Percurso de navegação

Crescimento da UE mais lento, mas seguro - 28/04/2008

Colunas de números sobre gráfico de barras a cores

O crescimento económico deverá abrandar e a inflação aumentar num contexto de incerteza persistente nos mercados financeiros  e de arrefecimento da economia mundial.

De acordo com as previsões económicas da Primavera da Comissão Europeia, o crescimento económico deverá registar uma desaceleração no conjunto da UE, passando de 2,8% em 2007 para 2,0% em 2008 e 1,8% em 2009. A tendência na zona euro deverá ser idêntica, mas com uma taxa de crescimento ligeiramente inferior (1,5% em 2009).

Esta diminuição do crescimento deve ser vista num contexto de abrandamento da actividade económica mundial, caracterizado por perturbações persistentes nos mercados financeiros e pela subida vertiginosa dos preços dos produtos de base, com os EUA à beira de uma recessão. Todavia, a economia europeia deverá resistir a esta conjuntura, apesar dos choques externos, graças às suas bases sólidas.

Devido ao rápido aumento dos preços dos produtos alimentares e da energia, a inflação deverá atingir temporariamente 3,6% este ano (contra 2,4% em 2007), antes de voltar a descer para 2,4% em 2009. Uma vez mais, a zona euro deverá seguir esta tendência, embora a um nível cerca de 3 pontos percentuais mais baixo.

O mercado do trabalho deverá também ressentir-se. Todavia, prevê-se que sejam criados 3 milhões de novos empregos em 2008/2009, que se irão juntar aos 7,5 milhões de postos de trabalho criados em 2006/2007. Assim, em 2008, a taxa de desemprego deverá descer para 6,8%  no conjunto da UE e para 7,2% na zona euro.

Após vários anos de consolidação orçamental pelos governos dos Estados-Membros, as previsões apontam para um aumento geral dos défices orçamentais no período em causa, que deverão atingir 1,2% do PIB na UE e 1,0% na zona euro em 2008. Se não houver uma mudança de políticas, o défice deverá estabilizar-se na maioria dos países em 2009.

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis