Navigation path

Estimular a atividade empresarial

O sucesso das empresas e da indústria da UE é essencial para o aumento do emprego e a criação de mais e melhores empregos. Grande parte deste sucesso deve-se à qualidade e às competências da força de trabalho e à sua capacidade de se adaptar às mudanças. Este é o motivo pelo qual os empresários e as empresas recorrem à ajuda do FSE para potenciar as competências e a flexibilidade do seu recurso mais valioso – os seus trabalhadores.

Aprender a adaptar

Na Europa, existem cerca de 23 milhões de empresas, das quais 99 % são pequenas empresas que são responsáveis por dois em cada três empregos no setor privado. As empresas e os trabalhadores movimentam-se num ambiente em rápida evolução impulsionado pela crescente integração económica global e pelo surgimento de novas tecnologias. Para prosperar, têm de se tornar mais flexíveis – mais capazes de antecipar e adaptar-se às mudanças.

  • O FSE está a ajudar as empresas e os trabalhadores a enfrentar estes desafios de várias formas. Por exemplo, poderão ser necessárias melhores competências para fazer face à concorrência ou talvez o desempenho seja melhorado e se atraiam novos trabalhadores com novos e inovadores métodos de trabalho. A adaptação às novas oportunidades da economia de baixo carbono é outro dos eixos do apoio do FSE.
  • O FSE também está a auxiliar as gerências a melhorar o desempenho das exportações, o qual pode abrir novos mercados e gerar crescimento. Existem empresas e organizações em toda a UE que estão a utilizar o apoio do FSE para planear antecipadamente, encontrar novos métodos de trabalho e manter e criar empregos sustentáveis.

Apoiar os empresários

Istockphoto/20581908

Ajudar as pessoas a criar a sua própria empresa contribui significativamente para a criação de emprego, motivo pelo qual o FSE promove o empreendedorismo de várias formas, seja um grupo de cientistas que criem uma empresa para fabricar a sua mais recente invenção ou um migrante recente com formação em decoração que queira criar uma pequena empresa e empregar alguns amigos para ajudar.

  • O FSE ajuda os empresários e os trabalhadores por conta própria das mais variadas formas, incluindo o apoio à formação em competências básicas de gestão, direito e finanças para estabelecer uma empresa. Alguns projetos contam com consultores comerciais para ajudar os empresários durante os primeiros anos críticos. Outros promovem redes de empresários para partilhar experiências e oferecer apoio.
  • Além disso, obter financiamento para criar ou desenvolver uma pequena empresa pode ser difícil dado que as novas empresas podem envolver riscos, o que faz com que os bancos hesitem em conceder empréstimos. Para dar resposta a este problema, existem muitos exemplos de projetos de microfinanciamento do FSE criados nos países da UE e destinados especificamente à concessão de empréstimos de montantes relativamente baixos para novos empresários.