Percurso de navegação

República Checa assume liderança da UE - 05/01/2009

A República Checa assume pela primeira vez a presidência rotativa da União Europeia

Após assumir a presidência em 1 de Janeiro, a República Checa interessou-se de imediato pela escalada do conflito na Faixa de Gaza controlada pelo Hamas. O Ministro checo dos Negócios Estrangeiros liderou uma missão da UE ao Médio Oriente češtinaEnglishfrançais para tentar negociar um acordo de paz entre Israel e o Hamas.

O Governo checo convidou igualmente a Rússia e a Ucrânia a porem termo ao diferendo sobre o gás natural que sobreveio poucos dias antes do início da presidência checa. A UE continuará a acompanhar a situação, que poderia ter repercussões sobre o abastecimento de toda a Europa.

A República Checa, que aderiu à União Europeia em 2004, assumirá durante seis meses a presidência češtinaEnglishfrançais da UE, num momento difícil para a Europa. Uma das suas principais tarefas consistirá em supervisionar a implementação do plano de relançamento da economia europeia de 200 mil milhões de euros, aprovado pelos dirigentes da UE no segundo semestre de 2008 sob a presidência francesa.

No seu programa, a República Checa explica que procurará consolidar a economia europeia através do aumento da competitividade e da instauração da confiança entre os consumidores e os pequenos e médios empresários.

Outra prioridade é a política de energia, que o Primeiro-Ministro Mirek Topolánek vê como "a procura de um equilíbrio entre a protecção do ambiente e a preservação da competitividade e da segurança energética na Europa". Durante os próximos seis meses, M. Topolánek tenciona lançar um debate sobre a diversificação das fontes de energia e a criação de novas redes energéticas.

Durante a presidência checa realizar-se-ão as eleições para o Parlamento Europeu. A República Checa deverá também dar início à nomeação da nova Comissão, que entrará em funções ao mesmo tempo que o novo Parlamento.

Durante a sua presidência, a República Checa pretende realçar a importância das relações entre a União Europeia e os Estados Unidos, que M. Topolánek considera essenciais para a cooperação económica e a segurança da Europa.

Outra prioridade do programa de trabalho da presidência é prosseguir a integração dos Balcãs Ocidentais, estando previsto organizar uma cimeira UE-Balcãs antes do Verão.

Com a divisa "Uma Europa sem barreiras" a presidência checa espera eliminar os obstáculos à livre circulação de mercadorias, capitais, trabalhadores e serviços, a fim de permitir à Europa fazer face à concorrência económica mundial.

Sítio Web da presidência checa češtinaEnglishfrançais

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis