Percurso de navegação

As acções realizadas a nível europeu têm um forte impacto sobre questões decisivas para as mulheres

Por toda a UE, as mulheres ganham em média menos 17,4% que os homens, segundo estatísticas recentes da UE, publicadas no contexto de uma campanha da Comissão que visa reduzir as disparidades salariais existentes entre os sexos.

O relatório atribui esta disparidade a factores como as tradições e costumes, os estereótipos e a dificuldade em conciliar a vida profissional e privada. O número de mulheres europeias que integram a população activa está a aumentar, e actualmente 59% dos novos diplomados universitários são mulheres. No entanto, as mulheres ocupam menos cargos de responsabilidade que os homens e têm tendência a concentrar-se em profissões menos lucrativas.

"É provável que o abrandamento económico afecte especialmente as mulheres porque ocupam com mais frequência postos de trabalho precários", refere o relatório.

A campanha pela igualdade de salários pretende sensibilizar o público para este problema e para as formas de o resolver. Lançada a 3 de Março, durante a semana que antece o Dia Internacional da Mulher, a campanha decorrerá até Agosto e incluirá um kit informativo para os patrões e para os sindicatos, um sítio Web, cartazes e material publicitário.

Com o envelhecimento da população, a UE precisa das mulheres a fim de aumentar a força de trabalho disponível sobretudo a nível das tecnologias da informação. No sector das TI europeu, prevê-se que haja um défice de 300 000 engenheiros especializados até 2010 e menos de um de cada cinco cientistas europeus é uma mulher.

Este mês, cinco conhecidas empresas de TI - Alcatel-Lucent, IMEC, Orange-France, Microsoft e Motorola - assinaram um acordo para tornar o emprego no sector tecnológico mais atraente para as mulheres. O acordo, negociado pela UE, integra-se nos esforços da Comissão English para atrair mais mulheres para o sector das TI. A Comissária das Telecomunicações, Viviane Reding, convidou outras empresas a seguirem este exemplo.

Em relação com o Dia Internacional da Mulher, a UE patrocina também um concurso de desenho Englishfrançais para crianças sobre o tema da igualdade entre mulheres e homens. Os desenhos vencedores serão publicados numa brochura destinada às escolas.

A alguns meses apenas das eleições para o Parlamento Europeu, que se realizam em Junho, a Comissária Margot Wallström abriu um debate em linha sobre as mulheres e a política English .

Mais informações sobre a situação das mulheres e homens da UE

Mais informações sobre a ajuda às mulheres por todo o mundo Englishfrançais

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis