Percurso de navegação

Vacinação de uma mulher contra a gripe ©EC

Estratégia da UE para deter a propagação do vírus da gripe A (H1N1).

No próximo mês de Outubro, os ministros da saúde da UE irão debater as propostas da Comissão numa reunião extraordinária consagrada à gripe A.

Três meses após ter sido declarada uma epidemia, o novo vírus H1N1 continua a ser a principal estirpe de gripe a propagar-se pelo mundo inteiro. Até à data, a maioria dos casos não tem apresentado grande gravidade, mas teme-se a chegada de uma vaga mais virulenta de gripe nos próximos meses. Embora as vacinas estejam prestes a chegar ao mercado, a procura excede de longe a capacidade de produção a curto prazo e os custos poderão tornar-se proibitivos para alguns países.

A estratégia da UE analisa estas questões e o eventual impacto económico de uma epidemia mais grave. Salientando a necessidade de uma estreita cooperação entre os governos dos países da UE, apresenta também uma série de opções com vista a acções conjuntas, apelando, em especial, para que se adopte uma abordagem clara e coerente em matéria de vacinação e de outras medidas preventivas.

Gripe A (H1N1): ponto da situação

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis