Percurso de navegação

Comissão faz balanço dos resultados alcançados - 28/05/2009

Reunião do executivo europeu © EC

As medidas económicas e contra as alterações climáticas entre os maiores casos de sucesso do executivo europeu.

A poucos dias das eleições europeias, a Comissão publica um relatório onde destaca alguns dos êxitos da UE desde a última vez que os europeus acudiram às urnas cinco anos atrás. Uma das realizações mais importantes foi a reunificação da Europa, resultante de dois alargamentos sucessivos da UE, em 2004 e 2007.

"A Europa demonstrou que é mais forte e que pode funcionar eficazmente com 27 Estados-Membros" declarou Durão Barroso, Presidente da Comissão Europeia, convidando os europeus a votar nas eleições que terão lugar de 4 a 7 de Junho: "Chegou o momento de os cidadãos europeus se exprimirem quanto ao futuro."

Em relação à crise económica, a UE desempenhou um papel decisivo, tendo restabelecido a estabilidade dos mercados financeiros e os fluxos de crédito. A Comissão Europeia foi a primeira instituição internacional a apresentar um plano de recuperação credível.

A UE também deu provas de liderança, na Europa e a nível mundial, no que respeita ao reforço da regulação e da supervisão do sistema financeiro, fundamental para restaurar a confiança e evitar uma nova crise.

Durante o mandato de Durão Barroso, os legisladores e dirigentes europeus chegaram a acordo sobre mais de 470 propostas da Comissão, entre as quais um importante pacote de medidas legislativas English para lutar contra as alterações climáticas e promover as energias limpas.

Pioneira na luta contra o aquecimento global, a Europa também inovou ao lançar o maior mercado plurinacional do carbono, que serve de modelo a outros países que encaram actualmente a possibilidade de criar regimes idênticos de comércio de licenças de emissão.

Esta Comissão fez dos consumidores uma das suas principais prioridades, tendo a sua acção reforçado os direitos dos passageiros e originado cortes significativos nas tarifas dos telemóveis.

O executivo europeu também levou a cabo reformas económicas e do mercado do trabalho destinadas a tornar a Europa mais competitiva à escala mundial. Além disso, eliminou 5000 páginas de disposições legislativas desnecessárias e espera atingir o objectivo que se fixou até 2012, de reduzir em 25% a burocracia que afecta as empresas.

"A Comissão demonstrou que pode apresentar resultados concretos significativos em benefício dos cidadãos europeus" declarou Durão Barroso.

Leia o brochura .

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis