Percurso de navegação

Controlar a evolução da nova gripe - 05/05/2009

Passageiros vindos do México com máscaras faciais à chegada ao aeroporto de Madrid © Reporters

Resposta concertada da UE para travar vírus da gripe A (H1N1)

Dado o número crescente de casos de gripe em todo o mundo, a propagação do vírus poderá transformar-se em pandemia, mas não é provável que cause um elevado número de vítimas mortais.

A Comissária da Saúde, Androulla Vassiliou, apela à calma. A maior parte dos casos de gripe detectados não são extremamente graves e o vírus reage ao tratamento. A Europa dispõe de reservas substanciais de medicamentos contra a gripe.

O vírus da gripe A (H1N1) é uma combinação de elementos de origem animal e humana desconhecida até agora. Embora seja conhecida por "gripe suína" não é, de facto, propagada por suínos nem por carne de suíno (porcos ou carne de porco).

O número de casos confirmados de infecção com o vírus da gripe A tem aumentado, mas não há indícios de que a gripe se esteja a propagar rapidamente na Europa. Não há notícia de vítimas mortais em nenhum dos 12 países europeus afectados até à data.

Novos casos de gripe A (actualização diária) Englishsvenska

Resposta concertada ao surto da nova gripe

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis