Percurso de navegação

Outras ferramentas

Necessidade de um Órgão Notificado?

Necessidade de um Órgão Notificado?

Para todos os dispositivos médicos implantáveis activos, é obrigatório o envolvimento de um organismo notificado.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, utilize a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação, é importante determinar se você, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se requer o envolvimento de um Órgão Notificado.

Relativamente a aparelhos abrangidos pela directiva sobre aparelhos a gás, o envolvimento de um Órgão Notificado é obrigatório.

Um órgão Notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de uma avaliação de conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. No enquadramento da GAD, um Órgão Notificado está sempre envolvido na fase de controlo de produção e o respectivo número de identificação segue a marca CE.

Depois do Órgão Notificado ter avaliado a conformidade do tipo de produto e o tipo satisfizer as disposições aplicáveis, emite um certificado de exame tipo EC para confirmar esta conformidade. Após a conclusão da avaliação de conformidade da fase de produção, o fabricante elabora então a Declaração de Conformidade (DoC) para declarar a sua exclusiva responsabilidade de que o produto está em conformidade com a Directiva relevante. O estabelecimento da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração de Conformidade deverá incluir os detalhes do fabricante, tais como o nome e a morada, a conformidade do produto para com as características essenciais, quaisquer normas europeias e dados de desempenho, bem como o número de identificação do Órgão Notificado e a sua assinatura legalmente vinculativa.

Para encontrar os Órgãos Notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, consulte a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados Nova Abordagem. Pode pesquisar os Órgãos Notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

No caso das instalações de equipamento aéreo de cabo para o transporte de pessoas, o envolvimento de um organismo notificado é obrigatório.

Um organismo notificado verifica a conformidade dos sub-sistemas e componentes de segurança através da realização de uma avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto.

Quando o organismo notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou do respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas europeias aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva específica.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação da conformidade, utilize a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Consulte http://ec.europa.eu/enterprise/sectors/construction/index_pt.htm.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

A necessidade de envolver um organismo notificado é determinada nas Medidas de implementação específicas adoptadas ao abrigo da Directiva sobre Ecodesign 2009/125/EC.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de um procedimento de avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o organismo notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face às Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou do respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva específica.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, consulte a base de dados NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. É possível a pesquisa de Organismos Notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Ao abrigo dos procedimentos de avaliação da conformidade da EMC, o fabricante é obrigado a realizar uma avaliação EMC do aparelho. A Directiva EMC não requer a intervenção de um organismo notificado. No entanto, o fabricante ou o seu mandatário, representante autorizado na Comunidade, pode apresentar a documentação técnica a um organismo notificado, que procederá à sua revisão e avalia se a documentação técnica demonstra adequadamente que os requisitos da Directiva foram cumpridos. Se for este o caso, o organismo notificado emitirá uma declaração a confirmá-lo. Esta declaração deverá integrar a documentação técnica.

O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade deve incluir:

  • uma referência à Directiva,
  • uma identificação do aparelho,
  • detalhes do fabricante como o nome e a morada,
  • uma referência datada das especificações sob as quais a conformidade é declarada,
  • a data da declaração,
  • a identidade e assinatura da pessoa com poderes para vincular o fabricante ou o seu representante autorizado.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, consulte a base de dados NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. É possível a pesquisa de Organismos Notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

No caso de equipamento e sistemas de protecção para atmosferas potencialmente explosivas, depende do produto específico de a avaliação de conformidade por um organismo notificado é obrigatória ou não. Para mais detalhes, consulte a Directiva 94/9/EC.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de um procedimento de avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o Organismo Notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva(s)aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e a nome. Para mais detalhes, consulte a Directiva, em particular, o Anexo II.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, utilize a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

No que respeita a explosivos para utilização civil, o envolvimento de um organismo notificado é obrigatório.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de uma avaliação de conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o Organismo Notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o Organismo Notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s)Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir os dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva específica.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, utilize a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

Relativamente a caldeiras de água quente, o produto específico determina se uma avaliação da conformidade por um Organismo Notificado é obrigatória ou não. Para mais detalhes, consulte a Directiva 92/42/EEC.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de uma avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o Organismo Notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o organismo notificado confirmar que o tipo de produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante redige então a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar que os aparelhos colocados no mercado estão em conformidade com o tipo recomendado pelo organismo notificado e, por conseguinte, em conformidade com a Directiva. Esta é uma responsabilidade exclusiva do fabricante e a emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir os dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva específica.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, utilize a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, precisa de envolver um organismo notificado.

O envolvimento de um organismo notificado é necessário para os IVDs listados no Anexo II da Directiva 98/79/EC e para os IVDs concebidos para o auto-teste. Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação da conformidade, utilize a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. É possível a pesquisa de organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

O instalador do elevador ou o fabricante dos componentes de segurança para elevadores deve sempre envolver um Órgão Notificado no procedimento de avaliação de conformidade.

No caso da avaliação de conformidade para elevadores, o envolvimento de um Órgão Notificado é obrigatório.

Um órgão Notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de uma avaliação de conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o Órgão Notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marca CE.

Quando o Órgão Notificado estiver convencido de que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade a confirmar esta situação. Em seguida, o instalador do elevador ou o fabricante dos componentes de segurança para elevadores elabora a Declaração de Conformidade (DoC) para declarar a sua exclusiva responsabilidade em garantir a conformidade com a Directiva relevante. O estabelecimento da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração de Conformidade tem de incluir os detalhes do instalador do elevador ou fabricante dos componentes de segurança para elevadores, tais como o nome e a morada, a conformidade do produto para com as características essenciais, quaisquer normas europeias e dados de desempenho, bem como o número de identificação do Órgão Notificado e a sua assinatura legalmente vinculativa em nome da organização. Para mais detalhes, queira consultar a sua Directiva específica.

Para encontrar os Órgãos Notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, consulte a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados Nova Abordagem. É possível a pesquisa de Órgãos Notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

O fabricante poderá procurar a opinião de um Órgão Notificado, mas o fabricante tem sempre a responsabilidade de garantir e declarar que os produtos estão em conformidade com os requisitos legislativos aplicáveis.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação, é relevante determinar se você, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se requer o envolvimento de um Órgão Notificado.

A Directiva 2006/42/EC sobre Maquinaria prevê o envolvimento de um Órgão Notificado se o produto a avaliar cair numa das 23 categorias listadas no Anexo IV e não estiver em conformidade com a Norma Europeia Harmonizada que cobre todos os requisitos de saúde e segurança relevantes . Neste caso, o fabricante tem de procurar a assistência de um Órgão Notificado. Se não for este o caso, o próprio fabricante realiza as verificações internas no produto.

Um Órgão Notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de uma avaliação de conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o Órgão Notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o Órgão Notificado estiver convencido de que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade a confirmar esta situação. O fabricante deve então elaborar a Declaração de Conformidade (DoC) para declarar a sua exclusiva responsabilidade de conformidade face à Directiva relevante. A DoC é legalmente vinculativa.

A Declaração de Conformidade tem de incluir os detalhes do fabricante, tais como o nome e a morada, a conformidade do produto para com as características essenciais, quaisquer normas europeias e dados de desempenho, bem como o número de identificação do Órgão Notificado e a sua assinatura legalmente vinculativa em nome da organização, se relevante. Para mais detalhes, queira consultar a sua Directiva específica.

Para encontrar os Órgãos Notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, utilize a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados Nova Abordagem. É possível a pesquisa de Órgãos Notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

No que respeita a instrumentos de medição, o fabricante pode escolher entre dois procedimentos de avaliação da conformidade, estipulados no Anexo A da Directiva:

  • o fabricante avalia a conformidade através de um controlo de produção interno como especificado no Anexo A
  • um organismo notificado realiza um controlo de produção interno juntamente com um teste ao produto, como se especifica no Anexo A1

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de um precedimento de avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo Notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o organismo notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir informações sobre o fabricante, tais como o nome e a morada, a conformidade do produto para com as características essenciais, quaisquer normas europeias e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e o nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva específica.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, utilize a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

Na Directiva sobre Dispositivos médicos, o dispositivo médico é classificado de acordo com as disposições do Anexo IX da MDD como classe I (baixo risco), classe IIa ou IIb (médio risco) ou classe III (alto risco). O envolvimento de um organismo notificado não é necessário para dispositivos médicos de classe I, a menos que tenham uma função de medição ou sejam colocados no mercado num estado estéril.

Na maior parte dos casos, um organismo notificado verifica apenas o sistema de gestão da qualidade do fabricante. Para todos os dispositivos médicos pertencentes à classe III e para dispositivos médicos pertencentes à classe IIa e IIb numa base de representação, o design do dispositivo médico e a sua conformidade com os Requisitos essenciais devem ser examinados por um organismo notificado. O organismo notificado emite um certificado que indica, por referência a um dos Anexos II a VI da MDD, o que foi verificado.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização do procedimento de avaliação de conformidade, consulte a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. É possível pesquisar organismos notificados por Directiva, país ou pelo número do Organismo Notificado (indicado junto à marcação CE) através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se , na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um Organismo Notificado.

A Directiva 2000/14/EC sobre a Emissão de ruído no meio ambiente prevê o envolvimento de um Organismo Notificado (excepto no caso do procedimento descrito no Anexo V).

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de um procedimento da avaliação de conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado estiver envolvido no controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o Organismo Notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir os dados do fabricante, ou do respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do Organismo Notificado e a nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva específica.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, consulte a base de dados NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. É possível a pesquisa de Organismos Notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

No caso do equipamento de pesagem não automático, o fabricante pode escolher de entre diferentes procedimentos de avaliação da conformidade e assim decidir quanto ao envolvimento ou não de um organismo notificado.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de uma avaliação de conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o organismo notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva específica.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação da conformidade, consulte a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

No que respeita ao equipamento de protecção individual, apenas as Categorias II e III exigem o envolvimento de um organismo notificado.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto com os requisitos essenciais através da realização de um procedimento de avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado realizar controlo de produção (no caso de EPI de Categoria III), o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Para EPI da Categoria II, depois do organismo notificado verificar a conformidade do produto, emitirá um certificado de exame CE de tipo a confirmá-lo. No caso de EPI da Categoria III, é realizado um controlo de produção adicional.

O fabricante deve então elaborar a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar a sua exclusiva responsabilidade para com a conformidade do produto face à Directiva aplicável. A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e endereço, o número do certificado de exame CE de tipo (se aplicável) e números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome.

Para mais detalhes, queira consultar a Directiva89/686/EEC.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização do procedimento da avaliação de conformidade, utilize a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar os organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

O equipamento sob pressão é classificado, no âmbito da Directiva, em diferentes classes (de I a IV), nível em função do risco crescente , de acordo com as tabelas do Anexo II da Directiva.

O envolvimento de um organismo notificado é obrigatório para o equipamento da classe II ou superior.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de uma avaliação de conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o organismo notificado verificar que o produto se encontra em conformidade com os requisitos aplicáveis, emitirá um certificado a confirmar. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, processo de avaliação da conformidade, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação da conformidade, consulte a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar osorganismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se requer o envolvimento de um organismo notificado.

A Directiva 2007/23/EC sobre Artigos pirotécnicos prevê sempre o envolvimento de um organismo notificado.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de um procedimento da avaliação de conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o organismo notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do Organismo Notificado e nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva específica.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, consulte a base de dados NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. É possível a pesquisa de Organismos Notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um Organismo Notificado.

Dependendo do tipo de aparelho e da utilização ou não das normas harmonizadas, a Directiva prevê diferentes possibilidades de procedimentos de avaliação da conformidade. Sempre que o fabricante não utilize Normas Harmonizadas ou se não existirem, deve apresentar o seu dossier técnico a um organismo notificado, que procederá à sua revisão.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de um procedimento de avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o organismo notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade de cada produto face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com as os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do Organismo Notificado e nome.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização do procedimento de avaliação da conformidade, consulte a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

Para embarcações específicas, construídas para navegação costeira e em águas abrigadas, que sejam construídas em conformidade com as Normas Europeias Harmonizadas que abranjam todos os aspectos de segurança, o fabricante pode levar a cabo verificações internas no produtos e redigir e assinar a Declaração CE de Conformidade. Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de um procedimento de avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Quando o organismo notificado confirmarque o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com as características essenciais, quaisquer normas europeias e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva específica.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, consulte a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Consulte http://ec.europa.eu/environment/waste/rohs_eee/legis_en.htm.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento da avaliação, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou a avaliação necessitado envolvimento de um Organismo Notificado.

Relativamente à segurança dos brinquedos no mercado europeu, a Directiva (2009/48/EC) sobre a segurança de brinquedos requer a assistência de um organismo notificado caso o brinquedo em causa não cumpra integralmente (ou parcialmente) as normas harmonizadas descritas no Artigo 13º (e, por conseguinte, a conformidade tem de ser determinada directamente face aos requisitos da Directiva) ou caso o fabricante considere que o brinquedo requer a verificação de um organismo notificado.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de um procedimento de avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto.

Quando o organismo notificado confirmar que o produto se encontra em conformidade, emitirá um certificado de conformidade. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva(s) aplicável(eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome. Para mais detalhes, consulte o Anexo III da Directiva 2009/48/EC.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação de conformidade, consulte a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. É possível a pesquisa de organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Necessidade de um Órgão Notificado?

Antes de avançar com o procedimento de avaliação da conformidade, é importante determinar se, na qualidade de fabricante, pode avaliar o seu produto autonomamente ou se a avaliação requer o envolvimento de um organismo notificado.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto com a Directiva aplicável, através da realização de uma avaliação da conformidade. Dependendo se foram aplicadas ou não das Normas Harmonizadas europeias e do teor energético total dos recipientes - determinado pelo produto de PS (pressão máxima de serviço) e V (capacidade do recipiente) – assim são definidos osprocedimentos de avaliação da conformidade adequados na Directiva.

Um organismo notificado verifica a conformidade de um produto através da realização de uma avaliação da conformidade. Também garante que a documentação técnica suporta de forma suficiente a conformidade do produto. Se o organismo notificado estiver envolvido na fase de controlo de produção, o respectivo número de identificação seguir-se-á à marcação CE.

Se o produto estiver em conformidade com a directiva, o organismo notificado emitirá um certificado a confirmá-lo. O fabricante deve então redigir a Declaração CE de Conformidade (DoC) para declarar, sob sua exclusiva responsabilidade, a conformidade do produto face à(s) Directiva (s) aplicável (eis). A emissão da DoC é uma obrigação legal.

A Declaração CE de Conformidade tem de incluir dados do fabricante, ou respectivo mandatário, tais como o nome e o endereço, a conformidade do produto para com os requisitos essenciais, números de referência das normas harmonizadas aplicáveis utilizadas e dados de desempenho, bem como o número de identificação do organismo notificado e nome. Para mais detalhes, queira consultar a Directiva.

Para encontrar os organismos notificados nomeados pelos Estados-membros para a realização da avaliação da conformidade, consulte a NANDO – a base de dados de Organismos Notificados e Designados com base nas Directivas Nova Abordagem. Pode pesquisar por organismos notificados por Directiva ou por país através da página inicial da NANDO.

Partilhar: FacebookGoogle+LinkedInEnviar esta página a um amigo