Percurso de navegação

Barack Obama e Durão Barroso em conferência de imprensa © EC

Forte reacção na cimeira UE-EUA ao lançamento de um míssil norte-coreano

Os dirigentes da UE e o o Presidente norte-americano, Barack Obama, reunidos em Praga, condenaram energicamente o lançamento de um míssil norte-coreano e trocaram pontos de vista češtinaEnglishfrançais sobre a economia, as alterações climáticas, a energia e o comércio mundial.

Foram também debatidos outros temas, tais como o programa nuclear iraniano, o processo de paz no Médio Oriente e o apoio ao Afeganistão e ao Pasquistão.

O lançamento do míssil norte-coreano ocorreu horas antes do início da cimeira de 5 de Abril, última etapa da primeira viagem do Presidente Barack Obama à Europa.

Numa declaração conjunta češtinaEnglishfrançais, O Conselho Europeu e os EUA afirmam que o programa de mísseis balísticos da Coreia do Norte tem por objectivo conferir ao país capacidade para ameaçar com armas de destruição maciça tanto países vizinhos, como países distantes.

No que respeita à luta contra as alterações climáticas English, o Presidente da Comissão, Durão Barroso, salientou a crescente convergência de pontos de vista entre a Europa e os Estados Unidos e o reforço da cooperação entre ambas as partes.

O Presidente Obama afirmou que os EUA estão dispostos a liderar uma acção internacional com vista a reduzir os arsenais nucleares. Ambas as partes reiteraram o seu empenhamento em pôr termo ao impasse das negociações de Doha de forma a que estas possam ser brevemente concluídas.

Nos dias anteriores ao encontro de Praga, Obama tinha estado em Londres e em Estrasburgo para participar, respectivamente, na cimeira do G20 sobre a crise económica mundial e na cimeira comemorativa do 60º aniversário da NATO.

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis