IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 e-m@gine ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : ANFORCE - Associação Nacional de Formadores em Ciências Empresariais
Other national partners : ACEBNET - Business Networking - Sistemas de Informação para Negócio Electrónico,
APPACDM DE VIANA DO CASTELO - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE PAIS E AMIGOS DO CIDADÃO
Associação Industrial Portuguesa/Camara de Comercio e Industria-AIP/CCI
Associação Portuguesa de Criatividade
Centro de Educação Especial Rainha D. Leonor CRL
Instituto António Sérgio do Sector Cooperativo
MUNICIPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ
EQUAL theme :Adaptability - Adaptation to change and NIT 
Type of DP :Sectoral - Specific discrimination and inequality problems 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2001-091 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :06-09-2002 
Last update :10-01-2005 
Monitoring: 2002  2003   

Rationale

Text available in

The development of a society more competitive and based on the exchange of information and knowledge, brings a new professional dynamics,in which the acquisition and maintenance of a job involves the technical qualification of human resources on different capacities, of communication, social and professional flexibility and dynamism in his continuous training.The population with deficiency sees hindered the process of professional integration, not only for the situation of inherent disadvantage but also for the difficulty in acceding to opportunities of progress that are real answers to their characteristics,and that are promoters of changes.This reality demands,especially to this population in phase of active life, that find strategies, to fit in this context and to accompany their successive mutations. Being, the initial and continuous training strategic "weapons" in the development and professional actualisation of the disabled worker's. The Development Partnership of the e-m@gine project, intends the development of a strategy and intervention in the extent of the formative and professional route of this population, through the implementation of an E-learning platform, technically sustained, that seeks the promotion of technical and professional learning's, in the area of marketing and publicity, accounting, secretariat and computer science, facilitative of the insertion of this population in a new way of work organization - Telework. The diagnosis of needs that contributed to the definition of this project is the product of the work already developed by the entities of this development partnership with disabled population; of the statistical analysis of the data that characterize the Portuguese population with deficiency; of the training and professional expectations/needs identified; of the analysis made of the group of candidates to this project; of the identification of the necessary competences to the professional acting of a teleworkwer and of the identification of the professional areas of larger lack of qualified workers, near the job market. The reflection on all the collected information, indicates the need of training opportunities, associated to a professional framing that respects this public's characteristics equally, leading them to the training systems at the distance and Telework, as one of the answers to extol. The use of the new technologies, in training and in job places, it's a good alternative in the search of the characteristics and professional competences necessary to the obtaining and maintenance of a job, to facilitate and to stimulate the social integration of those who use the new technologies as a training and work tool. Whether it is about technical competences, as the qualitative execution of the tasks, whether is about personal competences, as the organization capacity, flexibility and the capacity to work in team. Telework, for its own definition, work at the distance, is a professional answer. The accomplishment of professional tasks, using the technologies of information and communication, starting from their home or support centres, it helps to exceed many of the diagnosed difficulties, because it reduces the dislocation difficulties and relationship with other physical spaces, necessary for the satisfaction of their basic needs, allowing the access to a paid occupation that leads to a professional and personal accomplishment. We pointed out the following conclusions of the diagnosis of needs: The north areas of the country are the ones that possess larger percentage of people with deficiency. This doesn't have direct correspondence with the national places where exist more training and job opportunities. The e-learning process and the accomplishment of professional tasks starting from the residence areas, can contribute to the decentralization of these opportunities. This benefits the population with deficiency, for their difficulty of dislocation and social integration. The difficulties of professional framing of the diagnosed population are strongly related with an education and deficient formation, but the mobility difficulties and self-sufficiency for the satisfaction of the most basic needs are a factor that provokes great difficulties in a general way, to the individuals with physical deficiency because most of the time it means the impossible dislocation to the work place, due to the inexistence of adapted transports or the inaccessibility of the physical spaces; in the physical-sensorial deficiency the difficulty of using the space and social atmosphere; and in general because this population has a decrease of their capacity that can due to difficulties of relationship, difficulties of space orientation and difficulties of satisfaction of the basic needs. This population maintains great dependence of their initial nuclear family, dependence not only of support to the everyday tasks, but also economic dependence. For the situations in that the social-professional courses were appropriate to the capacities but also to the inherent limitations to the own deficiency, resulting in professional experiences, the constitution and maintenance of a new nuclear family was facilitated, not only for the inherent social synergies to the own work but also for the existence of a way of subsistence that makes possible to the deficient the construction of a project of common life and at the same time financially. In the diagnosed population, most lives in their own home. The residence in private lodgings presupposes share relationships and common existence that certainly enrich with the integration and these individuals' professional satisfaction. These people are mostly without or with low education, there are integration difficulties in the job, that associated to limitations adjacent to their deficiency hinder the access to worker's paper. In this picture the professional training assumes an essential paper in the construction and learning of psychosocial competences and necessary techniques to the accomplishment of professional tasks. The regular education system didn't favour this public's literary progression, because of the difficulties in the adaptation and creation of physical situations that are indispensable to each individual's characteristics. The possibility to accede to the e-learning, that assists characteristics and individual needs, Telework, can constitute an important answer for a group of beneficiaries with intermediate education levels, that improving certain competences will be able more easily to accede to the job. The previous experiences of candidates to beneficiaries are essentially in the third sector, what is verified in all of the deficiency categories. Being this one sector that frames professions with great demands, the training has, once again, to been seen as a strategic instrument in the professional integration. This gap transfers the individuals for the professional training, and in this extent just exists the concern to develop training adapted to the entities of rehabilitation while in the remaining local formative entities the courses just serve the population in general. The possibility to accede the formation at the distance, that assists to individual needs and with an organization of Telework, it can constitute an important answer for a group of beneficiaries with low /medium education levels, that improving certain competences will be able more easily to accede to the job. The physical deficiency is the category with larger expression at national level and it is also the one that possesses larger number of people enrolled for job in the Job Centres of the areas of the rehabilitation entities involved in the partnership. This allows us to consider the difficulty that these people have for their daily dislocation to work, knowing that the public transportations don't answer their needs. A new way of work that allowed their insertion in the society starting from their houses or a support centre it would be the ideal option of answer for part of this population. The sensorial deficiencies, at the level of the audition and of the vision, also have a representative percentage of dismissed candidates to beneficiaries, what indicates that also the deficiency type is a decisive factor in the difficulty of finding a job. Associate to the dislocation problem is the absence of adaptation of the workstations to the deficiency that these people possess, what can also disable the success in the work. Most of the national population and part of the population candidate to beneficiary have low qualifications, what presupposes an insufficient school preparation for job; they are few the people that possess a high level of qualifications. The low education that characterizes this population, and that it is a lot of times associated to the absence of professional experiences, it leads us to the need of formation frequency that qualifies them professionally. The professional acting of a Teleworker depends on his/her technical and personal preparation that should lead to the accomplishment of tasks with quality. To reach results the worker that develop his profession at the distance has to develop skills and conditions essential,such as:to improve and to develop technical competences,to manage his/her degree of professional autonomy,flexibility and knowledge,to seek work rhythms to make possible the execution of periods, to work in teams (although physically distant), to establish relationships. The local diagnosis to the employer market demonstrated the valorisation of the worker's personal and social competences,to guarantee the individual's professional responsibility and to facilitate the predisposition for the technical learning.We point out the,persistence,self-domain,self-motivation,capacity of communication,work in equips,sociability, resistance to the pressure,execution of periods and initiative.

dot Top


Objective

Text available in

Creation and implementation of an E-Learning platform, in wich the candidates with the help of the several partners benefit with the transmission of technical knowledge transmitted by the coordination of this platform. This E-learning platform will have a sequential modular structure, organized by order of complexity. This formation is theoretical-practice in contiguous and pré-defined units of time, contemplating technical plans and some presencial training for some of the technological contents. Associated to the scientific-technological and simulated training it will have a component of social-cultural training, implicating a larger emphasis to behavior approaches. With this modality it's intended to: -Promote technical learnings in professional areas that are included in the several job modalities, including the telework modality. -Promote learnings in the domain of the Computer science, to the level of the principal tools of the computing programs more used as support of the professional areas. -Develop a Component of General Training in which it is intended the development of psychosocial and professionals competences that increase the integration of the envolved. -The Professional Qualification or Requalification of the beneficiaries starting from the consolidation of employity competences necessary to its full integration in job market. -Promote professional experiences with on-the-job-training and the execution of tasks at the distance through the modality of Telework. -The study to a future implementation of new ways of processing the information for blind people and in what it concerns improvements of the optical software that reads computing characters. -Rising of inadequacies and elaboration of contributs for the improvement of the actual legislative panorama of the work context, specifically at the level of the regulation of part-time work and telework.

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Guidance, counselling **
Training **
Training on work place **
Work placement **
Job rotation and job sharing *
Employment aids (+ for self-employment) **
Integrated measures (pathway to integration) ***
Employment creation and support ***
Training of teachers, trainers and staff *
Improvement of employment services, Recruitment structures **
Conception for training programs, certification **
Anticipation of technical changes **
Work organisation, improvement of access to work places **
Guidance and social services **
Awareness raising, information, publicity **
Studies and analysis of discrimination features **

Type of innovation Rating
Process-oriented **
Goal-oriented ***
Context oriented **

Text available in

Este projecto distingue-se por procurar dotar as pessoas de qualificações para se tornarem competitivas no mercado de trabalho e por procurar através do teletrabalho torna-las auto suficientes.Conjuga por isso três realidades no sentido de obter sinergias que permitam aos beneficiários ultrapassar as dificuldades-deficiência, E-Learning, teletrabalho.Trata-se de uma população carente de competências socio-profissionais adequadas à realidade do mercado de trabalho, mas também de formas de acesso a informação e formação democráticas e descentralizadas.Na sua maioria trata-se de indivíduos afastados dos grandes centros de formação e trabalho,com dificuldades de deslocação para os locais físicos onde poderiam aceder a uma formação qualificada e adequada às suas necessidades,ou por limitações de autonomia,ou por responsabilidades familiares e também profissionais,ou por dificuldades de adaptabilidade a novos contextos sociais, ou por limitações económicas.A possibilidade de receberem formação à distância com conteúdos programáticos e métodos adaptados às suas características,é só por si inovador para o seu percurso formativo e profissional.Por outro lado o facto da formação à distância implicar a utilização das novas tecnologias,independentemente dos conteúdos programáticos ministrados, promove a interiorização de uma cultura tecnológica,que se vai manifestar na forma de interacção que cada beneficiário estabelecerá com a tecnologia ao longo do seu percurso profissional.A relação estabelecida com a tecnologia da informação e a democratização do seu acesso permite à população beneficiária aceder a informação e a conhecimentos "de Igual para Igual".Esta facilidade de aceder a conhecimentos específicos deverá traduzir-se em trabalhadores com maior potencial competitivo, não só pela qualificação resultante mas também pela interiorização da predisposição para aderir a futuras reconversões ou actualizações profissionais que respondam ás constantes alterações de perfis profissionais, numa sociedade constantemente mutada pelo conhecimento e informação. Para as entidades que receberão fisicamente os beneficiários, esta nova forma de aprendizagem vem revolucionar e melhorar os métodos formativos que até agora desenvolvem,dando aos seus utentes a possibilidade de aceder a conteúdos teórico-práticos específicos, de uma forma acessível e beneficiando de horários flexíveis de formação.Com este projecto alargam os domínios profissionais.O envolvimento de várias entidades parceiras no desenvolvimento deste projecto,entidades estatais,associações de formadores,empresas implementadas no mercado de emprego e entidades representativas da população-alvo,garante a inter-relação de saberes e o despoltar de novas realidades e práticas,formativas, de emprego e de contexto político e legislativo,que de futuro contribuirão para uma igualdade de oportunidades formativas e de emprego,não só para os beneficiários do projecto mas todas as populações desfavorecidas e minoritárias.

dot Top


Budget Action 2

500 000 – 1 000 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  50.0%  50.0% 
Employed  0.0%  0.0% 
Others (without status, social beneficiaries...)  0.0%  0.0% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  0.0%  0.0% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  50.0%  50.0% 
  100.0%
 
Physical Impairment  26.0%  24.0% 
Mental Impairment  24.0%  26.0% 
Mental Illness  0.0%  0.0% 
Population not suffering from a disability  0.0%  0.0% 
  100.0% 
 
Substance abusers 0.0%  0.0% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.0% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  0.0%  0.0% 
Without such specific discriminations  50.0%  50.0% 
  100.0% 
 
< 25 year  30.0%  30.0% 
25 - 50 year  20.0%  20.0% 
> 50 year  0.0%  0.0% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Support to entrepreneurship *
Discrimination and inequality in employment **
Disabilities ***
Unemployment **

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Developing collective responsibility and capacity for action
Participation in the project design
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português
  • English
  • español (castellano)
  • français

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.2%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
711 Dolphin FR NAT-2001-10394
IT IT-S-MDL-051
1053 E-quality: E-Working and E-Learning solutions for better adaptability in Europe DE EA-64347
NL 2001/EQF/0003

dot Top


Background

 

 Involvment in previous EU programmes

  • Two and more partners involved in A&E

dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
ANFORCE - Associação Nacional de Formadores em Ciências Empresariais Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
ACEBNET - Business Networking - Sistemas de Informação para Negócio Electrónico,
APPACDM DE VIANA DO CASTELO - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE PAIS E AMIGOS DO CIDADÃO
Associação Industrial Portuguesa/Camara de Comercio e Industria-AIP/CCI
Associação Portuguesa de Criatividade
Centro de Educação Especial Rainha D. Leonor CRL
Instituto António Sérgio do Sector Cooperativo
MUNICIPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ

dot Top


Agreement Summary

Text available in

ANFORCE - Will dinamyse the partnerships, promoting the connection between the partners; - Coordination of the transnational partnerships; - It will be responsible for the elaboration and conception of the contents of each formation module, in agreement with the partners' indications about the needs felt by their beneficiaries; CEERDL - Reception, selection and orientation of the beneficiary population; APDT - Cooperation in the organization of the promotion and popularisation of the project; TELEMAN - It will give the know-how already acquired for the definition of the professional profile and the candidates trainning; AIP -Accomplishment of actions that seek the sensibilization to communication of the Project near their associates and the business community in general; NERLEI - It will contribute to the people's placement creating job opportunities adjusted to the profile of the people with deficiency. INSCOOP - Training in cooperatives; Contribute in the elaboration of the contents for training in cooperatives; CMF - It will contribute to the deficient people's placement, creating opportunities of job adjusted to this people's profile. CMAV - The beneficiaries' selection; - It will contribute to the deficient people's placement, creating opportunities of job adjusted to this people's profile. CERCIGUI - Reception, selection and orientation of the beneficiary population; - Technical and presencial support in the training and in the e-learning process APC/ CIDEF - Reception, selection and orientation of the beneficiary population; - Study of the adaptation of the training and work positions. ACE-B-NET - To investigate the best implementation solutions that satisfy this type of training requirements and to adapt them to the group; - To adapt an e-learning platform, based on Internet technology; - Insert the contents inside the platform and to implement it.

Last update: 10-01-2005 dot Top


ANFORCE - Associação Nacional de Formadores em Ciências Empresariais

(ANFORCE)
ESTRADA DA PAPANATA, Nº 223
-
P-4900-470-VIANA DO CASTELO Viana do Castelo

Tel:+351258813195
Fax:258813196
Email:-

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Education / training organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:MINHO-LIMA
Date of joining / leaving:21-09-2004 /

Text available in

A A.N.FOR.C.E – Associação Nacional de Formadores em Ciências Empresariais, é uma associação sem fins lucrativos constituída por escritura pública no dia 24 de Fevereiro de 2000, sendo composta exclusivamente por formadores. Como principais objectivos desta associação podemos desde logo destacar a constante procura de programas de formação que visem incorporar tanto a experiência acumulada pelos formadores associados da instituição nas áreas de intervenção educacional e profissional. Por outro, a associação visa promover a adopção de novas relações pedagógicas que estimulem a valorização da formação geral e ir desenvolvendo níveis de competência profissionais progressivos. A A.N.FOR.C.E. pretende adequar, de forma proactiva e dinâmica, a acção formativa aos novos perfis demandados pelo sector produtivo e pelo mercado de trabalho. Firme na determinação de adequar a sua acção formativa a esses novos perfis demandados pelo mercado de trabalho, e intensificar a sua presença em ambientes tecnológicos, a A.N.FOR.C.E. tentará desenvolver um amplo conjunto de acções para promover uma constante adequação às mudanças que vão ocorrendo no mercado e nas empresas. É meta do A.N.FOR.C.E. desenvolver metodologias próprias e estratégias específicas para flexibilizar o seu processo de ensino e aprendizagem, adequando-o a uma nova concepção de educação para o trabalho centrada no desenvolvimento de novas competências sintonizadas com as exigências do mercado de trabalho. A missão consiste em promover o reforço e desenvolvimento das competências individuais e colectivas dos intervenientes no processo formativo no âmbito das Ciências Empresariais. Os Principais Objectivos da A.N.FOR.C.E. são: Estimular e promover o desenvolvimento das actividades formativas e de novas competências dos formadores Contribuir para a melhoria do sistema de qualificação profissional Apoiar todas as iniciativas dos seus associados que visem a dignificação das respectivas carreiras profissionais Estabelecer os elos de ligação entre formadores e as organizações A ANFORCE, pretende atingir os seus objectivos através de acções concretas junto dos seus associados, tendo para isso sido criada uma estrutura que prevê desde já a actuação a nível nacional em quatro grandes zonas : Alto Minho, Baixo Mondego, Oeste e Cova da Beira Buscando sempre a melhoria contínua dos seus produtos e serviços, através da actuação conjunta e o esforço integrado de todos os colaboradores, estará fortalecendo a posição de destaque que a A.N.FOR.C.E. ocupa no cenário da educação profissional.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
JOSÉ SERRA DE CARVALHO PERES JOSÉ +351258813195 jperes@anforce.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 10-01-2005 dot Top


ACEBNET - Business Networking - Sistemas de Informação para Negócio Electrónico,

(-)
Av. Dr. Mário Moutinho, lote 1732 A, Lisboa
-
P-1400-136-LISBOA Lisboa

Tel:+351210054300
Fax:210054390
Email:geral@ace-bnet.com

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Enterprise
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:16-07-2002 /

Text available in

ACE Bnet constituída Julho de 2001,engloba as competências em e-Business anteriormente desenvolvidas pela Edinfor e pela Case.Resultante da associação da Edinfor com a Case,é maior prestador nacional serviços de Integração de Sistemas e Tecnologias de Informação nos Processos de Negócio. A prestação de serviços de consultoria estratégica e de negócio, o fornecimento e a integração de soluções de Business Networking,criando redes digitais de valor nas organizações e nas suas envolventes de negócio, assumindo-se como um parceiro de valor acrescentado para o cliente. ACE Bnet faz transformação dos processos internos das organizações (networking, webização dos processos de negócio e trabalho colaborativo). Implementação de canais digitais de negócio ;e-Business Consulting:Diagnóstico e elaboração planos negócio, planos estratégicos e estudos de viabilidade na área do negócio electrónico;B2B Collaboration;e-Solutions &Platforms;e-Services & Content Management;e-Security&Infrastructures.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Fazila Karmali Ahmad Ali Fazila +351210054300 No mail submited Entity contact person responsable for this project

Last update: 10-01-2005 dot Top


APPACDM DE VIANA DO CASTELO - ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE PAIS E AMIGOS DO CIDADÃO

(-)
RUA GAGO COUTINHO Nº 43
-
P-4900-510-VIANA DO CASTELO Viana do Castelo

Tel:+351258806500
Fax:258806506
Email:

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Organisation providing support and guidance for disadvantaged groups
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:MINHO-LIMA
Date of joining / leaving:02-12-2002 /

Text available in

Os objectivos fundamentais da APPACDM de Viana do Castelo são: a) Promover a integração na Sociedade, do Cidadão com Deficiência Mental, no respeito pelos princípios de Normalização, personalização, Individualização e Bem Estar; b) Promover o equilíbrio das famílias dos Cidadãos com Deficiência Mental; c) Sensibilizar e corresponsabilizar a Sociedade e o Estado, nas suas várias formas, no papel que lhes cabe na resolução dos problemas do Cidadão com Deficiência Mental e respectiva família; d) Defender e promover os reais interesses e satisfação das necessidades da Pessoa com Deficiência Mental nas Instituições, no Trabalho, no Lar e na Sociedade, tendo como princípios básicos: 1. Partilhar lugares comuns 2. Fazer escolhas 3. Desenvolver capacidades 4. Ser tratado com respeito e ter um papel socialmente valorizado 5. Crescer nas relações e) Sensibilizar os Pais e Famílias, motivando-os para a defesa dos direitos dos seus familiares e apetrechando-os para a assunção das responsabilidades que lhes cabe, na condução de uma perspectiva de educação permanente na escola e na família; f) Humanizar e Normalizar as estruturas de resposta de modo a desenvolverem meios não restritivos para o Deficiente Mental; g) Defender e promover a necessária adequação da legislação portuguesa e comunitária no sentido de serem reconhecidos e respeitados aos direitos e deveres do Cidadão com Deficiência Mental.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Manuel Domingos Cunha da Silva Manuel +351258806500 scentrais@appacdm-viana.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 10-01-2005 dot Top


Associação Industrial Portuguesa/Camara de Comercio e Industria-AIP/CCI

(-)
Praça das Industrias
-
P-1300-307-LISBOA Lisboa

Tel:+351213601000
Fax:213641301
Email:-

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Chamber of commerce/industry/crafts
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:16-07-2002 /

Text available in

1 - Missão: Promover o desenvolvimento das actividades económicas portuguesas e, em especial, dos seus associados, nos domínios técnico, económico, comercial, associativo e cultural. 2 - Áreas de Intervenção: - promoção de feiras e certames; - promoção de exposições, conferências e colóquios; - promoção de formação empresarial e profissional; - assessoria técnica aos associados; - divulgação da indústria nacional, particularmente das empresas associadas, nos mercados interno e externo; - colaboração com entidades nacionais e internacionais, públicas e privadas destinada a defender os interesses nacionais ou sectoriais dos seus associados.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
João Carlos Pereira Bastos João +351213601000 No mail submited Entity contact person responsable for this project

Last update: 10-01-2005 dot Top


Associação Portuguesa de Criatividade

(APC)
Av. Almirante Gago Coutinho, nº 134
-
P-1700-033-LISBOA Lisboa
-

Tel:+351218462742
Fax:218462744
Email:info@cidef.org

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Organisation providing support and guidance for disadvantaged groups
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:21-09-2004 /

Text available in

A Associação Portuguesa de Criatividade foi fundada em 1971, como Associação sem fins lucrativos, procurando promover a actividade científica no campo da invenção e inovação em áreas tecnológicas, de pessoas individuais e/ou colectivas que dela queiram fazer parte. Em 1947 foi fundado um Centro de Actividade denominado Centro de Inovação para Deficientes, cujo objectivo é promover, através de projectos inovadores a integração sócio-profissional de pessoas com deficiência. Este Centro foi evoluindo tendo sido estabelecido um Protocolo de Acordo de Cooperação com o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), estabelecendo o funcionamento do CIDEF como Centro de Reabilitação Profissional, com intervenção em áreas de formação e tecnologias de apoio. O CIDEF não tem personalidade jurídica face ao protocolo estabelecido, sendo a Associação Portuguesa de Criatividade quem o representa, conforme previsto no mesmo protocolo. O CIDEF tem desenvolvido acções de formação profissional para pessoas com deficiência nas áreas das tecnologias da informação e comunicação, ministrando acções presenciais e à distância. Como centro de reabilitação profissional está dotado de uma equipa técnica em engenharia de reabilitação, especializada para pessoas com deficiência física, sendo centro técnico especializado na área das ajudas técnicas e centro prescritor e financiador.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
CAMILO JORGE FERREIRA RODRIGUES CAMILO +351218462742 camilorodrigues@netcabo.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 10-01-2005 dot Top


Centro de Educação Especial Rainha D. Leonor CRL

(CEERDL)
Rua Maria Ernestina Martins Pereira, n.º37
-
P-2500-234-CALDAS DA RAINHA Caldas da Rainha
-

Tel:+351262837160
Fax:262837161
Email:-

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Organisation providing support and guidance for disadvantaged groups
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:OESTE
Date of joining / leaving:21-09-2004 /

Text available in

O Centro de Educação Especial é desde 1980 uma cooperativa autónoma que se dirige para o atendimento da população portadora de deficiência. A cooperativa é uma Instituição sem fins lucrativos, fundamentando a sua acção nos direitos consignados pela Constituição das Republica , na Lei de Bases do Sistema Educativo, na Lei de Bases da Prevenção e da Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência e demais decretos normativos que regulamentam a implementação deste enquadramento legislativo. Desde a sua fundação, que são objectivos fulcrais da Instituição, ministrar educação especial e favorecer a integração social e sócio-profissional dos utentes, investindo: 1.No desenvolvimento máximo das potencialidades físicas e intelectuais das crianças e jovens com necessidades educativas especiais, ou necessidades formativas especificas. 2.Na estimulação dos seus níveis de independência pessoal e autonomia social. 3.Na reabilitação, adaptação funcional e estabilização comportamental e emocional das crianças e jovens com handicaps. 4.Na utilização, adaptação e criação de meios alternativos e aumentativos promotores da autonomia e integração do deficiente. 5.Na prevenção e despiste da deficiência. 6.Na formação pessoal e socio-profissional da pessoa com deficiência. 7.Apoio residencial a jovens carenciados vindos de meio familiar desajustado. A alteração dos estatutos verificada em Junho 1999, determinou o alargamento do objecto da Cooperativa, abrindo caminho ao desenvolvimento de programas de apoio direccionados para grupos em situação e/ou risco de exclusão social e, ao apoio a pessoas, famílias e comunidades socialmente desfavorecidas, com vista à melhoria da sua qualidade de vida e inserção sócio-económica. O trabalho desenvolvido pela Instituição tem âmbito regional, presta serviços a crianças, jovens e adultos com deficiência ou com graves problemas de inserção social, dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Bombarral e Cadaval, exercendo as sua actividade nas seguintes áreas: Educacional Ocupacional Residencial Emprego, UNIVA Centro de Reabilitação das Caldas da Rainha NAACE - Núcleo de Atendimento e Acessibilidade Actividades desenvolvidas em parceria



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
ANA CRISTINA OLIVEIRA DOMINGOS ANA +351262889058 secretaria@ceerdl.rcts.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 10-01-2005 dot Top


Instituto António Sérgio do Sector Cooperativo

(INSCOOP)
Rua D. Carlos Mascarenhas, nº46
-
P-1070-083-LISBOA Lisboa
-

Tel:+351213878046
Fax:
Email:-

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Employment services
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:21-09-2004 /

Text available in

O actual estatuto do Instituto António Sérgio do Sector Cooperativo - Inscoop é de 1990 (Decreto-Lei nº.63/90 de 20 de Fevereiro) e apresenta o Inscoop como “um instituto público que tem por objectivo apoiar o sector cooperativo em geral, tendo em conta a sua especificidade própria.” (artigo 1º do Estatuto). As atribuições que lhe estão cometidas são deste modo as seguintes: - fomentar a constituição de cooperativas e divulgar o cooperativismo; - realizar e apoiar estudos e emitir pareceres sobre o sector cooperativo; - colaborar na formação de cooperadores, dirigentes e quadros cooperativos; - recolher e manter actualizados dados estatísticos sobre o sector cooperativo; - fiscalizar a utilização da forma cooperativa e credenciar as cooperativas. Para corresponder às suas atribuições o Inscoop desenvolve as suas actividades correntes em três áreas distintas: - área da formação, promovendo e colaborando em acções de formação cooperativa a diversos níveis; - área dos estudos, elaborando estudos e emitindo pareceres jurídicos e económicos relativos ao sector cooperativo; - área da informação, para a gestão da biblioteca e centro audiovisual, produção e distribuição de publicações cooperativas.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
ARNALDO FERNANDES LEITE ARNALDO +351213878046 arnaldoleite@inscoop.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 10-01-2005 dot Top


MUNICIPIO DE ARCOS DE VALDEVEZ

(-)
Praça Municipal
-
P-4974-003-ARCOS DE VALDEVEZ Arcos de Valdevez

Tel:+351258520500
Fax:258520509
Email:-

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:MINHO-LIMA
Date of joining / leaving:16-07-2002 /

Text available in

Como organismo da administração pública local exerce a sua actividade no transferência de atribuições e competências para as autarquias n0 159/99 de 14 de Setembro), nomeadamente nos seguintes domínios: Equipamento rural e urbano Energia Transportes e comunicações Educação Património, cultura e ciência Tempos livres e desporto Saúde Acção Social Protecção civil Ambiente e saneamento básico Defesa do consumidor Promoção do desenvolvimento Ordenamento do território e urbanismo Polícia municipal Cooperação externa Para o prosseguimento das atribuições e competências que lhe estão confinadas as autarquias locais actuam em diversas vertentes, cuja natureza consultiva, de planeamento, de gestão, de investimento, de e de licenciamento.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Isabel Maria Alves Afonso Isabel +351258520500 No mail submited Entity contact person responsable for this project

Last update: 10-01-2005 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

E-M@GINE

Rationale

Text available in

O desenvolvimento de uma sociedade cada vez mais competitiva e baseada na troca de informação e conhecimento traz uma nova dinâmica profissional,em que a aquisição e manutenção de um emprego implica cada vez mais a qualificação técnica de recursos humanos no sentido de aumentar a sua polivalência,ao nível da comunicação,flexibilidade social e profissional e dinamismo na sua formação contínua e auto-formação. A população com deficiência vê dificultado o seu processo de integração profissional,não só pela situação de desvantagem inerente ao seu quadro clínico mas também pela dificuldade em aceder a oportunidades de trabalho que permitam a aplicação efectiva às suas competências. A PD do projecto e-m@gine,propõe-se ao desenvolvimento de uma estratégia de apoio e intervenção integrada no âmbito do percurso,formativo e profissional desta população,que se traduz na implementação de uma plataforma de E-learning, tecnicamente sustentada,que visa a promoção de aprendizagens profissionais técnicas e psicossociais,na área do marketing e publicidade,contabilidade,secretariado e informática facilitadoras da inserção laboral da população com deficiência, por via de uma nova forma de organizar o trabalho-Teletrabalho.O diagnóstico que contribui para a definição deste projecto é o produto do trabalho já desenvolvido pelas entidades/técnicos desta PD com população com deficiência;da análise estatística dos dados que caracterizam a população portuguesa com deficiência;das expectativas/necessidades formativas e profissionais identificadas por um grupo amostral de pessoas com deficiência;da pré-análise efectuada ao grupo de candidatos a este projecto;do levantamento das competências necessárias ao desempenho profissional de um teletrabalhador e do levantamento das áreas profissionais de maior carência de trabalhadores qualificados, junto do mercado empregador.A reflexão sobre toda a informação recolhida, aponta para a necessidade de intensificar oportunidades formativas integradoras,associadas a um enquadramento profissional que respeite e potencie igualmente as características deste público,conduzindo-nos aos sistemas de formação à distância e ao Teletrabalho, como uma das respostas a preconizar.A utilização das TIC,em locais de formação e de emprego,é cada vez mais uma alternativa positiva na procura da obtenção das características e competências profissionais necessárias à obtenção e/ou manutenção de um emprego, por facilitar e estimular a integração social e laboral do trabalhador que utiliza as novas tecnologias como ferramenta de formação e trabalho.O Teletrabalho é uma resposta profissional não alternativa, mas efectiva. A realização de tarefas profissionais, utilizando as TIC, a partir do seu domicilio ou centros de apoio, ajuda a colmatar muitas das dificuldades diagnosticadas, uma vez que anula/reduz as dificuldades de deslocação e relação/adaptação com outros espaços físicos e possibilita o apoio de terceiros, necessário para a satisfação das suas necessidades básicas, permitindo desempenhar um trabalho remunerado que se traduzirá em realização profissional e pessoal. Conclusões do diagnóstico de necessidades: As zonas norte do país são as que possuem maior percentagem de pessoas com deficiência,o que não tem correspondência directa com os locais onde existem mais oportunidades de formação e emprego. A formação à distância e a realização de tarefas profissionais a partir das zonas de residência ou telecentros próximos, pode contribuir para a descentralização destas oportunidades.O que beneficia em especial a população com deficiência, pela sua dificuldade intrínseca de deslocação e integração social autónoma.As dificuldades de enquadramento profissional da população diagnosticada estão fortemente relacionadas com uma escolarização e formação deficitária, mas as dificuldades de mobilidade e auto-suficiência para a satisfação das necessidades mais básicas são um factor que provoca grandes condicionalismos de uma maneira geral,aos indivíduos com deficiência física porque muitas vezes se traduz na impossibilidade de deslocação para o local de trabalho,pela inexistência de transportes adaptados ou pela inacessibilidade dos espaços físicos; na deficiência fisico-sensorial por se traduzir na dificuldade de utilização do espaço e ambiente social;e de uma forma geral porque esta população tem um decréscimo da sua capacidade de autonomia que se pode traduzir em dificuldades de relacionamento interpessoal, dificuldades de orientação espacial e dificuldades de satisfação das necessidades básicas.Esta população mantém grande dependência da sua família nuclear inicial, dependência não só de apoio às tarefas quotidianas,mas também económica resultante de um percurso escolar e formativo muitas vezes incapaz de promover o seu emprego e consequentemente a sua autonomia. Para as situações em que os percursos sócio-profissionais foram acompanhados e adequados às capacidades mas também às limitações inerentes à própria deficiência,tendo por isso resultado em experiências profissionais, a constituição e manutenção de uma nova família nuclear foi facilitada, não só pelas sinergias sociais inerentes ao próprio trabalho mas também pela existência de um meio de subsistência próprio que possibilita ao deficiente a construção de um projecto de vida comum e ao mesmo tempo financeiramente autónomo. Na população diagnosticada,a maioria vive em casa particular.O facto do tipo de alojamento mais comum ser privado demostra a necessidade destes indivíduos participarem, mesmo que em parte, em determinados gastos mensais. O que preferencialmente deverá ser feito a partir de uma remuneração e não de uma pensão de invalidez.Por outro lado,a residência em alojamentos privados pressupõe relações de partilha e vivência comum, que certamente enriquecem com a integração e satisfação profissional destes indivíduos. Tratando-se de pessoas,na sua maioria,sem ou com baixa escolaridade,antecipam-se as suas dificuldades de integração em meio laboral,que associadas a limitações adjacentes à sua deficiência dificultam o acesso ao papel de trabalhador. O sistema de ensino regular não favoreceu a progressão literária deste público, pelas dificuldades na adaptação e criação de situações físicas e curriculares . A formação profissional assume um papel essencial na construção e aprendizagem de competências psicossociais e técnicas necessárias à realização de tarefas profissionais. Esta lacuna transfere os indivíduos para a formação profissional, e neste âmbito apenas existe preocupação para desenvolver formação adaptada em entidades formativas de reabilitação enquanto que nas restantes entidades formativas locais os cursos apenas servem a população em geral. Pelo que a possibilidade de aceder a formação à distância, que atenda a características e necessidades individuais e com uma organização para o desenvolver baseada no Teletrabalho, poderá constituir uma importante resposta para um conjunto de beneficiários com níveis de escolaridade intermédios, que melhorando determinadas competências poderão mais facilmente aceder ao emprego. A deficiência física é a categoria com maior expressão a nível nacional e também é a que possui maior número de pessoas inscritas nos Centros de Emprego das áreas das entidades de reabilitação envolvidas na parceria. Este dado permite reflectir na dificuldade com que estas pessoas se deparam para a sua deslocação diária para o trabalho, sabendo que os transportes públicos não respondem às necessidades. Assim, uma nova forma de organização do trabalho que lhes permitisse desenvolver o trabalho a partir de suas casas que já se encontram adaptadas as necessidades específicas de cada candidato ou de um centro de apoio seria a opção ideal de resposta para parte desta população. As deficiências sensoriais, ao nível da audição e da visão, também têm uma percentagem representativa de desempregados candidatos a beneficiários, o que indica que também aqui o tipo de deficiência é factor determinante na dificuldade de acesso laboral, no que se refere ao percurso casa - trabalho. Associado ao problema de deslocação está a ausência de adaptação dos postos de trabalho ao tipo de deficiência que estas pessoas possuem, o que também pode impossibilitar o sucesso no trabalho. A maioria da população e parte da população candidata a beneficiária, possui habilitações ao nível do 2º Ciclo, o que pressupõe uma preparação escolar insuficiente para emprego. A baixa escolarização que caracteriza esta população, e que está muitas vezes associada à ausência de experiências profissionais, conduz-nos à necessidade de frequência de formação que a qualifique profissionalmente, seja inicial ou contínua. O desempenho profissional de um Teletrabalhador, depende da sua preparação técnica e pessoal, que se deverá traduzir na realização de tarefas com qualidade e boa capacidade de gestão de tempo, capacidade e responsabilidade. Para atingir resultados o trabalhador que desenvolve a sua profissão à distância tem que desenvolver skils e condições contextuais essenciais, como: actualizar, aperfeiçoar e desenvolver competências técnicas, gerir o seu grau de autonomia e motivação profissional, ser rigoroso, flexibilizar horários e conhecimentos, procurar ritmos de trabalho que possibilitem o cumprimento de prazos, conseguir trabalhar em equipa (ainda que fisicamente distante), estabelecer relações familiares e/ou sociais de apoio, adaptar o seu espaço físico, etc. Pelas exigências pessoais e técnicas desta forma de organizar o trabalho,torna-se impreterível um percurso formativo adjacente, que seja uma preparação efectiva para esta realidade profissional o que passa por uma formação progressiva mas periódica. O diagnóstico local ao mercado empregador demonstrou a sua valorização das competências pessoais e sociais do trabalhador, por garantirem o empenho e responsabilidade profissional do indivíduo e por facilitarem a predisposição para a aprendizagem técnica e auto-formação.

dot Top


Objective

Text available in

Criação e implementação de plataforma de E-Learning,em que os candidatos com apoio dos vários parceiros beneficiem da transmissão conhecimentos técnicos procurando aumentar a sua auto-suficiência.Esta plataforma pretende ser orientada para tarefas específicas,através de estrutura modular sequencial,organizada por ordem de complexidade, sendo uma formação teórico-prática em unidades de tempo contíguas e pré-definidas,contemplando conteúdos programáticos de ordem técnica.O ensino online será complementado por formação presencial,dadas as necessidades especiais dos candidatos.A formação online se incidirá sobre a componente científico-tecnológica a formação presencial incidirá sobre a formação socio-cultural,implicando maior ênfase a abordagens comportamentais.Com esta modalidade formativa pretende-se: - Promover aprendizagens técnicas em áreas profissionais enquadráveis nas várias modalidades de emprego, incluindo modalidade de teletrabalho;- Promover aprendizagens no domínio da Informática;- Desenvolver paralelamente uma componente de Formação Geral à distância ou presencialmente,na qual se pretende desenvolvimento de competências psicossociais e profissionais facilitadoras da plena inserção na vida activa;- Qualificação ou Requalificação Profissional dos beneficiários a partir da consolidação de competências de empregabilidade (técnicas e psicossociais);-Articulação estreita com o mundo do trabalho,quer pela simulação desta realidade no processo formativo,quer pelo treino de competências em formação em posto de trabalho;- Estudo para posterior implementação de novas formas processamento informação nomeadamente de E-Learning para pessoas cegas e amblíopes,e no que diz respeito a melhorias do software de leitura óptica de caracteres informáticos;- Levantamento de insuficiências e elaboração de contributos para a melhoria do actual panorama legislativo do contexto laboral,especificamente ao nível da regulamentação do trabalho em part-time e em regime de teletrabalho.

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics