Percurso de navegação

Viaje em segurança com o cartão europeu de seguro de doença - 16/06/2011

O cartão europeu de seguro de doença, que é gratuito, facilita o acesso aos cuidados de saúde nos 27 países da UE e ainda na Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça.

Se for picado por uma alforreca, tiver uma reacção alérgica, fracturar uma perna ou ficar subitamente doente, a sua viagem de negócios ou de férias pode tornar-se um pesadelo.

Um problema de saúde já por si só é penoso mas associado ao facto de ter de lidar com um sistema de saúde desconhecido e com os custos adicionais de uma emergência torna a situação ainda mais difícil.

O cartão europeu de seguro de doença English é muito útil nestas situações, facilitando o acesso a ajuda médica quando viaja na UE.

Os cidadãos europeus beneficiam de um acordo concluído pelos 27 países da UE e pela Islândia, o Liechtenstein, a Noruega e a Suíça, ao abrigo do qual têm direito às prestações da segurança social quando trabalham, vivem ou viajam num dos referidos países.

Têm assim acesso aos mesmos cuidados de saúde que os cidadãos do país que visitam.

Igualdade de tratamento

O cartão europeu de seguro de doença serve de prova junto de médicos, hospitais e farmácias, garantindo aos titulares a igualdade de tratamento.

Consoante a legislação aplicável no país em que se encontre, os cuidados de saúde podem ser gratuitos. Caso tenha de pagar algumas prestações, estas ser-lhe-ão reembolsadas.

As prestações cobertas pelo cartão incluem cuidados a grávidas e tratamentos relacionados com doenças já diagnosticadas ou crónicas como a asma, a diabetes e o cancro.

Relativamente a alguns tratamentos, como por exemplo a diálise, há que tomar providências antecipadamente para poder ter acesso a serviços especializados.

Mesmo não tendo o cartão, os viajantes têm direito a igualdade de tratamento mas terão de entrar em contacto com a segurança social do país de origem para que esta envie por fax ou por correio electrónico a devida credencial provisória.

Eventualmente terão de adiantar o pagamento dos custos e pedir o devido reembolso quando voltarem a casa. Contudo, à partida não se pode garantir um reembolso da totalidade dos custos.

É fácil obter o cartão

O cartão europeu de seguro de doença é gratuito. Contacte o organismo competente no seu país para mais informações. Tem de já estar coberto por um dos sistemas de segurança social de um dos 31 países atrás referidos.

Também estão cobertas as pessoas que vão estudar ou trabalhar temporariamente para esses países.

Cerca de 185 milhões de pessoas já são titulares deste cartão.

Mais sobre a coordenação da segurança social da UE

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis