Percurso de navegação

Roteiro para a estabilidade, o crescimento e o emprego - 31/05/2012

Calculadora e caneta em cima de notas de euro © iStockphoto.com/SrdjanSrdjanov

Novo pacote de recomendações para cada um dos 27 países da UE e para a zona euro contém orientações relativas aos orçamentos e às políticas económicas nacionais (2012-2013).

A Comissão Europeia formulou recomendações específicas para cada país da UE English em resposta aos planos transmitidos pelos governos nacionais no início do ano sobre as medidas de reforma orçamental e económica para os próximos doze meses.

Estas recomendações têm em conta a situação económica específica de cada país e contêm orientações sobre a forma de estimular o crescimento e a criação de emprego.

Uma avaliação global DeutschEnglishfrançais dos progressos realizados até à data revela que as reformas orçamentais em curso estão em consonância com as prioridades estabelecidas pelos 27 governos nacionais. Vários países já deram início a reformas económicas importantes que implicam alterações estruturais dos seus mercados de trabalho. Muitos também estão a levar a cabo uma reforma dos setores financeiros.

Porém, são ainda necessárias medidas suplementares urgentes para fazer face à fragilidade das economias e à crise da dívida na zona euro. Os governos devem adotar mais medidas favoráveis ao crescimento e reduzir a taxa de desemprego. São necessárias, nomeadamente, mais medidas para ajudar os jovens a encontrar trabalho e a ter acesso a formação.

Crescimento a longo prazo

Os governos não se têm empenhado suficientemente no sentido de realizarem as metas acordadas para o emprego, a investigação e o desenvolvimento, a educação e a redução da pobreza.

Ora, é necessário envidar muito mais esforços a fim de criar oportunidades para o desenvolvimento das empresas e realizar o potencial de criação de emprego dos setores dos serviços, da energia e da economia digital.

A UE deve melhorar o nível de qualificação dos seus trabalhadores e assegurar uma melhor correspondência entre, por um lado, as qualificações e, por outro, as necessidades do mercado de trabalho. Por outro lado, importa tomar mais medidas para apoiar a recuperação económica a fim de fazer face às consequências do envelhecimento da população.

As recomendações fazem parte do Semestre Europeu, um processo que dura seis meses, que ocorre uma vez por ano, durante o qual os governos europeus se consultam mutuamente sobre as suas políticas orçamentais e económicas.

Neste contexto, a Comissão Europeia emitiu também recomendações gerais para a zona euro DeutschEnglishfrançais .

Cumprir o Semestre Europeu

O Conselho Europeu reunir-se-á em 28 e 29 de junho para debater estas recomendações. Logo que estas tiverem sido aprovadas em julho, competirá a cada país integrá-las nos orçamentos e nas políticas económicas nacionais para o período de 2012-2013.

A Comissão Europeia e alguns países da UE acompanharão de perto a execução destas medidas enquanto parte do processo de análise pelos pares do Semestre Europeu.

Mais informações sobre o Semestre Europeu English

Análise do crescimento (2012) DeutschEnglishfrançais

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis