Preparação

A intervenção da UE em matéria de preparação contra as ameaças graves à saúde pública visa reforçar a capacidade de resposta rápida a qualquer tipo de emergência que afete ou possa afetar a saúde pública, aconselhando, nomeadamente, as autoridades nacionais com o objetivo de assegurar que estas têm em conta a dimensão europeia, uma vez que os planos de emergência a nível nacional podem ter repercussões além-fronteiras.

A existência de uma estratégia a nível da UE:

  • proporciona a base necessária à elaboração de planos nacionais contra diferentes tipos de ameaças à saúde, tais como pandemias de gripe, epidemias de tipo SRA ou outras emergências causadas por agentes biológicos ou desconhecidos, acidentes com substâncias químicas, catástrofes ambientais, como as alterações climáticas, ou atos deliberados
  • contribui para assegurar a interoperabilidade dos planos nacionais, nomeadamente através de mecanismos de coordenação e de instrumentos de análise e comunicação

Eis as mais importantes áreas de planificação da capacidade de resposta: