Percurso de navegação

Tirar partido das oportunidades de emprego na economia «verde» - 02/07/2014

Trabalhadores em Portugal recolhem lixo de contentores para reciclagem © UE

A UE apresentou uma proposta de plano que visa explorar o potencial de criação de emprego nos setores ligados ao ambiente e apoiar os trabalhadores na transição para uma economia «verde».

O emprego «verde», baseado na utilização de informações, tecnologias e materiais respeitadores do ambiente, regista um rápido crescimento na Europa. 

A criação de postos de trabalho ocorre nos seguintes setores:

  • reciclagem
  • biodiversidade
  • isolamento para aumentar a eficiência energética
  • melhoria da qualidade do ar
  • tecnologias associadas às energias renováveis

Mesmo durante a recessão, a taxa de emprego nestes setores aumentou 20%. A UE considera que a transição para uma economia «verde» é fundamental para um crescimento sustentável 

Estima-se que, até 2020, possam ser criados 20 milhões de postos de trabalho nos setores em questão.

Apoiar o emprego «verde»

A transição para uma economia mais ecológica implica a criação de novos tipos de empregos e a adaptação dos existentes. Com efeito, serão necessários trabalhadores com formação, competências e conhecimentos especializados.

O plano da UE para apoiar a criação de emprego nos setores «verdes» e a reciclagem profissional dos trabalhadores contempla as seguintes medidas:

  • prever as competências e conhecimentos necessários nestas áreas e ajudar os trabalhadores a adquiri-los
  • diminuir a pressão fiscal sobre o trabalho e deslocá-la para a poluição
  • estimular o diálogo entre os empregadores e as organizações sindicais para assegurar o apoio aos trabalhadores
  • melhorar a partilha de conhecimentos a nível internacional sobre o crescimento dos setores «verdes» 
  • dar orientações às PME para as ajudar a gerir a transição, a cumprir a legislação ambiental e a antecipar a escassez de competências

A economia «verde»

A economia «verde», surgida na sequência das alterações climáticas e da escassez de recursos à escala mundial, caracteriza-se pela inovação tecnológica, a abertura de novos mercados e a evolução da procura por parte dos consumidores e da indústria.

A UE considera fundamental a transição para uma economia «verde». A utilização pouco eficiente dos recursos e as pressões insustentáveis sobre o ambiente entravam o crescimento económico a longo prazo. 

O progressivo aumento da procura nas economias emergentes fará aumentar inevitavelmente os preços dos recursos, das matérias-primas e da energia. A economia europeia precisa deve poder adaptar-se facilmente a estas alterações.

O plano apresentado pela Comissão Europeia será agora submetido para aprovação ao Conselho de Ministros da União Europeia e ao Parlamento Europeu.

Comunicado de imprensa: Explorar o potencial de criação de emprego da economia verde françaisDeutschEnglish

Perguntas frequentes: Emprego na economia «verde» English

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis