Percurso de navegação

UE ajuda artistas europeus a conquistar novos públicos - 22/11/2013

Pintor com paleta de cores aplica pincelada a uma pintura a óleo

A UE apoiará milhares de artistas e profissionais da cultura nas áreas do cinema, televisão, música, literatura, artes performativas e património europeus.

O programa Europa Criativa será lançado em janeiro de 2014 e terá uma duração de sete anos. O orçamento de 1,46 mil milhões de euros destina-se a promover a diversidade cultural e linguística da Europa e a ajudar os setores artísticos e criativos a adaptar‑se à globalização e à era digital e a tirar partido de novas oportunidades, mercados e audiências internacionais.

Quem serão os beneficiários?

O programa Europa Criativa ajudará os artistas e os profissionais da cultura a dar a conhecer o seu trabalho além-fronteiras, apoiando concretamente:

  • 250 000 artistas, que poderão chegar a novas audiências fora dos seus países de origem
  • filmes europeus, que poderão ser vistos em centenas de salas de cinema e festivais por toda a Europa graças ao apoio à criação, promoção e distribuição
  • 4500 livros e outras obras literárias, que receberão apoio à tradução, para que os seus autores possam conquistar novos mercados e leitores
  • milhares de organizações culturais e profissionais do setor da cultura, que adquirirão as competências necessárias para exercerem uma atividade a nível internacional
  • pequenas empresas do setor cultural e criativo, que terão acesso a empréstimos bancários de, no montante total de 750 milhões de euros.

Prosseguir os projetos de sucesso

Os projetos de sucesso da UE no domínio da cultura, como as Capitais Europeias da Cultura, a Marca Europeia do Património e as Jornadas Europeias do Património continuarão a existir, bem como os cinco prémios europeus na área do património cultural, da arquitetura contemporânea, da literatura, da música e do cinema.

Criar emprego e crescimento na UE

As indústrias artísticas e criativas desempenham um importante papel na economia europeia, representando cerca de 4.5% do PIB europeu e dando emprego a mais de 8 milhões de pessoas. O investimento nesses setores ajuda a criar novos postos de trabalho e a incentivar o crescimento. Muitas pequenas empresas do setor cultural e criativo poderão aceder mais facilmente a financiamento para poderem desenvolver as competências necessárias na era digital e num mundo globalizado.

Comunicado de imprensa: Comissão saúda aprovação do programa Europa Criativa

Europa Criativa

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis