Percurso de navegação

Os melhores jovens tradutores da UE premiados pelos seus conhecimentos linguísticos - 27/03/2012

Fotografia de grupo: vencedores do concurso Juvenes Translatores de 2010-2011 © UE

Os 27 vencedores do concurso de tradução da UE são homenageados hoje, em Bruxelas, por ocasião da cerimónia da entrega dos prémios.

Vinte e sete jovens (um de cada país da União Europeia) serão hoje recompensados pelas suas traduções, consideradas as melhores dos seus países no quadro do Juvenes Translatores, o concurso anual da Comissão Europeia para jovens tradutores.

Cada vencedor receberá das mãos de Androulla Vassiliou, Comissária Europeia da Educação, Cultura, Multilinguismo e Juventude, um prémio e um certificado.

Após a cerimónia, os jovens irão conhecer os tradutores da Comissão que redigiram os textos originais para o concurso e classificaram as traduções apresentadas.

O concurso está aberto a alunos de 17 anos e os participantes representam tanto a sua escola como o seu país.

As provas desta edição do concurso realizaram-se em novembro de 2011. Os concorrentes tiveram de escolher um dos 23 textos originais (cada um numa das 23 línguas oficiais da UE) e traduzi-lo para uma língua da sua escolha. Embora muitos tenham escolhido o inglês como língua de partida, o número total de combinações linguísticas foi 148, o mais elevado de sempre desde o lançamento do concurso, em 2007.

O tema deste ano foi o voluntariado (para assinalar 2011 como Ano Europeu do Voluntariado) e inspirou muitos dos concorrentes a inscreverem-se como voluntários na Cruz Vermelha e noutras ONG.

Também não nos podemos esquecer de que por trás de cada aluno promissor está sempre um professor. A organização de um concurso como este vai muito além dos aspetos práticos e os professores têm um papel primordial ao incentivarem e acarinharem os talentos linguísticos dos jovens.

Muitos dos premiados deste ano têm uma queda especial para as línguas. Os vencedores dos Países Baixos e do Luxemburgo cresceram em famílias bilingues e aprenderam mais outras línguas na escola. O vencedor checo prefere ler livros na língua original e a vencedora britânica tem uma paixão pela língua alemã que tenciona continuar a estudar. A vencedora portuguesa aprende inglês e alemão na escola e tem muitos outros interesses, entre os quais se destacam o teatro e a música (toca percussão na Filarmónica de Arganil).

O concurso Juvenes Translatores visa promover a aprendizagem de línguas na Europa e aumentar a visibilidade da profissão de tradutor. O concurso tem conquistado popularidade a cada ano que passa. Nesta quinta edição, o número de participantes foi o maior de sempre, ultrapassando os 3000.

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis