Percurso de navegação

Crise financeira: avançar nas soluções - 10/11/2008

Durão Barroso e Nicolas Sarkozy na reunião do Conselho© CE

UE pretende que a reunião do G20 prepare o caminho para uma reforma do sistema financeiro internacional.

Na cimeira internacional sobre a a crise financeira que terá lugar esta semana em Washington, a UE procurará assegurar um reforço dos poderes do Fundo Monetário Internacional English (FMI). Num encontro prévio destinado a preparar a cimeira de 15 de Novembro, os dirigentes europeus acordaram em que o FMI, responsável pela cooperação monetária internacional, desempenhe um papel central na refundação da economia mundial e na prevenção de uma nova crise.

A UE pretende que a cimeira de Washington, que reunirá os líderes das vinte principais economias mundiais (G20), prepare o caminho para a reforma do sistema financeiro mundial. Além de esforços tendentes a reforçar o FMI, a UE defenderá um reforço da regulação ou, pelo menos, da vigilância, do sector financeiro, uma maior responsabilização e transparência e a introdução de novos métodos de avaliação de riscos.

A UE já está a tomar medidas com o objectivo de reforçar o seu próprio sector financeiro através de uma maior supervisão e de controlos mais estritos. Todavia, numa época em que os bancos têm cada vez mais negócios transfronteiras, tais esforços serão inúteis se não forem tomadas medidas a nível mundial.

“Estamos a viver um momento histórico, caracterizado por uma muito maior abertura a mudanças da arquitectura financeira internacional, bem como da economia mundial" declarou Durão Barroso na reunião dos dirigentes europeus de 7 de Novembro.

As conversações de Washington decorrerão menos de duas semanas depois de Barack Obama vencer as eleições presidenciais norte-americanas. Salientando a necessidade de avançar rapidamente, a UE fixará um prazo de 100 dias para a tomada de medidas e para a realização de uma segunda série de conversações pouco depois da tomada de posse de Barack Obama em Janeiro.

Antes da reunião, a Comissão assinalou os seus 50 anos descerrando uma lápide evocatória de Jean Monnet, um dos fundadores da Europa, na sala de reuniões dos Comissários.

Declaração da reunião English .

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis