Percurso de navegação

Luta contra as alterações climáticas estimula crescimento e emprego - 23/01/2008

Logótipo da Climate Action

Revelado plano ambicioso para que o sonho de uma Europa com baixas emissões de carbono se torne uma realidade.

Em 2007, a UE estabeleceu várias metas a atingir até 2020: redução de 20 % nas emissões de gases com efeitos estufa, aumento de 20% na eficiência energética e aumento da parte das energias renováveis para 20 % do total da energia consumida.

«É nossa missão, eu diria mesmo nosso dever, oferecer o quadro político adequado que permita transformar a economia europeia numa economia respeitadora do ambiente e continuar a liderar a acção internacional para proteger o nosso planeta» declarou o Presidente da Comissão DeutschEnglishfrançaisportuguês, Durão Barroso.

Este pacote de medidas a favor do clima procura garantir a sustentabilidade do planeta, proporcionar novas oportunidades às empresas europeias e melhorar a segurança do aprovisionamento energético através de uma maior utilização das energias renováveis.

São os seguintes os elementos fundamentais do novo pacote:

  • alargamento do actual regime de comércio de emissões, que data de 2005, por forma a cobrir todas as principais fontes industriais, como as centrais eléctricas, e incluir outros gases com efeito estufa, como o óxido nitroso (fertilizantes) e os perfluorocarbonos (alumínio);
  • estabelecimento de metas de redução de emissões para sectores não abrangidos pelo regime de comércio emissões (por exemplo, transportes, construção, agricultura), com metas nacionais por país assentes numa sólida metodologia de repartição dos encargos;
  • definição de um objectivo juridicamente vinculativo para cada país da UE em termos do aumento da parte das energias renováveis no total da energia consumida;
  • elaboração de um novo quadro jurídico para a captura e armazenagem subterrânea do carbono, a fim de incentivar o investimento neste processo oneroso.

A Comissão está consciente dos custos envolvidos: Calcula-se que, se se agir agora, o custo inevitável de conter as alterações climáticas será inferior a 1% do PIB (cerca de 150 euros por pessoa e por ano até 2020), enquanto se não for tomada nenhuma medida, será de 5 a 20% (relatório Stern). Além disso, só as poupanças com a importação de petróleo e gás na sequência do reforço da segurança energética da UE poderão atingir os 50 mil milhões de euros por ano.

O pacote deverá ser adoptado até ao final de 2008.

Aspectos da luta contra as alterações climáticas: concorrência English, ambiente English e energia English.

Energia para um mundo em mudança – pacote integral DeutschEnglishfrançaisportuguês

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis