Percurso de navegação

Mais ajuda para as vítimas de catástrofes em 2008 - 08/01/2008

Campo de refugiados afegão - 2001 © EC/ECHO

A União Europeia continua a liderar em matéria de ajuda humanitária, tendo afectado 370 milhões de euros à ajuda a vítimas de catástrofes em todo o mundo.

Todos os anos, milhões de pessoas em todo o mundo vivem crises que vão desde desastres naturais a conflitos armados. "Podemos levar ajuda sem tardar onde ela é necessária", afirma o comissário responsável pela ajuda humanitária, Louis Michel Englishfrançais.

Este ano, a Comissão consagrará cerca de 370 milhões de euros à ajuda às vítimas de catástrofes mais vulneráveis em todo o mundo. O grosso desta verba será utilizado para proteger, alimentar, oferecer abrigo, prestar cuidados de saúde e responder às necessidades sanitárias das vítimas – prevê-se que só do orçamento de assistência alimentar beneficiem mais de 18,5 milhões de pessoas (160 milhões de euros). O restante será repartido entre os países em desenvolvimento, incluindo o Afeganistão e o Uganda.

O Serviço de Ajuda Humanitária da UE Englishfrançais (ECHO) é o maior fornecedor de ajuda de emergência do mundo.  O serviço ECHO Flight Englishfrançais, por exemplo, que dispõe de um orçamento de 8 milhões de euros, presta ajuda e assegura a evacuação de emergência de povoados remotos onde só se chega por via aérea. Intervindo em todo o mundo, o ECHO trabalha com cerca de 200 parceiros, incluindo organizações não governamentais, agências especializadas das Nações Unidas e a Cruz Vermelha/Crescente Vermelho.

Em 2007, a Comissão concedeu 220 milhões de euros de ajuda alimentar de emergência e apoio a curto prazo em mais de 30 países em todo o mundo.

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis