Percurso de navegação

Garantir a estabilidade financeira - 27/05/2009

Notas de euros em chamas © Reporters

A Comissão apresenta medidas destinadas a reforçar a supervisão financeira a nível europeu

A crise bancária actual, a mais grave de que há memória nas últimas décadas, mostrou como os investimentos de risco podem desestabilizar o conjunto do sistema financeiro e provocar até a derrocada de economias inteiras. Por ocasião de várias cimeiras realizadas no início deste ano, os dirigentes da UE e o Grupo das 20 mais importantes economias English comprometeram-se a reforçar a supervisão do sistema financeiro a fim de evitar riscos excessivos.

«Uma melhor supervisão dos mercados financeiros transfronteiras é essencial por razões éticas e económicas», declarou o Presidente da Comissão, Durão Barroso. «A Comissão apresenta hoje propostas a fim de restabelecer a confiança, evitar crises futuras, bem como proteger o crescimento e o emprego.»

Actualmente, a supervisão do sistema bancário europeu faz-se sobretudo a nível nacional. A Comissão propõe agora a criação de um organismo europeu responsável pela identificação e gestão dos riscos sistémicos.

Sob a direcção do Presidente do Banco Central Europeu, o Conselho Europeu de Risco Sistémico incluirá supervisores financeiros e representantes dos bancos centrais de cada país. Incumbir-lhe-á a detecção precoce de riscos que ameaçam a estabilidade dos mercados e a recomendação de medidas para lhes fazer face.

A Comissão propõe também a criação de um Sistema Europeu de Supervisores Financeiros para garantir uma vigilância constante das instituições financeiras que operam em vários países da UE. As autoridades europeias dos sectores bancário, dos seguros e dos valores mobiliários assegurarão a supervisão e a coordenação do trabalho dos supervisores que actuam a nível nacional.

Este duplo dispositivo DeutschEnglishfrançais, que é um elemento fundamental da resposta da UE à crise económica, destina-se a tornar os mercados financeiros mais seguros para os investidores e a restaurar a confiança no sistema. As propostas contribuirão também para consolidar o mercado europeu dos serviços financeiros.

Após as perturbações que levaram quase ao colapso o sistema bancário europeu em Outubro de 2008, Durão Barroso criou um grupo de peritos bancários presidido por Jacques de Larosière, antigo Presidente do Fundo Monetário Internacional, com o objectivo de procurar formas de melhorar a supervisão financeira. As propostas anunciadas hoje baseiam-se nas recomendações deste grupo. Os dirigentes da UE deverão analisar estas propostas na sua reunião de Junho próximo.


Mais informações sobre a reforma do sistema financeiroDeutschEnglishfrançais

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis