Percurso de navegação

Florestas ameaçadas - 17/10/2008

Árores após um incêncio provocado para desbravar a floresta em Sumatra, Indonésia © Reporters

Acção da UE para pôr termo às importações de madeira ilegal.

O abate ilegal de árvores destrói todos os anos milhões de hectares de floresta. A Europa é grande consumidora de madeira e um dos maiores mercados mundiais de produtos de madeira, que são utilizados na construção, na decoração e no mobiliário. Cerca de 20% destas importações provêm de árvores abatidas ilegalmente.

Até agora, a UE promoveu a actuação numa base voluntária English para combater a desflorestação ilegal. Mas, segundo uma nova proposta legislativa, os importadores terão obrigatoriamente de tomar certas medidas para se certificarem da proveniência legal da madeira. O regulamento também se aplicará aos produtores de madeira da UE, dado que também se abatem ilegalmente árvores em alguns países membros.

O abate ilegal está a provocar grandes estragos a nível ambiental, acelerando a desflorestação, a perda da biodiversidade English e o processo de alteração climática. A desflorestação é responsável por cerca de 20% das emissões mundiais de gases com efeito de estufa.

O problema não cessa de se agravar. Mais de metade dos abates ilegais efectuam-se em regiões vulneráveis - na bacia do Amazonas, na África Central e no Sudeste Asiático. Em alguns países, esta prática está de tal modo generalizada que suplanta de longe a produção legal de madeira.

A desflorestação deverá ser um tema prioritário das próximas conversações internacionais sobre as alterações climáticas. A Comissão propõe um sistema mundial que recompensa os países em desenvolvimento pela diminuição das emissões de gases com efeito de estufa obtida através da redução da desflorestação Englishfrançais .

O abate ilegal não é apenas um problema ecológico, já que priva de trabalho e de recursos as populações indígenas, para além de fomentar o crime organizado e gerar fundos que são muitas vezes utilizados para financiar guerras regionais.

Também representa para os Estados uma perda de receitas de milhares de milhões de euros e falseia a concorrência das exportações legais, nos países tanto importadores como exportadores.

Luta contra o abate e o comércio ilegais de madeira: projectos apoiados pela UE English .

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis