Percurso de navegação

Investir nos jovens - 27/04/2009

Fotografia de um grupo de sete jovens ©EC

A taxa de desemprego está a aumentar mais rapidamente entre os jovens, o que torna ainda mais premente a necessidade de uma estratégia a longo prazo para resolver esta grave situação.

No contexto da sua resposta à crise económica, a Comissão propôs alterações à sua abordagem das políticas de juventude a desenvolver na próxima década. Trata-se de uma nova estratégia DeutschEnglishfrançais trans-sectorial que procura reforçar a cooperação entre os países da UE no domínio da juventude.

Os jovens europeus - os que têm hoje entre 15 e 20 anos de idade - constituem a primeira geração que cresceu numa Europa fundamentalmente em paz e sem fronteiras, e beneficiam, assim, de mais oportunidades do que os seus pais e avós. No entanto, o crescente desafio que representa encontrar um emprego estável faz com que muitos jovens vivam hoje em condições precárias, impedindo que se tornem independentes e plenamente integrados na sociedade. Muitos jovens europeus são obrigados a aceitar trabalhos temporários por não conseguirem obter um emprego permanente.

Paralelamente às acções existentes DeutschEnglishfrançais, a UE procura facilitar a coordenação dos esforços nacionais para alargar os horizontes da educação e do emprego e aumentar a participação dos jovens na sociedade, nomeadamente através de actividades cívicas. Mais concretamente, a nova estratégia salienta a importância da educação não formal, do voluntariado e da formação profissional para entrar no mercado do trabalho, especialmente no que diz respeito aos 15% de jovens que abandonam prematuramente a escola.

A Comissão convida os governos nacionais a estabelecer um diálogo regular com os jovens, que são hoje um recurso precioso cada vez mais escasso. Indispensáveis para assegurar a renovação de uma população activa em franco envelhecimento, os jovens representam actualmente 20% da população, mas prevê-se que essa percentagem diminua para apenas 15% em 2050.

Para melhor informar a esfera política, a UE publicou igualmente um relatório circunstanciado sobre a juventude English que apresenta pela primeira vez uma visão global da situação dos jovens. A partir de agora, serão publicados relatórios deste tipo de três em três anos.

Em Fevereiro, 17,5% dos europeus com menos de 25 anos estavam desempregados, contra 14,7% em Fevereiro de 2008. Essa nova percentagem representa mais do dobro da taxa global de desemprego da UE, que passou de 6,8% para 7,9% durante o mesmo período.

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis