Comunicação dos riscos

Uma comunicação clara e eficiente com a população e os governos dos países da UE é essencial em situações de crise.

A Comissão propõe-se atingir este objetivo através

  • do desenvolvimento de uma estratégia para a UE no seu todo
  • de uma melhor integração dos comunicadores no processo de gestão da crise
  • do reforço da cooperação dos comunicadores com os responsáveis políticos e os gestores dos riscos.

Rede de comunicadores

O Comité de Segurança da Saúde (CSS) Traduções da ligação anterior български (bg) čeština (cs) dansk (da) Deutsch (de) eesti keel (et) ελληνικά (el) English (en) español (es) français (fr) italiano (it) latviešu valoda (lv) lietuvių kalba (lt) magyar (hu) Malti (mt) Nederlands (nl) polski (pl) română (ro) slovenčina (sk) slovenščina (sl) suomi (fi) svenska (sv) criou uma rede de comunicadores das autoridades nacionais de gestão de riscos, da Comissão e das agências da UE.

Dentro da UE, a rede apoia a cooperação entre os comunicadores:

  • em caso de crise, partilham, o mais rapidamente possível, as informações e coordenam as estratégias comuns e as comunicações à população
  • a mais longo prazo, trocam boas práticas em matéria de riscos para a saúde e de comunicação em situações de crise e emitem recomendações para prevenir doenças associadas a estes riscos

A nível mundial, a rede é um canal importante para limitar e atenuar as ameaças à saúde pública. Graças a esta rede, as informações da UE podem ser rapidamente difundidas a nível mundial, também por recurso a outras redes de comunicadores já existentes ao abrigo da iniciativa para a segurança sanitária a nível mundial Traduções da ligação anterior English (en) e da rede da OMS, ao abrigo do Regulamento Sanitário Internacional (IHR).