IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 www.rotasdeceramica.pt - Cerâmica - Turismo Industrial, Científico e Cultural ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : Centro de Formação Profissional para a Indústria de Cerâmica
Other national partners : APICER - Associação Portuguesa da Indústria de Cerâmica
Airo - Associação Industrial da Região Oeste
Direcção Geral do Turismo
Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha
FEDERAÇÃO SINDICATOS INDUSTRIAS CERAMICA CIMENTO VIDRO DE PORTUGAL
Faianças Artísticas Bordalo Pinheiro, Lda
MUNICIPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ
Municipio de Barcelos
Raul da Bernarda & Filhos Lda.
VISTA ALEGRE ATLANTIS, S. A.
EQUAL theme :Adaptability - Adaptation to change and NIT 
Type of DP :Sectoral - Industrial 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2001-186 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :26-09-2002 
Last update :02-05-2007 
Monitoring: 2002  2003   

Rationale

Text available in

The Project is one of the direct results of a PhD Thesis of the coordinator, carried out during the last six years and finished in April 2002 in the ISEG/UTL, using the tools of the strategic prospective, that after a diagnosis of the history and the trajectory of the sector in the last 15 years, allowed to anticipate probable, possible, desirable and frightful scenarios in the horizon of 2010/2015. In this framework and having in account all the knowledge received from the involving local and external reality, as well as the analysis of the actions of the main actors of the sector and its context (for this purpose 300 interviews and meetings of brain storming have been made), it was possible to define optimistic scenarios that lead to acting in this domain of widening the value chain for the sector. This strategy will allow to support the companies of the sector as well as improving the activity of the workers, widening their expectations and making possible new areas of activity that improve the work conditions and value the tasks, giving them a new social and cultural content. Along this empirical inquiry the following strenghts, weaknesses, threats and opportunities for the Portuguese ceramic industry have been detected, supporting the project of creation of rotasdeceramica: Strenghts: Accessibility and easy domain of the technology available internationally; (still) competitive prices in function of (still) low costs of labour and low labour level of conflicts; good image at the consumers (intermediate) and good trading relationships, human resources overall flexible and with potential (high capacity of improvisation and change - skilled manpower) weaknesses: Absence of strategical thought and global vision and difficulty or incapacity to anticipate the changes and the trends of the markets, low productivity of labour, lacks at the organisation level of the companies and the motivation of the workers; concentration of the companies on the raw materials and equipments, equipment and of central offices of purchases, wholesalers, fashion, mass media, also of the production, traditional growth of the sector on the basis of the cheap man power, dependence in relation to foreign technology, and obsolete processes of production in a great number of companies, difficulty in the reply to the competitiveness of the external producers, current dimension of the companies of the sector and excess of installed productive capacity, forms of incipient association and cooperation in the sector and incapacity of creating a cluster. or "distrito industrial", people drain of qualified young man power for the fact that the work is not considered attractive, inexistent or incipient R&D for application in the sector and incapacity to generate innovation of form supported in the products and the processes, impossibility or incapacity to improve dramatically the productivity of this mature sector, which has a certain many controls (formal and legislative) in the functioning of the labour market, gaps in the area of the services that compose the value chain (commercialisation, design, quality, marketing, development of the product and its promotion). Threats: Increases in the measures of protection of labour and environmental issues, gradual increase of the wages and reduction of the time of work, outplacement of the production for countries of cheap man power, with increasing equalisation of the quality and other conditions of sale in relation to alternative markets, incapacity to compete in the electronic commerce, liberalization of the markets in Europe and the world and exempted circulation of merchandises (OMC), better design and image of the products manufactured by European competitors, in Europe or not, production nay be made by man power proceeding from emerging industrialised countries . Opportunities: Change of consumption habits and proliferation of market niches, where it is possible to create brand awareness of Portuguese ceramics in the international market with betting in formulas of industrial tourism or economic discovery, with access to a great market, supported by infrastructures of transport and modern communications, where some niches will appear that can be filled by the national productions, on the basis of the promotion of factors of competitiveness relatively to our competitors outside Europe (the flexibility and speed of commercial actions on the absence of borders), increase of the standards of living and lower bank interests, quick growth of the international trade of goods, services and technology, in sector of the ceramic industry in the remaining producing and consuming European countries, flexibility of the labour legislation, place of the country in a central position in the basin of the Atlantic as potential advantage for the industrial operators who simultaneously want to access, from the same point, the markets of Europe and America, both for certain type of components and end items; market for private collections, seasonal campaigns (Christmas, field, beach, mountain, vacation, etc.); increasing financial availabilities in fair share of the senior population; production focused on the customer and increase of franchising and merchandising systems in tourist points or commercial zones, including the use of existing platforms in the country and abroad (museums, hotels, airports, etc.), trend for reduction of the taxes in sectors of intensive labour, with subventions in the area of recovery of cultural heritage (Measures that are included in the European strategy for jobs), intensive use of the information technologies and new raw materials, following the changes in the productive processes as well as in the use of the end items. In this direction some basic normative actions are enumerated to make sense of a coherent strategic action for the sector, which in a broad analysis means: - Captation of customers/ coproducers through platforms of flexible production opened to the public, integrated in nets combining diverse formulas of thematic tourism of quality (industrial tourism, rural tourism, cultural and scientific tourism, tourism of economic discovery, etc.) or in cultural, social, sportive and regional events, as well as of international creators and promotion of experiences of codesign for better use of the unique national productive conditions (small productions of high quality, just-in-time), contributing for the increase of the critical mass in the country in the area of products for the habitat, for cultural activities and leisure, etc.; promotion of the intensive use of the Information Technology, with a view to increase the competitiveness of the companies of the sector, to widen its markets and to give flexibility to its functioning; incentive and support to the enterprise strategies of economic intelligence of the sector in relation to the main competing and consuming markets, with the intention of anticipating the transformations in the markets (of the operators and the tastes of consumers); measures of incentive to the linkages between the industrial activity in the sector with the SNCT, promoting the innovation in the products, the processes and the enterprise organisation, the picture of a consistent process of R&D and economic politics strengthening the SME's in connection to activities of high added value or difficult to outplace; measures of industrial/entrepreneurial politics of promotion of cooperation between companies of the sectors of traditional industries, as it is the case of ceramics, with a vision of cluster. or "distrito industrial" in relation to a bigger value chain (habitat, building, cultural activities, etc.); legislative measures that impose the financing of artistic workmanship (in ceramics as well as other materials) in the case of urban investments or of public building of a total building cost higher than a certain amount (this measure exists in other European countries), offer of productive activities of cultural and anti-stress content, in models of work of easy implementation (including the possibility of part time). Based upon this diagnosis and strategy it is confirmed the impact and reach of this project, so that in a structuralized and coherent form, it is integrated in the European Strategy of Jobs, making it possible the enrichment of the tasks of the sector as well as allowing a durable and sustainable development of this activity and others connected to it, as well as of the regions where ceramics is to be found, which in the case of Portugal includes great part of the territory. In phase 1 of the project, a research was made (with a launching of an inquiry structuralized to all the companies of the sector, city councils of counties with importance in the ceramic activity, museums with ceramic collections and regions of tourism); from that, 78 answers of interested entities have been received (35 companies, 26 Town Halls, 7 regions of tourism, 10 museums). Several meetings with these entities took place to advance the objectives of the project. The majority of the respondents showed their interest in the development of the project, as well as in the creation of rotasdecerâmica., acknowledging that this project corresponds to a lack for each entity, and showing great interest in participation in the project.

dot Top


Objective

Text available in

Facing the growing problems of the companies of the traditional sectors in what concerns competitiveness, productivity and product and industry awareness and as a planned answer for future problems of reduction and outplacement of companies that is happening in other European countries, this project aims to give higher value to the ceramic sector in a multidisciplinary and holistic way. Following innovative and creative experiences that have been developed in several countries addressing problems previously mentioned, making possible the maintenance of companies of these traditional sectors and developing the activity and jobs in the regions where the productive units are located, the Project is first of all bound to value and to promote ceramics and the work that is carried out through these companies, widening the respective value capture in the chain of value. The project will also intends valuing the innovative activities in the companies or clusters of PME's and "ateliers" of handicrafts , developing the skills of new information and communication technologies , namely the use of the InterNet and e-commerce, as well as the defense and promotion of the cultural heritage of the regions. Finally, the project (even for the involved partners and the transnational partnership) will be able to bind very diverse realities, from the ceramic activity (craft and industrial), to all the activities of the local communities, from culture (museums, fairs, expositions), tourism (food, hotel industry, increases of the activity of other sectors in the domain of the habitat), societal issues (valuation of activities for the aged, unemployed, handicaped, people with low qualifications) to logistics (valuation of road, railroad and aerial access), etc..

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Guidance, counselling **
Training **
Training on work place ***
Work placement *
Job rotation and job sharing **
Employment aids (+ for self-employment) **
Employment creation and support **
Training of teachers, trainers and staff *
Conception for training programs, certification **
Anticipation of technical changes ***
Work organisation, improvement of access to work places **
Guidance and social services *
Awareness raising, information, publicity **
Studies and analysis of discrimination features *

Type of innovation Rating
Process-oriented **
Goal-oriented ***
Context oriented **

Text available in

Pretende dar uma nova dimensão aos produtos e à actividades do sector cerâmico (toda a cadeia de valor) acrescentando-lhe valor através da ligação a uma nova imagem de produto manufacturado com forte conteúdo imaterial, preparando a sua transição para o novo paradigma do conhecimento e da co-produção. Pretende-se simultaneamente valorizar o trabalho manual (fabril ou artesanal), aumentando-lhe a capacidade competitiva, concorrencial e imagem em relação aos países de mão-de-obra barata, dando-lhe também uma dimensão cultural e afectiva, abrindo novas áreas de negócio. O turismo industrial cria um posto de trabalho permanente por cada 8.000 visitantes a empresas, para além do facto de que uma visita, que dura normalmente duas a três horas a uma empresa, contribui com, pelo menos, mais 1/2 dia de estadia de cada visitante numa determinada localidade ou região onde exista essa atractivo. Estes são alguns dos efeitos directos, para além do incremento das vendas dos produtos dessa empresa visitada e do valor percebido. Geram-se efeitos indirectos ou induzidos como a melhoria da imagem da marca e da empresa (país), uma nova forma de comunicação empresarial, a demonstração dos saber-fazer existentes na empresa, a motivação do seu pessoal, em suma, a valorização do trabalho nessa empresa, participando igualmente no desenvolvimento económico local. Por isso, certos autores, que têm estudado o tema do turismo industrial e do desenvolvimento regional e local, podem afirmar que "as sociedades ocidentais interessam-se cada vez mais com os vestígios, os saber-fazer e os objectos da civilização industrial"(Pascal Cuvelier). Pretende-se criar oportunidades de emprego e de criação de riqueza para pessoas com baixas qualificações ou ameaçadas a prazo com o desemprego, bem como captar jovens à procura de 1º emprego num sector que tem vindo a ficar desprestigiado socialmente. Igualmente pretendem-se experimentar novos dispositivos de formação flexível, on-job e à distância, que enriqueçam as competências dos participantes e dos trabalhadores que os envolvem ou enquadram. O objectivo mais vasto é de antecipar as mutações tecnológicas e organizacionais que se perspectivam (e que já ocorreram nos países mais desenvolvidos) e transformar as empresas em verdadeiras organizações qualificantes, que não excluam os trabalhadores com maiores dificuldades de melhoria das competências. Uma das formas mais actuais de acrescentar valor aos produtos é associar-lhe EXPERIENCIAS. A experiência de visitar uma fábrica, o seu museu, a região, é um factor de ligação efectiva e afectiva ao produtor cerâmico, constituindo-se como elemento essencial do projecto numa perspectiva de marketing e de sustentabilidade do sector e dos sectores afins.

dot Top


Budget Action 2

250 000 – 500 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  8.3%  8.3% 
Employed  41.7%  41.7% 
Others (without status, social beneficiaries...)  0.0%  0.0% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  0.0%  0.0% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  50.0%  50.0% 
  100.0%
 
Physical Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Illness  0.0%  0.0% 
Population not suffering from a disability  50.0%  50.0% 
  100.0% 
 
Substance abusers 0.0%  0.0% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.0% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  0.0%  0.0% 
Without such specific discriminations  50.0%  50.0% 
  100.0% 
 
< 25 year  12.5%  16.7% 
25 - 50 year  25.0%  25.0% 
> 50 year  12.5%  8.3% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Support to entrepreneurship ***
Discrimination and inequality in employment *
Disabilities *
Low qualification **
Unemployment **

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Developing collective responsibility and capacity for action
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português
  • português
  • français
  • English

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.3%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
2809 Patrimoine et développement des territoires FR NAT-2001-10683
IT IT-G-SIC-057
IT IT-S-MDL-109

dot Top


Background

 

 Involvment in previous EU programmes

  • One partner involved in A&E

dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
Centro de Formação Profissional para a Indústria de Cerâmica Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
APICER - Associação Portuguesa da Indústria de Cerâmica
Airo - Associação Industrial da Região Oeste
Direcção Geral do Turismo
Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha
FEDERAÇÃO SINDICATOS INDUSTRIAS CERAMICA CIMENTO VIDRO DE PORTUGAL
Faianças Artísticas Bordalo Pinheiro, Lda
MUNICIPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ
Municipio de Barcelos
Raul da Bernarda & Filhos Lda.
VISTA ALEGRE ATLANTIS, S. A.

dot Top


Agreement Summary

Text available in

The partnership is coordinated by CENCAL. There are several members of staff from various departments working on the project, and the manager who conceived the project holds the strategic and operational coordination of activities. All partners take part in all phases and levels of decision, through regular meetings that take place in each project and the decisions are reached by consensus or majority, although in what concerns financial responsibilities the rules of public accountancy and EU funds management are strictly followed. All projects shall follow the tasks planned, under the coordination of CENCAL, that bears the responsabilty of reporting the devellopment of the partnership progress and reporting to GGEQUAL. In what concerns the project management and implementation, according to the information provided by each partner, there is an equilibrium in both sex genders, without any form of discrimination in participation. According to the divisions of responsibility established, there was a strong concern towards sharing the assignements in agreement with the skills of each partner, allowing a continous interaction between all partners and the final beneficiaries of the project, that are also represented in some of the partners (enterprise associations, labour unions and Town Halls). Since one of the aims of the project is the foundation of an open net of Information Technologies through Internet, the project shall benefit from an open walls policy and from the skills that are provided by the international partnership "Patrimoine et dévelloppement des territoires", that also addresses these concerns. A permanent and active connection between all members in assured by a the installation of an internet terminal in each partner.

Last update: 02-05-2007 dot Top


Centro de Formação Profissional para a Indústria de Cerâmica

(CENCAL)
Rua Luís Caldas
-
P-2500-817-CALDAS DA RAINHA Caldas da Rainha

Tel:+351262840110
Fax:262842224
Email:-

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Education / training organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:OESTE
Date of joining / leaving:25-01-2005 /

Text available in

CENCAL – Centro de Formação Profissional de gestão participada, criado em 1981 para apoiar o sector industrial da cerâmica, dispondo de instalações modelares nas Caldas da Rainha desde 1985 para ministrar formação profissional inicial para jovens e desempregados e formação profissional contínua para activos ou desempregados. Transversal e regionalmente abrange nas suas acções de formação outros sectores de actividade com relevo no Litoral Oeste. Presta ainda apoio técnico e tecnológico ao sector da indústria cerâmica, possuindo um Laboratório devidamente acreditado e certificado.. No projecto EQUAL o CENCAL desempenhará o papel de coordenador, sendo responsável pela preparação do dossier de candidatura, animação da P.D., gestão dos recursos, contactos com os futuros parceiros adicionais. Missão do CENCAL: Segundo a política de qualidade definida no respectivo manual o CENCAL tem a seguinte missão: - Formação e consultoria para a valorização dos recursos humanos e das empresas, em especial do sector Cerâmico. Visão: - Ser reconhecido como uma referência na sua actividade. Objectivos - De acordo com a sua Política da Qualidade, o CENCAL tem os seguintes objectivos: - O CENCAL propõe-se satisfazer as necessidades dos seus clientes actuais e potenciais, através de uma comunicação aberta com a envolvente económica e social e da optimização dos processos e recursos. - O CENCAL empenha-se no cumprimento dos requisitos do sistema de gestão da qualidade e na melhoria contínua da sua eficácia, com suporte nos seus Princípios. - A partilha de conhecimentos e técnicas de valor acrescentado é a via de diferenciação estratégica do CENCAL. Princípios: - Manter um conhecimento actualizado do sector cerâmico; - Recorrer a profissionais competentes e empenhados; - Oferecer produtos formativos adequados às necessidades dos clientes; - Proporcionar respostas personalizadas e flexíveis; - Apoiar a inovação empresarial; - Incentivar a aprendizagem permanente; - Ter um comportamento ético nas relações com clientes externos e internos.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
José Luís de Almeida Silva José +351262840113 jla.silva@cencal.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


APICER - Associação Portuguesa da Indústria de Cerâmica

(APICER)
Rua Coronel Veiga Simão Edifício C
-
P-3020-053-COIMBRA Coimbra

Tel:+351239497600
Fax:
Email:info@apicer.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Employers' organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:BAIXO MONDEGO
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

Representa em termos patronais os subsectores da cerâmica estrutural; de acabamentos; louça sanitária, utilitária e decorativa e cerâmicas especiais. A missão assume três vertentes: - A nível institucional apresenta-se disponível e relaciona-se na base de reciprocidade, representando a indústria cerâmica; - Ao nível dos seus associados, procura ser útil e necessária à melhor gestão das empresas e à salvaguarda dos interesses da cerâmica portuguesa; - Ao nível do público em geral, impõem-se-lhe informar mais para que conheça melhor o que é a indústria cerâmica e o que produz. Objectivos gerais: - Promover, representar e prestigiar a indústria ceâmica; - Apoiar os associados na defesa e na promoção dos seus interesses empresariais (jurídicos, laborais, técnicos, económicos e de mercados; - Tratar e divulgar a informação - Dinamizar a cooperação entre os seus associados - Participar e promover reuniões nacionais e internacionais no âmbito das federações europeias TBE, CET, FEPF e FECS.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
José Luís Sequeira José +351239497600 jsequeira@apicer.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


Airo - Associação Industrial da Região Oeste

(AIRO)
Rua Infante D. Henrique - Edificio Empresarial do Oeste
-
P-2500-218-CALDAS DA RAINHA Caldas da Rainha

Tel:+351262841505
Fax:262834705
Email:airo.oeste@netvisao.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:OESTE
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

Associação Industrial da Região do Oeste, entidade sem fins lucrativos para o apoio aos associados, na resolução dos problemas dos diversos sectores de actividade.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Joaquim Beato Joaquim +351262889120 airo@aito.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


Direcção Geral do Turismo

(DGT)
Avenida António Augusto de Aguiar, 86
-
P-1069-021-LISBOA Lisboa

Tel:+351213586400
Fax:
Email:dgturismo@dgturismo.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

A DGT coloca ao serviço do projecto a sua representante e os técnicos do seu serviço que forem julgados convenientes e necessários, dentro das disponibilidades do serviço.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Maria Elisa Fernandes de Almeida Maria +351213301108 dgturismo@dgturismo.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha

(ESTGAD)
Rua Isidoro Inácio Alves de Carvalho
-
P-2500-321-CALDAS DA RAINHA Caldas da Rainha

Tel:+351262830900
Fax:262830904
Email:-

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:University / Research organisation
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:OESTE
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

A ESTGAD está essencialmente vocacionada para o ensino da Arte, do Design e das Tecnologias, criada em 1988, iniciou as suas actividades em 1990. Até 1998, a ESTGAD conferia o grau de bacharel nos cursos de Design Industrial, Design e Tecnologias para a Cerâmica, Design e Tecnologias Gráficas/Multimedia, Artes Plásticas e Tecnologias da Informação Empresarial. A partir de 1998, com a criação dos cursos bietápicos de licenciatura, procedeu-se a uma reorganização, dos cursos ministrados, em dois ciclos, conduzindo o 1.ºciclo, ao grau de bacharel e o 2.º, ao grau de licenciado Como estabelecimento do ensino superior público integrado no IPL, tem por missão proporcionar uma sólida formação cultural e técnica de nível superior, desenvolver a capacidade de inovação e de análise crítica e ministrar conhecimentos científicos de índole teórica e prática e suas aplicações com vista ao exercício de actividades profissionais nas áreas das Artes, do Design e das Tecnologias.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
José Frade José +351262830900 jfrade@estgad.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


FEDERAÇÃO SINDICATOS INDUSTRIAS CERAMICA CIMENTO VIDRO DE PORTUGAL

(FSICCVP)
Rua dos Douradores, 160
-
P-1100-207-LISBOA Lisboa

Tel:+351218818574
Fax:218818599
Email:ceramica@mail.sitepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Trade Union
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

Objectivos: - Organizar os trabalhadores para a defesa dos seus direitos colectivos e individuais; - Promover, organizar e apoiar acções conducentes à satisfação das reivindicações dos trabalhadores, de acordo com a sua vontade democrática; - Alicerçar a solidariedade e a unidade entre todos os trabalhadores, desenvolvendo a sua consciência democrática, de classe, sindical e política; - Defender as liberdades democráticas, os direitos e conquistas dos trabalhadores e das suas organizações, combatendo a subversão do regime democrático, e reafirmando a sua fidelidade ao projecto de justiça social iniciado com a revolução de Abril; - Desenvolver um sindicalismo de intervenção e transformação c/a participação dos trabalhadores na luta pela sua emancipação e pela const. de uma sociedade mais justa e fraterna sem exploração do homem pelo homem; - Desenvolver os contactos e ou cooperação com as organizações sindicais. Intervenção: trabalhadores Cerâmica, Cimento e Vidro, a nível nacional



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Fátima Messias Fátima +351218818574 ceramica@mail.sitepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


Faianças Artísticas Bordalo Pinheiro, Lda

(Bordalo Pinheiro)
Rua Rafael Bordalo Pinheiro, 53 - Caldas da Rainha
-
P-2500-246-CALDAS DA RAINHA Caldas da Rainha

Tel:+351262839380
Fax:262839381
Email:a.janeiro@fabordalopinheiro.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Enterprise
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:OESTE
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

Empresa histórica de Faianças Artísticas, com produção de louça utilitária e decorativa. Realçando o plano cultural e no âmbito museológico, faz reproduções, exposições temáticas e visitas á casa museu São Rafael, da qual é proprietária.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Elsa Maria da Silva Rebelo Elsa +351932893548 jorge.serrano@fabordalopinheiro.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


MUNICIPIO DE REGUENGOS DE MONSARAZ

(CMRM)
Praça da Liberdade
-
P-7200-370-REGUENGOS DE MONSARAZ Reguengos de Monsaraz

Tel:+351266508040
Fax:266508059
Email:geral@cm-reguengos-monsaraz.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

Concelho c/ 11.400 Habitantes ( Censos 2001 ) dados preliminares Freguesias - Campo - 839 Corval - 1570 Monsaraz - 977 Reguendo de Monsaraz- 7069 Campinho-904 Área-474 km Agricultura-Vinha e Olival Artesanato-Olaria, tecelagem, mobiliário alentejano



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Ana Paula Ramalho Amendoeira Ana +351266508040 cmrm.cultura@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


Municipio de Barcelos

(CMB)
Largo do Município
-
P-4750-323-BARCELOS Barcelos

Tel:+351253809600
Fax:253821263
Email:geral@cm-barcelos.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:CAVADO
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

A Câmara Municipal de Barcelos é uma entidade que se caracteriza pela intervenção no desenvolvimento equilibrado do concelho nas suas multifacetadas vertentes, educação, cultura, património, desporto e tempos livres, comunicação, transportes, saneamento e salubridade, abastecimento de água, urbanismo, defesa do meio ambiente, etc. No concelho há um conjunto importante de unidades industriais e artesanais no campo da cerâmica. A autarquia possui e dinamiza o Museu da Olaria.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Maria Cláudia Milhazes Maria +351253824741 info@museu-olaria.rtc.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


Raul da Bernarda & Filhos Lda.

(RB Bernarda)
Ponte D. Elias - P.O. Box 39
-
P-2460-082-ALCOBAÇA Alcobaça

Tel:+351262590600
Fax:262590601
Email:joao.marques@rb-bernarda.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Enterprise
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:OESTE
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

Missão: Servir os seus Clientes (Internos, Externos e o Meio Envolvente) através de produtos de cerâmica decorativa de qualidade que dignifiquem a Empresa e a Sociedade, não descurando a vertente social. Visão: Ser reconhecida, pelos seus Clientes, como uma Empresa com preocupações sociais e como marca de qualidade e de prestígio, isto é, ser vista como Empresa Líder no Sector. Áreas de Intervenção: Envolvente local, regional e Internacional.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
João Pinto Marques João +351262590600 joao.marques@rb-bernarda.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top


VISTA ALEGRE ATLANTIS, S. A.

(Vista Alegre)
LUGAR DA VISTA ALEGRE
-
P-3830-133-ÍLHAVO Ílhavo

Tel:+351234320600
Fax:234320782
Email:vista.alegre@vaa.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Enterprise
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:BAIXO VOUGA
Date of joining / leaving:08-07-2002 /

Text available in

A Fábrica de Porcelana da Vista Alegre é a fábrica-mãe de um grupo de empresas que constituem o maior grupo nacional de tableware e sexto maior grupo mundial do sector- o Grupo Vista Alegre Atlantis. Esta fábrica é a maior produtora nacional de porcelanas, cuja marca detém grande tradição de consumo, devido em parte aos seus 178 anos de existência. Com a fusão uniram-se duas das mais prestigiadas marcas portuguesas, que, além de líderes de mercado em Portugal, são também instituições que já fazem parte do património nacional como sinónimos de excelência e de inigualável qualidade, estando presentes em muitos milhares de lares nacionais e estrangeiros com várias marcas. Situada num lugar histórico, esta Fábrica tem como um dos seus principais projectos a criação de um Centro de Visitas. Com este projecto propõe-se dinamizar o lugar da Vista Alegre na sua vertente turística e paralelamente, valorizar a actividade industrial.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Liliana Cachim Liliana +351234320600 liliana.cachim@vaa.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 02-05-2007 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

WWW.ROTASDECERAMICA.PT - CERAMICA - TURISMO INDUSTRIAL, CIENTIFICO E CULTURAL

Rationale

Text available in

O projecto é um dos resultados directos dum processo de doutoramento do coordenador, realizado nos últimos seis anos e concluído em Abril de 2002 no ISEG/UTL, utilizando as ferramentas da prospectiva estratégica, que permitiu, depois dum diagnóstico aprofundado da história e da trajectória do sector nos últimos 15 anos, antecipar os cenários prováveis, possíveis, desejáveis e temíveis num horizonte de 2010/2015. Neste sentido e tendo em conta todo o conhecimento obtido a partir da realidade local e da envolvente externa, bem como da análise da acção dos principais actores do sector e da sua envolvente (para o que foram feitas mais de 300 entrevistas e reuniões de brain stormimg), foi possível definir um conjunto de situações que configuram os cenários mais optimistas, que levam a uma actuação neste domínio de alargamento da cadeia de valor para o sector. Esta estratégia permitirá sustentar as empresas do sector bem como potenciar a actividade dos trabalhadores, alargando-lhes as suas expectativas e possibilitando novas áreas de acção que melhorem as condições de trabalho e valorizem as tarefas dando-lhe um novo conteúdo social e cultural. Ao longo desta investigação empírica foram detectadas os seguintes pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades para a indústria cerâmica portuguesa, que servem de suporte ao projecto de criação das "rotasdeceramica: Pontos fortes: Acessibilidade e domínio fácil da tecnologia disponível internacionalmente; (ainda) preços competitivos em função do (ainda) baixo custo da mão-de-obra e baixa conflitualidade laboral; boa imagem junto dos consumidores (intermédios) e boa relação comercial(?), recursos humanos na generalidade flexíveis e com potencial (alta capacidade de improvisação e de mudança - mão-de-obra habilidosa) Pontos fracos: Ausência de pensamento e de visão estratégica global e dificuldade ou incapacidade para antecipar atempadamente as mudanças e as tendências dos mercados, baixa produtividade da mão-de-obra, carências ao nível da organização das empresas e da motivação dos trabalhadores, concentração dos actores a montante(matérias-primas, equipamentos) e a jusante (centrais de compras, intermediários, inspiradores da moda, media, etc. ) da produção, crescimento tradicional do sector com base na mão-de-obra barata, dependência em relação à tecnologia estrangeira e processos de produção obsoletos em grande número de empresas, dificuldade na resposta à agressividade dos mercados produtores externos, dimensão actual das empresas do sector e excesso de capacidade produtiva instalada, formas de associativismo e de cooperação incipientes no sector e incapacidade de constituição dum "cluster" ou "distrito industrial", fuga da mão-de-obra jovem qualificada pelo facto do trabalho ser pouco atractivo, I&D inexistente ou incipiente para aplicação no sector e incapacidade para gerar inovação de forma sustentada nos produtos e nos processos, imposssibilidade ou incapacidade para melhorar drasticamente a produtividade dado estarmos num sector maduro e com certa rigidez (formal e legislativa) no funcionamento do mercado de trabalho, lacunas na área dos serviços que compõem a cadeia de valor (comercialização, design, qualidade, marketing, desenvolvimento do produto e sua promoção). Ameaças: Aprofundamento (ou agravamento) das medidas de protecção do trabalho e de carácter ambiental, aumento progressivo dos salários e diminuição do tempo de trabalho, deslocalização da produção para países de mão-de-obra barata, com equiparação crescente da qualidade e outras condições de venda em relação a mercados alternativos, incapacidade de concorrer no comércio electrónico, liberalização dos mercados na Europa e no mundo e livre circulação de mercadorias (OMC), melhor design e imagem dos produtos dos concorrentes europeus fabricados ou não, na Europa, produção intensiva em mão-de-obra proveniente dos países industrializados emergentes Oportunidades: Mudança de hábitos de consumo e proliferação de nichos de mercado, em que se possa afirmar a notoriedade e imagem de marca da cerâmica portuguesa no mercado internacional com aposta em fórmulas de turismo industrial ou de descoberta económica, acesso a um grande mercado, suportado por infra-estruturas de transportes e comunicações modernas, onde surgirão vários nichos que podem ser preenchidos pelas produções nacionais, com base na promoção dos factores de competitividade relativamente aos nossos concorrentes extra-europeus (a flexibilidade e rapidez dos processos comerciais decorrentes da ausência de fronteiras), aumento do nível de vida e embaratecimento dos juros, crescimento acelerado do comércio internacional de bens, serviços e tecnologia, desinvestimento no sector da indústria cerâmica nos restantes países europeus produtores e consumidores, flexibilização da legislação do trabalho, localização do país numa posição central na bacia do Atlântico como vantagem potencial para os operadores industriais que queiram simultaneamente aceder, a partir do mesmo ponto aos mercados da Europa e das Américas, quer para certo tipo de componentes, quer de produtos finais, mercado dos coleccionadores, prendas e utilizações de época ou locais (Natal, campo, praia, montanha, férias, etc.); crescentes disponibilidades financeiras em boa parte da população mais idosa, produção virada para o cliente e incremento de sistemas de franchising e merchandising em pontos turísticos ou zonas comerciais, incluindo a utilização de plataformas existentes ou a criar no país e no estrangeiro (museus, hotéis, aeroportos, etc.), tendência para diminuição da imposição fiscal em sectores de trabalho intensivo, com apoios na área de recuperação patrimonial (ex. Medidas que integram a EEE - Estratégia Europeia para o Emprego), utilização intensiva das NTIC e de novas matérias primas, acompanhando as transformações nos processos produtivos bem como na utilização dos produtos finais. Neste sentido enumeram-se várias acções normativas fundamentais para dar sentido a uma acção estratégica coerente e pró-activa para o sector entendido em sentido amplo como a: - Captação de clientes/coprodutores através de plataformas de produção flexível abertas ao público, integradas em redes combinando fórmulas diversas de turismo temático de qualidade (turismo industrial, agroturismo, turismo cultural e científico, turismo de descoberta económica, etc.) ou em eventos regionais culturais, desportivos, sociais, ou de outro tipo, bem como de criadores internacionais e fomento das experiências de codesign para maior utilização das condições produtivas nacionais invulgares (pequenas produções de alta qualidade just-in-time), contribuindo para o aumento da massa crítica no país na área dos produtos para o habitat, para actividades culturais e de lazer, etc.; fomento da utilização intensiva das NTIC, com vista a aumentar a competitividade das empresas do sector, a alargar os seus mercados e a flexibilizar o seu funcionamento; incentivo e apoio a estratégias empresariais de vigia ou inteligência económica do sector em relação aos principais mercados concorrentes e consumidores, com vista a antecipar as transformações nos mercados (dos operadores e dos gostos dos consumidores); medidas de incentivo à conjugação da actividade industrial no sector com o SNCT, fomentando a inovação nos produtos, nos processos e na organização empresarial, no quadro dum processo consistente de I&D e de política económica fortalecendo as PME e as micro empresas no tocante a actividades de alto valor acrescentado ou não deslocalizáveis; medidas de política industrial/empresarial de fomento à cooperação entre empresas dos sectores de indústrias tradicionais, como é o caso da cerâmica, com uma visão de "cluster" ou "distrito industrial" em relação a uma cadeia de valor mais alargada (habitat, construção civil, actividade cultural, etc.); medidas legislativas que imponham o financiamento de obras artísticas (em cerâmica como noutros materiais) para o caso de investimentos urbanísticos ou de obras públicas de montante superior a determinado valor de referência (este procedimento já existe em vários países europeus e não europeus); oferta de actividades produtivas de conteúdo cultural e anti-stressante, em modalidades de trabalho parcial de fácil implementação (incluindo a possibilidade de trabalho em casa, de idosos em fim de carreira e que queiram manter uma actividade produtiva ou lúdica), que podem ser combinadas com outras de cariz diverso, fortalecendo o bem estar, a qualidade de vida dos utentes e melhorando os rendimentos familiares. Com base neste diagnóstico e estratégia de resposta verifica-se a pertinência e alcance deste projecto, que de uma forma estruturada e coerente, tendo em conta toda a envolvente do sector e as questões que se colocam ao nível da política de mão-de-obra nacional, integrada mesmo na EEE (Estratégia Europeia de Emprego), pode possibilitar o enriquecimento das tarefas do sector bem como permitir um desenvolvimento durável e sustentável desta actividade e de outras correlacionadas bem como das regiões onde as mesmas se encontram, que no caso português abrange grande parte do território. Na fase 1 do projecto foi feito uma pesquisa (com um lançamento dum inquérito estruturado a todas as empresas do sector, câmaras municipais de concelhos com relevo na actividade cerâmica, museus com espólios cerâmicos e regiões de turismo) de que foram recebidas 78 respostas de entidades interessadas (35 empresas, 26 câmaras, 7 regiões de turismo, 10 museus), tendo sido feitas também inúmeras reuniões com estas entidades no sentido de aprofundar os objectivos do projecto. A maioria dos respondentes mostrou o seu interesse no desenvolvimento do projecto, bem como na criação das "rotasdecerãmica", considerando as suas carências ao nível organizativo e das competências de cada entidade, mostrando grande empenho na participação no projecto.

dot Top


Objective

Text available in

Face aos crescentes problemas dos sectores tradicionais ao nível da competitividade, produtividade e afirmação do produto e da actividade económica, antecipando os problemas resultantes dos fenómenos de emagrecimento e deslocalização das empresas que está a ser vivido em todos os países, este projecto destina-se a valorizar o sector da cerâmica numa perspectiva multidisciplinar e abrangente. Acompanhando experiências inovadoras e criativas que se têm desenvolvidos em inúmeros países, possibilitando a manutenção de empresas destes sectores tradicionais e incrementando a sua actividade, o projecto destina-se prioritariamente a valorizar e promover a actividade empresarial da cerâmica e o próprio trabalho que se realiza nessas empresas, alargando a respectiva cadeia da captação do valor. Dadas as características e a tradição nacional no sector da cerâmica, bem como o peso que a actividade tem no nosso país, englobando mais de 30 mil trabalhadores e mil e quatrocentas empresas, mas que animam certas regiões, este projecto pode tornar-se um referencial para o país e uma boa prática a seguir por outros sectores económicos. Pode servir como âncora ou motor de desenvolvimento sustentado de outros sectores e actividades com importância nas economias locais, bem como um factor importante de dinamização cultural e de valorização de tarefas de trabalho manual e criativo que poder ser emblemático a nível do país e das regiões. Pretenderá valorizar as actividades inovadoras nas empresas e ateliers de artesanato, desenvolvendo as competências ligadas às NTIC, nomeadamente à utilização da Internet, bem como da defesa e promoção da património cultural das regiões. O projecto poderá ligar realidades muito diversas, desde a actividade cerâmica, a todas as actividades da envolvente, desde cultural, turística (gastronomia, hotelaria, etc), social (valorização de actividades a desenvolver por idosos, baixas qualificações), logística (valorização de acessos rodoviários), etc..

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics