Percurso de navegação

Estónia pode adoptar o euro - 12/05/2010

Vista de Tallin, capital da Estónia © EU

Oito países da UE ainda não preenchem as condições para aderir à zona euro

Seis anos após a sua adesão à UE, a Estónia cumpre os requisitos para a adopção do euro.

A Comissão anunciou hoje que recomendará aos governos da UE que acordem na adesão da Estónia à zona euro em Janeiro de 2011. A Estónia, cuja moeda actual é a coroa, será, assim, o 17.º país a adoptar o euro.

O anúncio foi acompanhado de um novo relatório English sobre a situação dos oito países da UE que não preenchem ainda as condições necessárias para aderir à zona euro: Bulgária, Hungria, Letónia, Lituânia, Polónia, República Checa, Roménia e Suécia. O Reino Unido e a Dinamarca optaram por não aderir ao euro.

Os países candidatos à adesão à zona euro têm de demonstrar que gozam de uma situação sólida em matéria de finanças públicas, bem como a estabilidade da sua taxa de câmbio e dos preços. O nível das taxas de juro também deve ser baixo e a legislação nacional em matéria monetária deve estar alinhada pelo direito da UE.

O euro foi introduzido nos mercados financeiros mundiais em 1999, tendo as respectivas notas e moedas entrado em circulação três anos mais tarde.

A última adesão ao euro foi a da Eslováquia, em 2009. O euro é hoje utilizado diariamente por cerca de 329 milhões de pessoas, ou seja, quase dois terços dos 500 milhões de habitantes da UE.

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis