Percurso de navegação

A campanha «Cuida de ti! Sê tu mesmo!» incentiva os jovens a ser mais activos na defesa da sua saúde.

A saúde raramente figura entre as prioridades dos jovens. No entanto, alguns problemas de saúde relacionados com a obesidade, o alcoolismo, o tabagismo ou a toxicodependência surgem, muitas vezes, numa fase inicial da vida.

Os estilos de vida definem-se cedo. A adopção de bons hábitos durante a infância e a juventude contribui para comportamentos saudáveis e para a prevenção do aparecimento de doenças crónicas numa fase posterior da vida.

Consciente deste facto, a Comissão Europeia decidiu lançar uma iniciativa sobre a saúde dos jovens English, para os incentivar a pensar nas questões que os afectam e a participar em actividades destinadas a melhorar a sua saúde.

Os jovens podem partilhar as suas experiências e pontos de vista em matéria de saúde no blogue English da iniciativa. Os temas em debate incluem o desporto na escola, a actividade sexual e a educação alimentar, bem como questões de saúde locais. Um bloguista português fala sobre a ansiedade gerada pela procura de um emprego estável, enquanto outro do Reino Unido apela ao regresso aos desportos tradicionais na escola.

Um concurso English convida os jovens a dar asas à sua criatividade em desenhos, cartazes, fotografias ou vídeos sobre uma série de temas, que vão da obesidade à gestão do risco no dia-a-dia.

Os melhores bloguistas e os vencedores do concurso serão convidados a expor as suas ideias numa conferência da UE sobre juventude e saúde que se realizará em Bruxelas, a 9 e 10 de Julho. Está prevista a participação de jovens de toda a Europa, bem como de representantes da juventude e de profissionais da saúde.

A maior parte dos problemas de saúde que afectam os jovens estão relacionados com o estilo de vida ou com o consumo abusivo de determinadas substâncias. O Observatório Europeu das Drogas estima que 4% das mortes de jovens na UE são causadas por overdose. Em alguns países, este valor aproxima-se dos 10%.

A saúde também é afectada pela pobreza, pelas desigualdades no acesso aos cuidados de saúde e pelas condições de vida, de estudo e de trabalho dos jovens. Os jovens trabalhadores têm 50 % mais probabilidades de ter um acidente grave no trabalho do que os seus colegas com mais de 40 anos de idade.

A UE está a debruçar-se sobre estas questões, tendo lançado uma campanha anti-tabaco e incluído medidas para proteger a saúde juvenil nas suas políticas de educação e de segurança no trabalho.

Mais sobre a UE e a saúde dos jovens

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis