Percurso de navegação

Reduzir as emissões de gases com efeito de estufa - 30/08/2011

A nova medida para incentivar os fabricantes de automóveis a investir em tecnologias de redução das emissões de CO2 insere-se na estratégia global da UE de luta contra as alterações climáticas.

A UE está na vanguarda da luta contra as alterações climáticas, tendo-se comprometido a cumprir três objectivos fundamentais até 2020 English : reduzir em 20% as emissões de gases com efeito de estufa, aumentar para 20% a quota-parte das energias renováveis e diminuir o consumo de energia em 20 %.

Para alcançar estes objectivos é necessário actuar em muitas frentes. Por exemplo, os fabricantes de automóveis deverão reduzir, até 2015, as emissões de CO2 dos veículos novos de passageiros para cerca de um quinto abaixo de níveis de 2007 English . Na UE, os automóveis são actualmente responsáveis por 12% das emissões de CO2, o principal gás com efeito de estufa.

Por outro lado, uma nova medida English incentiva os fabricantes de automóveis a investir em tecnologias inovadoras de redução das emissões e a obter a respectiva certificação. Para poderem ser certificadas, as tecnologias em causa devem permitir uma redução significativa das emissões de CO2 e não ter sido anteriormente tomadas em conta na determinação do nível de emissões autorizadas.

Essas tecnologias devem, além disso, melhorar o sistema de propulsão dos veículos ou o seu consumo de energia, sem comprometer a segurança. Assim, por exemplo, poderá ser tida em conta a instalação de painéis solares, que convertem a luz solar em energia eléctrica, mas não a de um equipamento de som de baixo consumo energético.

Outras medidas

As medidas aplicáveis ao sector automóvel fazem parte da estratégia global da UE para travar as alterações climáticas, que prevê ainda:

  • reduzir as emissões industriais de gases com efeito de estufa através do regime de comércio de emissões English , um instrumento essencial para alcançar os objectivos da UE;
  • melhorar a eficiência energética de um vasto leque de equipamentos e electrodomésticos;
  • aumentar a utilização das energias eólica, solar e hidroeléctrica, bem como da biomassa e dos biocombustíveis;
  • apoiar o desenvolvimento de tecnologias de captura e de armazenamento de CO2;
  • desenvolver uma estratégia global da UE para a adaptação às alterações climáticas English ;
  • co-financiar o desenvolvimento da investigação e da inovação através do programa LIFE English da UE.

Próximas etapas

Graças a estas medidas, a UE continua a fazer progressos no cumprimento dos seus objectivos em matéria de emissões e energias renováveis. No entanto, ao ritmo actual, as reduções no consumo de energia previstas só poderão cumprir-se a 50%.

Para acelerar o processo, a Comissão propõe medidas de eficiência energética English vinculativas.

Os esforços da UE para dar resposta às alterações climáticas como uma prioridade máxima, sem por isso deixar de satisfazer as necessidades energéticas da Europa, fazem parte da sua estratégia para o crescimento "Europa 2020".

Mais informações sobre a estratégia da UE em matéria de alterações climáticas

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis