IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 VALOR-IN Valorizar para Inovar(A norma de RH na Inovação e Compet. Org.)  ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : GESTÃO TOTAL E INOVAÇÃO EMPRESARIAL - GTIE CONSULTORES S.A.
Other national partners : ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A ANÁLISE DO VALOR
Associação Portuguesa dos Industriais de Mármores, Granitos e Ramos Afins (ASSIM
CEVALOR-Centro Tecnológ. para o Aproveita. e Valoriz. da Rochas Orna. e Industr.
EQUAL theme :Adaptability - Adaptation to change and NIT 
Type of DP :Sectoral - Industrial 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2004-206 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :29-09-2005 
Last update :11-03-2008 
Monitoring: 2005  2006   

Rationale

Text available in

- The identified strengths refer to the existence of quality, environment and internal health and safety management certifications (which indicate experience in implementing and maintaining management systems); the compliance with legal requisites for training and execution of social balance documents; the existence of some basic practices in the HRM area, including some tools and control mechanisms referent do HRM, all of which indicate willingness and predisposition for the implementation of more advanced and complete systems. The main opportunities include: willingness and predisposition for improvement; existing HRM tools and certification projects in process; interest in new management methods; general recognition of actual state and needs in the HRM area and existence of a clearly defined characterisation of the ideal state., - The main weak points encountered refer to: inexistence of strategic HRM and respective tool application on daily basis; inexistence of formal, structured HRM systems, functioning in a regular manner; lack of organised methodologies and tools with uninterrupted application to HRM; lack of competencies in HRM, verifiable by the lack of jobs or formal support structures for HRM; lack of long term vision regarding HRM and the practical implications of the referred gaps. The principal threats refer to: Low participation levels of the entities in the individual projects; barriers to internal management change process; low motivation for the sharing of best practices with other entities involved in the project; process interruption or discontinuity after project end.

dot Top


Objective

Text available in

The Valor-In Project – To Valorise, To Innovate – The HRM Standard in Organisational Innovation and Competitivity, aims at diffusing and consolidating professional management methods, techniques and strategic development perspectives that assume people as an integrated unit of feelings, emotions, values and reasoning power that interact simultaneously in an organisational context, whilst recognising in them protaganism, strategic action and, therefore, the capacity to create unique know-how that adds value do businesses. In prosecution of this goal, the project intends to test an implementation model for the Human Resource Management Standard NP 4427 in a pilot project applied in majority to the Natural Stone Sector. The referred Standard is an innovative resource, inspired on a model created by Gestão Total (project promoter and DP partner). The Standard was developed by Gestão Total, an official technical commission and APAV (Portuguese Association for Value Analysis – DP partner). The project involves the interchange of experiences so as to assimilate best practices and results obtained from the implementation of the Investors in People Standard. This Standard has been implemented in the United Kingdom over the past 12 years, supplying real benefits to small, medium and large organisations form all sectors. There are more than 34 000 organisations recognised in the UK, employing over 27% of the total workforce, each one of them benefiting from the Standard in one way or another. As published in a Prospective Strategic Study 2004-2006 by Cevalor (Technological Centre for the Optimisation and Valuing of Ornamental Stone), the Natural Stone sector is extremely underdeveloped, with high potential for intervention as it presents a very strong resistance to change and innovative work management and organisation methods. Based on the results of this study, the projects main objectives are: to make the Natural Stone industry and other industries and services more competitive and endowed with adaptation capacities to constant changes through Human Resource Management; improve motivation through higher personal development, involvement and goal recognition; reduce costs and losses; implement ways for specialised and motivated workers to contribute positively to cost reduction; promote the development of methodologies, techniques and instruments that allow for higher efficiency and organisational quality; create facilitating conditions for a higher and better integration of hard to reach groups of workers (women, low scholarity workers); create specialised technical competencies to implement a Human Resource Management standard; evaluate the impact of the implementation and application of methodologies in all the participating organisations. The project will count with the participation of 6 beneficiary organisations – 4 selected directly from the Natural Stone sector and 2 selected out of the sector to function as a control group.

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Guidance, counselling **
Training **
Training on work place ***
Training of teachers, trainers and staff *
Improvement of employment services, Recruitment structures **
Conception for training programs, certification ***
Work organisation, improvement of access to work places *
Awareness raising, information, publicity **
Studies and analysis of discrimination features *

Type of innovation Rating
Process-oriented ****
Goal-oriented **

dot Top


Budget Action 2

500 000 – 1 000 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  0.0%  0.0% 
Employed  22.7%  77.3% 
Others (without status, social beneficiaries...)  0.0%  0.0% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  0.0%  0.0% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  22.7%  77.3% 
  100.0%
 
Physical Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Illness  0.0%  0.0% 
Population not suffering from a disability  22.7%  77.3% 
  100.0% 
 
Substance abusers 0.0%  0.0% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.0% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  0.0%  0.0% 
Without such specific discriminations  22.7%  77.3% 
  100.0% 
 
< 25 year  2.3%  8.6% 
25 - 50 year  18.4%  41.4% 
> 50 year  2.0%  27.3% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Gender discrimination *
Age *
Low qualification ***

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Developing collective responsibility and capacity for action
Participation in the project design
Participation in running and evaluating activities
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.2%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
4216 2Access IT IT-G2-SIC-202
PL 117
UKgb 98

dot Top


Background

 

N.C.

dot Top


Networking

 Interest in networking

Text available in

- Organizações públicas e privadas de qualquer sector de actividade, nomeadamente, empresas, associações, centros tecnológicos, institutos, instituições de ensino e formação, instituições de solidariedade social, organismos públicos da administração central e local, etc. (potenciais incorporadores) - Futuros profissionais da área da Gestão de Recursos Humanos (finalistas universitários); (potenciais utilizadores) - Jovens licenciados desempregados ou à procura do 1º emprego em áreas afins; (potenciais utilizadores) - Empresas certificadoras; (potenciais incorporadores) - Empresas de consultoria e formação profissional; (potenciais incorporadores) - Profissionais nas áreas da formação e educação. (potenciais incorporadores) - Outros cidadãos. (potenciais utilizadores) Representantes da maior parte dos grupos de utilizadores do produto acima referidos tiveram contacto com o mesmo durante a fase da sua elaboração e validação final.

 Events

Text available in

- Organizações públicas e privadas de qualquer sector de actividade, nomeadamente, empresas, associações, centros tecnológicos, institutos, instituições de ensino e formação, instituições de solidariedade social, organismos públicos da administração central e local, etc. (potenciais incorporadores) - Futuros profissionais da área da Gestão de Recursos Humanos (finalistas universitários); (potenciais utilizadores) - Jovens licenciados desempregados ou à procura do 1º emprego em áreas afins; (potenciais utilizadores) - Empresas certificadoras; (potenciais incorporadores) - Empresas de consultoria e formação profissional; (potenciais incorporadores) - Profissionais nas áreas da formação e educação. (potenciais incorporadores) - Outros cidadãos. (potenciais utilizadores) Representantes da maior parte dos grupos de utilizadores do produto acima referidos tiveram contacto com o mesmo durante a fase da sua elaboração e validação final.

 Products

N.C.

Last update: 29-09-2005 dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
GESTÃO TOTAL E INOVAÇÃO EMPRESARIAL - GTIE CONSULTORES S.A. Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A ANÁLISE DO VALOR
Associação Portuguesa dos Industriais de Mármores, Granitos e Ramos Afins (ASSIM
CEVALOR-Centro Tecnológ. para o Aproveita. e Valoriz. da Rochas Orna. e Industr.

dot Top


Agreement Summary

Text available in

Resumo do Acordo de PD Os parceiros acordam: 1. Objectivos comuns 1.1 Desenvolver em conjunto o projecto acima referenciado, cujo diagnóstico, objectivos, actividades, resultados e processo de avaliação, e plano de financiamento se descrevem no formulário de candidatura à acção 2. 2. Estruturas e processo de funcionamento da Parceria 2.1 Criar à partida as seguintes estruturas de gestão e funcionamento: Gestão Total, Lda assumirá responsabilidades nas seguintes actividades: coordenação do projecto; gestão das actividades de planeamento, acompanhamento e elaboração do Guia de Boas Práticas; transnacionalidade e divulgação; O Cevalor assumirá responsabilidades nas seguintes actividades: formação, logística, visitas de estudo e reuniões internas e externas, incluindo transnacionalidade; A Assimagra assumirá responsabilidades nas seguintes actividades: gestão do balanço de competências; A APAV assumirá responsabilidades na área da gestão da actividade de avaliação. O funcionamento da parceria terá base em reuniões periódicas calendarizadas, sem local fixo e outros meios considerados necessários e adequados para o atingimento dos objectivos propostos para o projecto, parceria e entidades participantes. 2.2 Implementar o seguinte processo de tomada decisão (destacar nomeadamente processos de dos parceiros, mecanismos que promovam a igualdade de género, etc.): O processo de tomada de decisão será participado por todos os elementos da parceria, incluindo os destinatários da acção, através de representantes das entidades e seus trabalhadores, em reuniões presenciais calendarizadas e regulares, ou por outros meios considerados necessários e de fácil acesso a todos os visados. 2.3 Assegurar a transparência da informação interna relativa ao projecto e à parceria, que será disponibilizada a todos os parceiros da seguinte forma ( ex. recurso às TIC...): A Transparência da informação relativa ao projecto e à parceria será assegurada através dos seguintes meios: criação de fórum de acesso livre a todos os interessados, incluindo o público em geral; criação de sítio na internet com divulgação de actividades, progressos, resultados e informações relevantes sobre o projecto, parceria e destinatários; reuniões periódicas calendarizadas participadas por todos os interessados, sem localização fixa estabelecida; criação de grupos de trabalho/comunidades de práticas com livre participação dos interessados; relatório internos periódicos elaborados pelos responsáveis das actividades; auto-avaliação periódica do projecto com avaliadores externos. 2.4 Assegurar que a difusão pública dos resultados do projecto, finais ou provisórios, só será efectuada após anuência do(s) parceiro(s) envolvido(s) na sua concepção. 3. Recursos técnicos 3.1 Assegurar estabilidade nos recursos técnicos afectos ao projecto. 4. Ajustamento da parceria 4.1 Proceder ao ajustamento da parceria, à saída ou entrada de novos parceiros, ou eventual revisão deste Acordo, nomeadamente se a avaliação do projecto o indicar como necessário.

Last update: 11-03-2008 dot Top


GESTÃO TOTAL E INOVAÇÃO EMPRESARIAL - GTIE CONSULTORES S.A.

(GTIE)
RUA DO PARQUE, 50 - E
-
P-2135-211-SAMORA CORREIA Benavente

Tel:+351263650860
Fax:263650869
Email:gestaototal@gestaototal.com

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Structure created to manage the DP
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:LEZIRIA DO TEJO
Date of joining / leaving:17-09-2004 /

Text available in

A Gestão Total foi criada em Agosto de 1994 e desde então tem vindo a consolidar a sua posição no mercado nacional de consultoria empresarial, nomeadamente junto das PME nacionais – o seu principal segmento alvo. Durante o seu percurso curricular, a Gestão Total tem vindo a sofrer progressivas alterações das respectivas áreas de actuação e de posicionamento face aos seus interlocutores mais directos – mercado, público-alvo, clientes e concorrência. A Gestão Total afirma-se como empresa líder no segmento de mercado da consultoria operacional da qualidade (preparação de empresas para a certificação). Esta liderança assenta, fundamentalmente, no número de projectos concluídos, número de dias de consultoria fornecidos e volume de facturação. A Empresa está certificada pela norma NP EN ISO 9001:2000 (SGS-ICS), em Consultoria em Estratégia, em Organização, em Sistemas de Gestão e Actividades de Formação relacionadas com a Actividade de Consultoria, e Acreditada pelo INOFOR para a área da Formação. A par das exigências de actualização e diversificação de serviços, a Gestão Total deu origem a um grupo de empresas com actividades em áreas tão diversificadas como o desenvolvimento de sistemas de informação (software), comercialização de sistemas de comércio electrónico, análises laboratoriais em produtos alimentares, certificação de sistemas de gestão, consultoria na área financeira e auditoria fiscal. Âmbitos da Intervenção: Consultoria Estratégica; Consultoria em Marketing; Produção, Organização e Métodos; Inovação e Gestão pelo Valor Marcação CE; Qualidade; Ambiente; Higiene e Segurança Alimentar; Higiene e Segurança no Trabalho; Consultoria em Gestão de Recursos Humanos; Formação. Projectos Realizados em Parceria: INOVALOR; PORTUGAL ESTRATÉGICO; BENCHMARKING e BOAS PRÁTICAS/BENCHMARKINDEX; PROGRAMA PME XXI



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Manuel Teles Fernandes Manuel +351263650860 mtf@gestaototal.com Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA PARA A ANÁLISE DO VALOR

(APAV)
CAMPUS DO INETI , EDIFÍCIO M1, ESTRADA DO PAÇO DO LUMIAR, Nº 22
-
P-1649-038-LISBOA Lisboa

Tel:+351965414209
Fax:217154183
Email:analisevalor@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:28-09-2004 /

Text available in

APAV, é uma associação sem fins lucrativos. Constituída em 1988, a associação tem vindo, desde então, a desenvolver actividades de promoção, divulgação e implementação do método Análise do Valor. Nos últimos anos a APAV ocupa-se de um conceito de âmbito muito mais abrangente, resultante da evolução da Análise do Valor, a Gestão pelo Valor, a qual preconiza a utilização de outras metodologias, para além da Análise do Valor, como sejam o QFD (Quality Function Deployment), o FMEA (Failure Mode Effects Analysis), CEF (Caderno de Encargos Funcional), FAST (Function Analysis System Technique), CCO (Concepção para Custo Objectivo), etc A APAV tem como missão exercer um esforço permanente de influência, tendo por objectivo Fazer Aplicar a Gestão pelo Valor ao promover a divulgação e a aplicação da Análise do Valor (AV) e da Gestão pelo Valor (GV), em todos os sectores da economia; promover a formação em GV; fomentar a difusão de informações sobre os meios, métodos e soluções para a resolução de problemas através das ferramentas da GV. A promoção da GV (Gestão pelo Valor) tem sido desenvolvida através da implementação de acções que, pelas mais-valias obtidas têm justificado a sua existência e perspectivado o seu crescimento e importância no futuro. Para tal, tem concorrido o esforço dos associados que têm sabido direccionar a actividade da APAV, aumentando cada vez mais a sua visibilidade e a presença da Gestão pelo Valor nas práticas correntes dos empresários portugueses. É objectivo da APAV difundir a importância da aplicação da metodologia/filosofia a todos os sectores de actividade pois, tradicionalmente associa-se o conceito Gestão pelo Valor a uma filosofia direccionada para a gestão industrial. A APAV participou e desenvolveu ao longo dos últimos anos, projectos europeus que se realizaram com a aprovação e apoio da Comissão Europeia, DG XIII. Nesses projectos, a APAV participou como entidade representante de Portugal em matéria de Análise do Valor, reconhecida pelas instituições da Comunidade Europeia. A APAV é reconhecida pelo IPQ – Instituto Português da Qualidade, como ONS–Organismo de Normalização Sectorial, constituiu ainda uma Comissão Técnica, a CT 149, no campo da Gestão pelo Valor. PROJECTOS REALIZADOS: - (Inovalor I,II,III (1998;1999;2000;2001) O projecto Inovalor iniciou-se em 1998, e foi estruturado com o objectivo de promover a componente Inovação nas PME, introduzindo metodologias e ferramentas de apoio ao processo de concepção de novos produtos, procurando, ao mesmo tempo, desenvolver uma cultura de inovação nos vários domínios das empresas, condição indispensável para o seu contínuo fortalecimento, quando não mesmo da sua sobrevivência, face a uma concorrência crescentemente agressiva. - Projecto: MODERNIZAR @ CCRLVT: O projecto MODERNIZAR @ CCRLVT, da CCR- LVT (Comissão de Coordenação da Região de Lisboa e Vale do Tejo) tem como objectivos globais inovar, melhorar a qualidade e aumentar a produtividade daquele organismo da



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
João Pedro Ribeiro da Cruz Laia Franco João +351965414209 analisevalor@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Associação Portuguesa dos Industriais de Mármores, Granitos e Ramos Afins (ASSIM

(ASSIMAGRA)
R Aristides Sousa Mendes, 3 - BLisboa
-
P-1600-412-LISBOA Lisboa

Tel:+351217121930
Fax:217121939
Email:-

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Employers' organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:28-09-2004 /

Text available in

A sua missão é a de: Contribuir para o desenvolvimento tecnológico e económico do sector. Intervir de uma forma consolidada e estruturada junto dos organismos oficiais, em defesa e representação do sector. Promover o contacto entre os associados e a sua actuação comercial conjunta, aproveitando sinergias e potenciando a capacidade de actuação comercial no mercado. Promover o contacto e a interligação com organismos e associações representativas dos sectores a montante e a jusante do sector. Promover a colaboração com organismos congéneres nacionais e estrangeiros. A Assimagra constitui, assim, o organismo capaz de analisar, desenvolver respostas e propor orientações que auxiliem o sector, enquanto um todo, e as empresas, individualmente, a preparem-se permanentemente para uma actuação eficaz e rentável no mercado. PROJECTOS: A Assimagra tem em desenvolvimento, em conjunto com o IGM, o projecto "Acções de Melhoria do Desempenho Ambiental do Sector das Pedras Naturais" que assentou numa candidatura à medida de Parcerias e Iniciativas Públicas do POE (actual PRIME). O projecto de Parceria e Iniciativa Pública de "Promoção da Fileira dos Materiais de Construção", está a ser desenvolvido em conjunto com o ICEP e com as associações representativas de materiais de construção com expressão a nível da exportação: pedra, madeira, cortiça, cerâmica e metalúrgicos Enquadrado na iniciativa "PME Digital", a Assimagra está envolvida no projecto RIAT-Redes de Informação e Assistência Técnica, em conjunto com a AIP-Associação Industrial de Portugal, associações sectoriais da Madeira, Curtumes, Cerâmica e de empresas de Tecnologias Ambientais, associações regionais e parceiros tecnológicos e científicos (Universidade Nova de Lisboa). Programa da responsabilidade do IEFP - Instituto de Emprego e Formação Profissional, proporciona consultoria, formação e apoio à gestão de pequenas empresas (até 49 trabalhadores), com vista ao reforço da sua capacidade competitiva e qualificação do emprego. Está em fase adiantada de lançamento nalgumas Empresas do sector um projecto designado CAD - Círculos de Aprendizagem e Desenvolvimento. O objectivo do projecto - que se pretende inovador ao nível nacional - é constituir redes de conhecimento para a valorização e melhoria das Empresas e das pessoas que nelas trabalham. As áreas de intervenção dizem respeito a questões relativas a: - Ambiente - Licenciamento industrial - Formação Profissional - Legislação Comercial e Laboral



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Luís Miguel da Rosa Goulão Freire Luís +351217121930 mgoulao@assimagra.com Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


CEVALOR-Centro Tecnológ. para o Aproveita. e Valoriz. da Rochas Orna. e Industr.

(CEVALOR)
Estrada Nacional 4 - km 158 - Apartado 48Borba
-
P-7150-000-(Desconhecida) Borba
-

Tel:+351268891510
Fax:268891529
Email:geral@cevalor.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:08-10-2007 /

Text available in

O CEVALOR - Centro Tecnológico para o Aproveitamento e Valorização das Rochas Ornamentais e Industriais, é uma Associação de Utilidade Pública, criada no âmbito do Decreto Lei n.º 249/86 de vinte e cinco de Agosto, tendo a sua sede em Borba. Constitui o seu objectivo o estudo e desenvolvimento de iniciativas que permitam concretizar a ligação entre as actividades de investigação, transferência tecnológica, demonstração, prestação de serviços, ensino, formação e informação, no âmbito das Rochas Ornamentais e Industriais. Exerce a sua actividade visando nomeadamente, a criação de infra-estruturas técnicas e tecnológicas de apoio à actividade industrial do sector, o desenvolvimento de actividades de formação, divulgação, marketing e investigação, a caracterização de produtos e materiais, o lançamento de acções que contribuam para a exploração optimizada dos recursos naturais, a modernização e introdução de novas tecnologias nas unidades industriais, o aumento da competitividade e da produtividade industrial, a expansão do universo de utilização das rochas ornamentais e a sua valorização na aplicação.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Nelson Manuel Matllde Cristo Nelson +351965239893 nelson.cristo@cevalor.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

VALOR-IN VALORIZAR PARA INOVAR(A NORMA DE RH NA INOVACAO E COMPET. ORG.)

Rationale

Text available in

- Os pontos fortes identificados indicam a existência de certificações nas áreas da qualidade e ambiente e existência de sistemas internos de SHT (indicativo de experiência existente em sistemas de gestão, sua implementação e manutenção); o cumprimento de requisitos legais no que refere à formação e execução do balanço social; a existência de práticas básicas na área da GRH, incluindo algumas ferramentas e mecanismos de controlo de gestão da área de RH, cuja existência indica predisposição para a implementação de sistemas mais avançados e completos. As principais oportunidades incidem sobre: predisposição para a melhoria; existência de algumas ferramentas de GRH e processos de certificação já em curso; interesse por novos métodos de gestão; reconhecimento geral do estado actual e necessidades ao nível da GRH e existência clara de caracterização do estado ideal., - Os principais pontos fracos identificados são: inexistência de pensamento e visão estratégicos na GRH e aplicação das suas ferramentas fundamentais; inexistência de sistemas de GRH formais, estruturados e a funcionar de forma regular; falta de metodologias organizadas e ferramentas aplicadas de forma ininterrupta à GRH; falta de competências na área da GRH, verificável através da falta de funções/estruturas de apoio formais para a GRH; falta de visão a longo prazo no que concerne à GRH e à implicação prática das lacunas já referidas. As principais ameaças são: baixa participação das entidades nos projectos individuais; barreiras à mudança interna e formas de gestão das entidades; baixa motivação para a partilha de práticas com outras entidades envolvidas; interrupção do processo ou sua descontinuidade após término dos projecto.

dot Top


Objective

Text available in

O projecto Valor-In – Valorizar para Inovar - A norma de Recursos Humanos na Inovação e Competitividade Organizacional, pretende difundir e consolidar métodos e técnicas de gestão profissionais e perspectivas de desenvolvimento estratégico que tomem as pessoas como uma unidade integrada de sentimentos, emoções, valores e raciocínios que interagem simultaneamente em contexto organizacional, sendo-lhes reconhecido protagonismo e acção estratégica, logo, capacidade de criar saberes únicos que acrescentam valor ao negócio das empresas. Na prossecução desse grande objectivo, pretende-se testar um modelo de implementação da Norma de Gestão de Recursos Humanos NP 4427 num projecto-piloto aplicado maioritariamente ao Sector da Pedra Natural. A referida Norma é um recurso inovador, inspirado num modelo base da GESTÃO TOTAL (participante na PD) e desenvolvido pela própria, pela comissão técnica da Norma e pela APAV- Associação Portuguesa para a Análise do Valor (participante na PD). O projecto envolverá a troca de experiências no sentido da assimilação de boas práticas e resultados da implementação da Norma Investors in People – esta Norma tem sido implementada, no Reino Unido, ao longo dos últimos 12 anos, fornecendo reais benefícios a pequenas, médias e grandes empresas de variados sectores. Existem mais de 34 mil organizações reconhecidas no Reino Unido que empregam mais de 27% dos seus activos, e cada uma delas beneficia da Norma de alguma forma. O sector da Pedra Natural é um sector extremamente necessitado e com elevado potencial de intervenção por apresentar uma forte resistência à mudança e à inovação nas formas de organização do trabalho, de acordo com um trabalho do CEVALOR (Centro Tecnológico para o Aproveitamento e Valorização das Rochas Ornamentais), Estudo Estratégico Prospectivo 2004 - 2006. Com base nos resultados obtidos, os principais objectivos do projecto são: tornar a Indústria da Pedra Natural e outras indústrias mais competitivas e dotadas com capacidade de adaptação às constantes mudanças, através da Gestão dos RH; melhorar a motivação através de um maior envolvimento, desenvolvimento pessoal e reconhecimento de objectivos; reduzir custos e desperdícios: fazer com que trabalhadores especializados e motivados contribuam positivamente para a redução de custos; promover o desenvolvimento de metodologias, técnicas e instrumentos que possibilitem maior eficiência e qualidade organizacional; criar condições facilitadoras para maior e melhor integração dos trabalhadores desfavorecidos (mulheres; trabalhadores com baixa escolaridade); criar competências técnicas especializadas para a implementação de um sistema de Gestão dos Recursos Humanos; avaliar o impacto da aplicação das metodologias nas empresas participantes. O projecto contará com 6 empresas beneficiárias– quatro seleccionadas directamente do sector e duas fora do sector para funcionarem como grupo de controlo em relação às primeiras.

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics