Percurso de navegação

Será que o PIB passou à história? - 08/09/2009

Moedas sobre uma página de economia de um jornal ©EC

UE procura novos instrumentos para aferir o desempenho económico que dêem maior importância aos aspectos sociais e ambientais do bem-estar.

Durante décadas o desempenho económico foi aferido a partir de indicadores económicos como o produto interno bruto (PIB). A Comissão procura implementar agora uma nova abordagem DeutschEnglishfrançais para avaliar os progressos económicos. Um conceito que surgiu após a «grande depressão», o PIB tem em conta o valor de todos os bens e serviços produzidos ou fornecidos por um país durante um determinado ano. Apesar de ser uma boa forma de medir a produção, o PIB apresenta graves limitações no que respeita à aferição do bem-estar geral.

O problema prende-se com o facto de o PIB ter em conta todas as actividades económicas, incluindo aquelas que são nocivas para o ambiente e as pessoas. Por exemplo, as guerras e as catástrofes naturais acabam por ser por vezes positivas para a economia pelo facto de os esforços de reconstrução gerarem crescimento.

Por outro lado, o PIB não dá qualquer indicação sobre a forma como se distribui a riqueza de um país. Em muitos países com um PIB relativamente elevado, por exemplo, o fosso entre ricos e pobres é demasiado elevado.

As pessoas cada vez se dão mais conta de que os aspectos qualitativos do crescimento são tão importantes como os aspectos quantitativos. De acordo com uma recente sondagem, mais de dois terços dos europeus são da opinião de que os governos deveriam dar mais importância aos aspectos sociais e ambientais do bem-estar. A questão que se coloca é como medir tais aspectos.

A Comissão tenciona definir um índice ambiental abrangente que tenha em conta as alterações climáticas, a biodiversidade, a poluição atmosférica, o consumo de água e os resíduos. A Comissão também chama a atenção para a necessidade de obter informações mais precisas sobre as disparidades económicas. Serão envidados esforços para melhorar a actualidade dos dados e determinar limiares para os principais poluentes e recursos renováveis.

Mais sobre alternativas ao PIB DeutschEnglishfrançais

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis