação

Objectivos à escala mundial na Cimeira do G8 - 30/05/2011

Logotipo da cimeira do G8 - Torre Eiffel com o texto "G8 France 2011" © G8

O Médio Oriente e o Norte de África, a segurança nuclear e a recuperação económica foram as principais questões em foco durante o encontro do G8 em Deauville (França), a 26 e 27 de Maio.

A UE esteve representada pelo Presidente da Comissão, Durão Barroso, e pelo Presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy.

Foram também objecto de debate a Parceria do G8 com África, o ambiente, a paz e a segurança e, pela primeira vez, o impacto sócio-económico da Internet.

A UE chegou a Deauville com prioridades bem definidas, tendo obtido no final da cimeira compromissos firmes dos seus parceiros de se unirem aos seus esforços.

Apoio à transição democrática

No âmbito da nova Parceria de Deauville English , os países do G8 colaborarão com os países parceiros do Sul do Mediterrâneo que tenham iniciado reformas políticas e económicas. A UE prestará ainda apoio a esses países através da Parceria para a Democracia e a Prosperidade Partilhada .

Os países do G8 e os bancos multilaterais de desenvolvimento comprometeram-se a disponibilizar 20 mil milhões de dólares ao apoio das reformas democráticas e a UE disponibilizará um financiamento adicional de 1240 milhões de euros em subvenções até 2013 no âmbito da política europeia de vizinhança DeutschEnglishfrançais revista.

Normas de segurança mais estritas no domínio da energia nuclear

O G8 subscreveu o apelo da UE para que se realizem em todo o mundo testes de resistência das centrais nucleares no âmbito de uma revisão das normas de segurança internacionais. As 143 centrais nucleares da UE deverão ser objecto destes testes de resistência já a partir de Junho.

Relações mais estreitas com África

A primeira declaração comum English sobre os direitos humanos, a governação democrática e o desenvolvimento sustentável com os dirigentes africanos reflecte a vontade da UE de uma parceria baseada na responsabilidade mútua e na transparência. Em Outubro, a Comissão apresentará propostas legislativas no sentido de obrigar as empresas a publicar informações sobre as suas actividades em países africanos.

Melhoria do multilateralismo e da política mundial

Os parceiros do G8 partilham da vontade da UE de reforçar o sistema multilateral e de liberalizar o comércio em conformidade com o mandato de Doha da Organização Mundial do Comércio de 2001, que apela a um acordo comercial equitativo a nível mundial.

Fundado em 1975, o G8 é um grupo informal de países de economia avançada, que se reúne uma vez por ano para debater questões de interesse mútuo ou mundial. A UE participa nestes encontros, a par de alguns dos seus países membros a título individual (França, Itália, Alemanha e Reino Unido).

President Barroso’s speech English

Joint statement by European Council President Van Rompuy and European Commission President Barroso English

Mais informações sobre a UE e o G8

Cimeira do G8 de 2011 English

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis