Percurso de navegação

Erasmus ultrapassa a fasquia dos dois milhões - 06/10/2009

Grupo de jovens © EC

Cerca de 22 anos após o seu lançamento, o programa Erasmus já ajudou dois milhões de estudantes europeus a estudar ou a estagiar no estrangeiro.

Já alguma vez pensou em estudar em Barcelona ou fazer um estágio em Londres? Só no ano lectivo de 2007/2008, 160 000 estudantes e 27 000 docentes de estabelecimentos de ensino superior europeus foram estudar ou leccionar para o estrangeiro.

Os cursos seguidos noutro país são reconhecidos pela universidade de origem do estudante, pelo que um ou dois semestres no estrangeiro não são tempo perdido. Além de alargar as perspectivas académicas, num nível pessoal, o programa promove as competências interculturais e ajuda os estudantes a tornarem-se mais independentes. Para contribuir para as despesas, os estudantes recebem uma bolsa mensal de cerca de 250 euros (fixada em função da sua universidade de origem).

O programa também promove o intercâmbio de pessoal docente e a cooperação entre os estabelecimentos de ensino superior em toda a Europa e não só. Mais de 4000 estabelecimentos de ensino superior de 31 países participam actualmente no programa, incluindo 90% das universidades da UE. Este número deverá aumentar com a adesão ao Erasmus da Croácia e da antiga República jugoslava da Macedónia, ainda em 2009.

As bolsas do Erasmus também estão disponíveis para quem queira estagiar em empresas ou outros organismos no estrangeiro. Esta modalidade está a atrair um número crescente de estudantes, tendo registado cerca de 20 mil participantes em 2007/2008.

Mais sobre o programa Erasmus DeutschEnglishfrançais

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis