Indicadores de Saúde da Comunidade Europeia (ECHI)

Os indicadores de saúde consistem num conjunto de dados (quadros, gráficos, mapas) sobre o estado de saúde, os fatores determinantes da saúde e os cuidados de saúde nos países da UE. Além de permitirem monitorizar e comparar dados, estes indicadores servem de base à elaboração de políticas.

Tipos de indicadores de saúde

Dos 88 indicadores de saúde fundamentais europeus, existem mais de 50 indicadores de saúde Traduções da ligação anterior English (en) para os quais existem dados facilmente disponíveis e comparáveis e que estão se agrupados sob as designações a seguir indicadas. Sempre que necessário, os dados são discriminados por sexo e idade, bem como por estatuto socioeconómico e nível regional.

DesignaçãoExemplos
Fatores demográficos e socioeconómicosPopulação, taxa de natalidade, taxa total de desemprego
Estatuto de saúdeMortalidade infantil, VIH/SIDA, lesões resultantes de acidentes de viação
Determinantes da saúdeTabagismo, consumo/disponibilidade de fruta
Intervenções em matéria de saúde: serviços de saúdeVacinação infantil, camas de hospital, despesas de saúde
Intervenções em matéria de saúde: serviços de saúdePolíticas em matéria de nutrição saudável

Ferramenta Heidi (informação e interface de dados)

A ferramenta no domínio da informação e interface de dados Heidi Traduções da ligação anterior English (en) fornece dados sobre os indicadores de saúde europeus, apresentados sob forma de gráfico, gráfico de barras, mapa ou quadro. Os dados podem ser convertidos numa imagem ou descarregados sob forma de ficheiro de dados.

Referências

  • Grupo de peritos em matéria de informações sobre saúde (EGHI) Traduções da ligação anterior English (en)
  • Estratégia da Comunidade Europeia em matéria de indicadores de saúde Traduções da ligação anterior English (en)
  • Avaliação da utilização e do impacto dos indicadores de saúde da Comunidade Europeia (ECHI) pelos Estados‑Membros (agosto de 2013)
    • Resumopdf(422 KB)
    • Relatório finalpdf(3 MB)
    • Este estudo foi realizado a pedido da DG SANCO para avaliar em que medida os indicadores de saúde da Comunidade Europeia têm sido utilizados e para fornecer informações sobre o modo de obter um elevado consenso sobre a utilização dos mesmos nos países participantes.