Percurso de navegação

Ajuda económica

A União Europeia fornece ajuda económica directa aos países parceiros, a nível macro e microeconómico, designadamente um apoio orçamental por país, o financiamento de actividades de integração regional e iniciativas de microfinanciamento.



A ajuda ao desenvolvimento da União Europeia contribui para ajudar os países em desenvolvimento a«manterem-se em pé». A ajuda pode ser concedida, entre outras coisas, para apoiar uma reforma económica, facilitar as reformas difíceis e permitir a criação de emprego.

A nível macroeconómico, a União Europeia concede o designado "apoio orçamental geral" a favor não só da estabilidade macroeconómica mas também da execução de políticas e estratégias nacionais, nomeadamente nos domínios do crescimento e da luta contra a pobreza. Na página sobre o apoio macroeconómico English (en) français (fr) pode obter informações mais pormenorizadas sobre este tema.

A Comissão Europeia avalia os problemas de gestão das finanças públicas dos países beneficiários. Descubra de que forma essas medidas de avaliação permitem melhorar a gestão e a administração das finanças públicas English (en) français (fr) nos países parceiros.

A União Europeia combina medidas comerciais e medidas de ajuda para promover o desenvolvimento nos países parceiros. A ajuda comporta um risco que consiste em manter a dependência dos beneficiários, enquanto as medidas comerciais isoladas podem prejudicar os segmentos mais vulneráveis da sociedade. Descubra de que forma a Comissão consegue assegurar este equilíbrio delicado na página consagrada ao comércio English (en) français (fr) .

As vantagens económicas da integração estão bem documentadas em muitas fontes e reflectem-se nas actividades da União Europeia. A Comissão Europeia está firmemente convencida de que a integração regional constitui um meio eficaz de garantir a paz, a segurança e a prosperidade. Descubra como é que a Comissão promove a integração regional English (en) français (fr) nos países parceiros.

O sector privado é uma fonte importante de criação de riqueza e emprego. Por essa razão, devem ser apoiadas medidas destinadas a promover a iniciativa privada nos países em desenvolvimento. Para aprofundar este assunto, visite a página do sector privado English (en) français (fr) .

Um dos principais obstáculos que impedem os mais pobres de ter uma vida decente é a impossibilidade de obterem financiamento. É por este motivo que a política de desenvolvimento da União Europeia inclui uma vertente consagrada ao microfinanciamento. Para mais informações sobre este tema, consulte a página dedicada ao "microfinanciamento" English (en) français (fr) .

 

Última atualização:17/02/2012 | Topo