Percurso de navegação

Somos o que comemos – mesmo não sabendo o que comemos! - 07/02/2008

Pãezinhos e charcutaria

Nova proposta da Comissão visa tornar mais clara e pertinente a rotulagem dos géneros alimentícios.

Para serem úteis, os rótulos devem indicar claramente o que precisamos de saber. Os rótulos dos géneros alimentícios English são indispensáveis para que os consumidores possam escolher o que compram com conhecimento de causa, tendo em conta uma série de aspectos, que vão desde as informações de base, como o teor em sal ou em certos tipos de gorduras, até aos riscos para a saúde ligados a alergias aos amendoins, por exemplo.

Segundo a nova proposta da Comissão English, de agora em diante, as informações essenciais devem figurar claramente na parte da frente da embalagem. As exigências relativas à rotulagem dos géneros alimentícios pré-embalados que contêm alergénios (aráquides, leite, mostarda e peixe) serão alargadas aos alimentos vendidos em restaurantes e outros estabelecimentos de restauração.

Graças a uma rotulagem mais clara, poderemos alimentar-nos de uma forma mais saudável, visto que saberemos exactamente o que estamos a comprar. As novas regras prevêem que o valor energético, os teores de matérias gordas, ácidos gordos saturados, glícidos, nomeadamente açúcares, e sal por 100 ml/g de produto ou por porção figurem claramente na frente da embalagem. Além disso, deve ser indicada a proporção destes elementos relativamente às doses de referência (por exemplo, a dose diária recomendada).

Quanto aos caracteres impressos nos rótulos, devem ter uma dimensão de, pelo menos, 3 mm, de modo a que se encontrem as informações sem dificuldade,  deixando de ser permitidos slogans publicitários, que distraiam das informações obrigatórias.

Ao apresentar a proposta, o Comissário responsável pela saúde DeutschEnglishfrançais, Markos Kyprianou, afirmou que «os rótulos dos géneros alimentícios podem ter uma enorme influência nas decisões de compra dos consumidores. Rótulos confusos, sobrecarregados ou enganadores podem ser mais um obstáculo do que uma ajuda para o consumidor. Esta proposta pretende assegurar que os rótulos dos géneros alimentícios contenham a informação essencial de uma forma clara e legível, para que os cidadãos da UE possam fazer escolhas alimentares equilibradas».

Ver página em alto contraste Texto tamanho normal Aumentar texto 200 % Enviar esta página a um amigo Imprimir esta página

 

Encontrou a informação que procurava?

Sim Não

O que procurava?

Tem alguma sugestão?

Ligações úteis