IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 Orientar, Servir e Apoiar: promover a conciliação da vida familiar/profissional ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : Fundação Eugénio Almeida
Other national partners : Beira Serra - Associação Promotora do Desenvolvimento Rural Integrado
CARITAS ARQUIDIOCESANA DE ÉVORA
NERE - NUCLEO EMPRESARIAL DA REGIÃO DE EVORA - ASSOC. EMPRESARIAL
OBRA DE SÃO JOSE OPERARIO
EQUAL theme :Equal opportunities - Reconciling family and professional life 
Type of DP :Sectoral - Specific discrimination and inequality problems 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2004-314 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :06-10-2005 
Last update :11-03-2008 
Monitoring: 2005  2006   

Rationale

Text available in

- The several activities developed in the diagnostic, have allowed the identification of the following strong points and opportunities: Strong Points: 1.Credibility on the field of all the entities that are part of a DP; 2.Complementary intervention experiences of these units in their work with families, youngsters, volunteers, corporations and institutions; 3.Good capacity in technical intervention and articulation; 4.Effective involvement of the local key actors and of the final addressees; 5.A clear definition of the main needs of intervention; 6.The existence of several associated partners of diverse nature e complementary competencies (proximity voluntary group, local corporation and the National Council for The Promotion of Voluntary); Opportunities: 1.A strong sense of knowledge, of the families and the youngsters, regarding the consequences of the conciliation difficulties; 2.Great sensibility from the youngsters regarding the questions related to the Equality of Opportunities and the WFR; 3.Strong motivation of the families to accept alternative answers that will allow the conciliation, namely with their participation in the voluntary proximity groups; 4.Institutional opening (corporation and social institutions) for the co-operation in the development of framed voluntary programs; 5.Great availability of the young volunteers for the acquisition of specific qualifications and the exercise of voluntary, namely in the area of the WFR; 6.Strong motivation of youngsters non volunteers for the initiating voluntary activities, namely the ones involving children and the elderly; 7.The youngsters’ capability of perspective over the part of the social volunteer in the support given to families with conciliation problems;, - The several activities developed in the diagnostic centre, have allowed the identification of the following weak points and threats: Weak Points: 1.Reduced number of human resources to attend the project; 2.Low participation of men in the social work area; 3.Budget weaknesses for the implementation of the wanted activities’ synergy; 4.Recent contact with the philosophy, principles and procedures of the EQUAL; Threats: 1.Large number of families with reconciliation problems (potential addressees); 2.Rooted patriarchal mentality; 3.Fears regarding the “invasion” of the private space, by the voluntary; 4.Weak knowledge of the potentialities of the voluntary work; 5.Fear regarding the presence of the voluntary, seen as a threat to the paid work; 6.Weak valorisation of the IO/CFP principles in the organisations; 7.Growth of the family problems (desegregation of the family’s traditional structures); 8.Weakness of the relations of informal solidarity;

dot Top


Objective

Text available in

The project “To Orient, Serve and Support: promoting the work and family life reconciliation” was created by a PD constituted by the Eugénio de Almeida Foundation, the Caritas Arquidiocesana of Évora, the Obra de S. José do Operário and the Corporations’ Nucleus of Évora’s Region, that enlarge the PD of Action 2 with the integration of the Beira Serra and three other associated entities, the company “Simões e Freitas, Lda”, the National Council for The Promotion of Voluntary and the informal group of volunteers “Active Aging”. Acknowledging the needs resulting from the difficulties in work life reconciliation of the couples who, having a professional active life, care for their family dependent members (children or elderly) and because of the insufficiency of services in the region that allow the solving of these needs, there was considered pertinent the developing of a project that offered liable and effective alternatives to this problem. The growing knowledge of the potentialities of social voluntary, through the heard local key actors, has raised the assumption of making this resource profitable, reflecting on an active exercise of citizenship, witch strengths the effort of the informal solidarity ties that seem to be vanishing, in the sense of giving support to the family and to the community. In this perspective, considering the institutional and technical competencies of the PD, there have been defined as objectives: to guide the practices of voluntary, organized and informal, for a dimension of exploring the area of reconciliation; to serve the families’, the youngsters’ and the organizations’ interests through the demonstration of flexibility and the voluntary’s potentialities; to support and promote the joining between volunteers and the addressees; to promote competencies in the social volunteers for a better performance of their activity. There are considered strategically included in this line of objectives, as addresses, families with a active work life and/or with dependent children and elderly; young students and other social volunteers in the WFR area; organizations (corporations and social institutions). The activities that will be developed, regarding the accomplishment of the objectives and the satisfaction of specific needs of the identified addresses, are: the creation of a social volunteers’ database for the WFR; the constitution of 6 nucleus of proximity voluntary; the organization of 4 workshops related to the social voluntary, the IO and the WFR, aimed to students, corporations and social institutions; the formation of volunteers to give support to children, elderly and families, in the perspective of the personal attendance and social development. The complement of the transnacional activity is added to this synergy of efforts, witch cooperation has been established with the Spanish project “Torre Pacheco: reconciliation of work and family responsibilities”, witch is expected to add value to this project.

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Guidance, counselling ***
Training **
Conception for training programs, certification **
Anticipation of technical changes *
Guidance and social services **
Awareness raising, information, publicity ***

Type of innovation Rating
Process-oriented ****
Goal-oriented ****
Context oriented ****

dot Top


Budget Action 2

250 000 – 500 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  0.0%  0.0% 
Employed  38.1%  32.2% 
Others (without status, social beneficiaries...)  19.0%  10.7% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  0.0%  0.0% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  57.0%  43.0% 
  100.0%
 
Physical Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Illness  0.0%  0.0% 
Population not suffering from a disability  57.0%  43.0% 
  100.0% 
 
Substance abusers 0.0%  0.0% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.0% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  0.0%  0.0% 
Without such specific discriminations  57.0%  43.0% 
  100.0% 
 
< 25 year  18.9%  10.7% 
25 - 50 year  33.1%  24.0% 
> 50 year  5.0%  8.3% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Gender discrimination ***

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Developing collective responsibility and capacity for action
Participation in the project design
Participation in running and evaluating activities
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.1%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
4323 CONRES: Reconciling Responsabilities ES ES20040387

dot Top


Background

 

N.C.

dot Top


Networking

 Interest in networking

Text available in

São potenciais utilizadores do produto Officebox do Voluntariado – Gestão e animação de Voluntariado de Proximidade todas as organizações que desejem implementar, dinamizar e gerir Núcleos de Voluntariado de Proximidade. Para garantir que os utilizadores têm facilidade de rapidamente se familiarizarem com o produto, ainda que não tenham estado envolvidos na sua concepção, entende a PD que os mesmos deverão cumprir alguns dos requisitos: - Conhecimentos e prática na gestão de voluntariado (captação, integração, acompanhamento e formação de voluntários); - Gestão de um Banco de Voluntariado e/ou Bolsas de Voluntariado - Experiência na gestão de programas ou projectos de voluntariado de proximidade. - Conhecimento e/ou experiência de intervenção na área geográfica onde irá ser implementado o NVP; - Facilidade de relacionamento com as instituições locais; - Experiência de trabalho em parceria e em rede; Relativamente à Entidades Incorporadoras que integram a PD - Câmara Municipal de Tavira e Agrupamento Monte - será assumido um grau de compromisso elevado, que resulta num acompanhamento próximo por meio de coaching & mentoring durante o processo de apropriação e incorporação. Estas entidades acreditam que a Officebox responde às necessidades que reconhecem ter enquanto entidades gestoras de voluntariado, ao nível da organização de programas de voluntariado, e, por outro lado em estruturar intervenções inovadoras que visem o envolvimento das comunidades locais na resolução dos seus problemas, particularmente quando implicam a mobilização para o voluntariado. A possibilidade de outras entidades virem a incorporar o produto existe, pese embora o grau de compromisso assumido pela PD para este acompanhamento seja estabelecido casuisticamente durante a fase de convergência, fase em que também se procederá à avaliação da adequação do produto às suas necessidades concretas.

 Events

Text available in

São potenciais utilizadores do produto Officebox do Voluntariado – Gestão e animação de Voluntariado de Proximidade todas as organizações que desejem implementar, dinamizar e gerir Núcleos de Voluntariado de Proximidade. Para garantir que os utilizadores têm facilidade de rapidamente se familiarizarem com o produto, ainda que não tenham estado envolvidos na sua concepção, entende a PD que os mesmos deverão cumprir alguns dos requisitos: - Conhecimentos e prática na gestão de voluntariado (captação, integração, acompanhamento e formação de voluntários); - Gestão de um Banco de Voluntariado e/ou Bolsas de Voluntariado - Experiência na gestão de programas ou projectos de voluntariado de proximidade. - Conhecimento e/ou experiência de intervenção na área geográfica onde irá ser implementado o NVP; - Facilidade de relacionamento com as instituições locais; - Experiência de trabalho em parceria e em rede; Relativamente à Entidades Incorporadoras que integram a PD - Câmara Municipal de Tavira e Agrupamento Monte - será assumido um grau de compromisso elevado, que resulta num acompanhamento próximo por meio de coaching & mentoring durante o processo de apropriação e incorporação. Estas entidades acreditam que a Officebox responde às necessidades que reconhecem ter enquanto entidades gestoras de voluntariado, ao nível da organização de programas de voluntariado, e, por outro lado em estruturar intervenções inovadoras que visem o envolvimento das comunidades locais na resolução dos seus problemas, particularmente quando implicam a mobilização para o voluntariado. A possibilidade de outras entidades virem a incorporar o produto existe, pese embora o grau de compromisso assumido pela PD para este acompanhamento seja estabelecido casuisticamente durante a fase de convergência, fase em que também se procederá à avaliação da adequação do produto às suas necessidades concretas.

 Products

N.C.

Last update: 06-10-2005 dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
Fundação Eugénio Almeida Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Beira Serra - Associação Promotora do Desenvolvimento Rural Integrado
CARITAS ARQUIDIOCESANA DE ÉVORA
NERE - NUCLEO EMPRESARIAL DA REGIÃO DE EVORA - ASSOC. EMPRESARIAL
OBRA DE SÃO JOSE OPERARIO

dot Top


Agreement Summary

Text available in

Resumo do Acordo de PD Os parceiros acordam: 1. Objectivos comuns 1.1 Desenvolver em conjunto o projecto acima referenciado, cujo diagnóstico, objectivos, actividades, resultados e processo de avaliação, e plano de financiamento se descrevem no formulário de candidatura à acção 2. 2. Estruturas e processo de funcionamento da Parceria 2.1 Criar à partida as seguintes estruturas de gestão e funcionamento: O modelo de gestão da parceria adoptado para este projecto, baseia-se no princípio de cooperação activa dos actores na consecução dos objectivos das actividades previstas. A noção de parceria, como método de trabalho privilegiado da PD, remete sobretudo para a necessidade de criação de novas redes sustentadas de comunicação e de repartição de responsabilidades entre os técnicos, as organizações parceiras e os beneficiários intermédios e finais. Com esta metodologia de gestão, baseada numa relação mais interinstitucional e multidimensional, as organizações parceiras reforçam a sua capacidade de diálogo, partilha de metodologias e de experiências, melhoram a capacidade de encontro de soluções, bem como a transferência e a apropriação de práticas bem sucedidas. A estrutura de gestão da PD é essencialmente formada pelos técnicos que integram a entidade interlocutora. Trata-se de uma equipa com capacidades e competências técnicas, administrativas e de gestão do financiamento, no âmbito do programa EQUAL. Para o efeito, será criada: a) uma direcção colegial da PD formada por um representante de cada entidade parceira; b) um secretariado técnico para a gestão dos recursos organizacionais e financeiros, assim como para a produção de relatórios técnicos e estratégicos facilitadores à tomada de decisão da direcção da PD; c) uma unidade de apoio técnico-financeiro e contabilístico para assegurar a execução financeira e para prestar toda a informação necessária ao gabinete de gestão EQUAL. d) uma estrutura de avaliação interna, com o recurso a reuniões periódicas, para análise e monitorização permanente do projecto. Para dinamizar a política do funcionamento da PD será ainda tida em atenção a complementaridade das competências distintivas de cada parceiro no desenvolvimento específico das actividades programadas, articulada com uma coordenação técnico-científica com experiência relevante no desenvolvimento de projectos nacionais e comunitários. 2.2 Implementar o seguinte processo de tomada decisão (destacar nomeadamente processos de dos parceiros, mecanismos que promovam a igualdade de género, etc.): A dinâmica do processo de tomada de decisão enquadra-se no princípio da cultura de parceria tendo em vista o fomento do trabalho em rede e a prática do empowerment de todos os parceiros. Neste sentido, perspectiva-se no âmbito do projecto OSA o envolvimento de todos os parceiros em circunstâncias equitativas na tomada de decisão como condição sine qua nom para o êxito do trabalho da PD. Em termos estritos perspectiva-se: a) uma liderança da PD baseada na filosofia do consenso; b) uma dinâmica da igualdade de oprtunidades; c) o empowerment das mulheres envolvidas na PD; d) a melhoria dos processoas de inovação e de conhecimento nos processos de tomada de decisão; e) descentralização dos processos de intervenção; f) criação de task-forces dos técnicos da parceria para promover a consultadoria descentralizada para a decisão. 2.3 Assegurar a transparência da informação interna relativa ao projecto e à parceria, que será disponibilizada a todos os parceiros da seguinte forma ( ex. recurso às TIC...): Sendo a Fundação Eugénio de Almeida a entidade interlocutora do projecto OSA, cabe a ela o contacto com o Gabinete de Gestão EQUAL para envio de informação assim como esclarecimentos sobre o nível de execução do projecto. Neste sentido, a FEA assume a responsabilidade da gestão da comunicação da PD com o exterior, bem como no interior da parceria, concretizando assim um processo fluente e transparente que conta com o envolvimento e participação activa de todos os parceiros. Assim, será criado: a) um sistema de comunicação interno baseado em tecnologias de informação; b) um manual orientado para a uniformização dos procedimentos e para assegurar a transparência da informação interna; c) uma newsletter sobre as actividades do projecto; Pretende-se sobretudo, com o sistema de comunicação a implementar, deter uma visão o mais global e actualizada possível sobre o desenvolvimento do projecto. 2.4 Assegurar que a difusão pública dos resultados do projecto, finais ou provisórios, só será efectuada após anuência do(s) parceiro(s) envolvido(s) na sua concepção. 3. Recursos técnicos 3.1 Assegurar estabilidade nos recursos técnicos afectos ao projecto. 4. Ajustamento da parceria 4.1 Proceder ao ajustamento da parceria, à saída ou entrada de novos parceiros, ou eventual revisão deste Acordo, nomeadamente se a avaliação do projecto o indicar como necessário.

Last update: 11-03-2008 dot Top


Fundação Eugénio Almeida

(FEA)
Pátio de S. Miguel
-
P-7000-812-ÉVORA Évora

Tel:+351266-748300
Fax:266-705149
Email:geral@fea-evora.com.pt

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:19-11-2004 /

Text available in

Missão: A vocação institucional da FEA concretiza-se nos domínios cultural e educativo, social e assistencial, e espiritual visando o desenvolvimento e elevação da região de Évora. De acordo com os fins que lhe são atribuídos pelos Estatutos, a FEA promove e dinamiza um conjunto integrado de iniciativas próprias, em exclusivo ou em parceria e apoia projectos de outras entidades públicas e privadas abrangendo um largo espectro de actividades nos diferentes domínios do seu campo de actuação. O conhecimento adquirido e a atenção voltada para a realidade multíplice onde se integra, tem levado a FEA a articular meios, esforços e recursos com diversos interlocutores nacionais e estrangeiros, num compromisso de desenvolvimento económico e maior equilíbrio social e cultural para a região de Évora. Área Cultural e Educativa – A Fundação abre-se à pluralidade de formas e expressões pelas quais se revela e vive a realidade cultural. Da criação artística à promoção do conhecimento, da reflexão e debate de ideias à salvaguarda e qualificação do património, a Fundação procura lançar e envolver-se em projectos que, de forma efectiva, concorram para uma assunção plena da cultura enquanto factor de realização humana e esteio do avanço da sociedade. Área Social e Assistencial - Impelida pela força da sua missão estatutária, a Fundação Eugénio de Almeida vive, de modo pleno e efectivo, o compromisso de contribuir para a criação de uma cultura de solidariedade, que reafirme a dignidade da pessoa humana em todas as suas dimensões. Assim, dinamiza projectos próprios ou com outras entidades, que possam contribuir para o conhecimento rigoroso da realidade social, em particular do Alentejo. Procura igualmente assegurar apoios a pessoas carenciadas, adequados à natureza e condições de cada caso, de harmonia com princípios de justiça e equidade, e a instituições privadas que desenvolvem acções concretas no domínio da solidariedade social. Área Espiritual - Inspirada desde a sua criação na matriz axiológica do cristianismo, a Fundação Eugénio de Almeida procura, através da sua actividade, o desenvolvimento harmonioso e integral das pessoas e da comunidade em se que integra. Convicta de que os valores e referências cristãos oferecem uma base sólida para definir também um projecto institucional, a Fundação apoia regularmente organizações de inspiração cristã, com ou sem carácter religioso, respeitando a sua identidade, natureza e autonomia. Exploração Agro-Pecuária e Industrial – A par das outras áreas de intervenção a FEA comporta igualmente uma dimensão agrícola. Actualmente, a exploração agro-pecuária da Fundação inclui as produções de vinho, de azeite e de gado (vacas de carne; ovelhas e éguas). A cultura da vinha e o regadio têm permitido criar novos postos de trabalho, exigindo-se também cada vez maior especialização e preparação da mão de obra, o que tem conduzido a uma grande preocupação com a formação profissional dos trabalhadores.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Maria do Céu Ramos Maria +351266748300 geral@fea-evora.com.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Beira Serra - Associação Promotora do Desenvolvimento Rural Integrado

(BEIRA SERRA)
Urbanização da Alâmpada, Lote 24, Loja esqu. Boidobra
-
P-6200-250-COVILHÃ Covilhã
-

Tel:+351275322079
Fax:275314156
Email:beira.serra@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Organisation providing support and guidance for disadvantaged groups
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:COVA DA BEIRA
Date of joining / leaving:12-09-2007 /

Text available in

A Beira Serra é uma associação de desenvolvimento local cuja zona de intervenção corresponde à Cova da Beira, abarcando os concelhos de Belmonte, Covilhã e Fundão. Trata-se de uma entidade sem fins lucrativos, criada em 1994, que constitui por si só uma parceria alargada que congrega autarquias(câmaras municipais e juntas de freguesia), sindicatos, associações profissionais, instituições de apoio social, associações culturais e recreativas e ainda um número significativo de associados(as) a título individual. Os principais eixos de intervenção são: a) animação para o desenvolvimento local através da mobilização de pessoas e comunidades para a participação cívica activa; b) apoio à inserção de grupos sócio-economicamente desfavorecidos; c) promoção de potencialidades locais; d) divulgação de programas de apoio financeiro e suporte técnico na elaboração de candidaturas; e) apoio a micro-empresas; f) formação profissional e pessoal, g) estudos e projectos de desenvolvimento.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Graça Pinto Rojão Graça +351275322079 beira.serra@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


CARITAS ARQUIDIOCESANA DE ÉVORA

(-)
Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, nº2
-
P-7005-138-ÉVORA Évora
-

Tel:+351266739890
Fax:266739898
Email:caritas.evora@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Social services
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:05-09-2007 /

Text available in

A Caritas Diocesana de Évora é uma instituição privada, típica e oficial da igreja destinada à promoção e exercício da sua acção social cuja actividade teve início em 1984. Tem como orientações fundamentais: a doutrina social da Igreja; as orientações pastorais da Diocese na área social; os imperativos da solidariedade e da legislação civil e canónica em vigor, atribuindo prioridades às situações mais graves de pobreza e exclusão social. Os seus objectivos são: a assistência em situação de dependência ou emergência; a promoção social, visando a prevenção ou superação da dependência e o reforço da autonomia pessoal; o desenvolvimento, solidário, integral e personalizado; a transformação social em profundidade, especialmente nos domínios das relações sociais, dos valores e do ambiente; sensibilizar e dinamizar a comunidade diocesana no sentido da partilha cristã de bens, com atenção especial aos mais pobres; articular as actuações da pastoral da caridade na Arquidiocese de Évora com os programas e orientações da Caritas Portuguesa e Internacional, integrando-as, se for caso disso, no plano diocesano da acção pastoral; coordenar os seus programas de acção com organismos oficiais e particulares de acção social que actuem na área da Arquidiocese de Évora. A acção social desenvolvida pela Caritas abrange quatro grandes áreas de actuação: Família e Comunidade (atendimento social, roupeiro, ajuda alimentar, refeitório social, apoio a imigrantes); Apoio Domiciliário (serviço de apoio domiciliário e apoio domiciliário integrado); Centro de ATL (actividades regulares e pontuais); Ressocialização de toxicodependentes (comunidades terapêuticas, apartamentos de reinserção, programa Vida Emprego, equipa de apoio social directo); Formação e Emprego (formação dos técnicos da instituição, formação de agentes sociais voluntários, formação profissional, clube de emprego, empresas de inserção, programas ocupacionais). A parceria neste projecto vem possibilitar à Caritas o desenvolvimento de novas actividades na área da família e uma articulação com as actividades que já vem desenvolvendo nesta área. Promover o desenvolvimento de competências e serviços que contribuam para a conciliação articula-se com os seus objectivos institucionais: a transformação social em profundidade, especialmente nos domínios das relações sociais, dos valores e do ambiente.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Maria Adelaide Camacho Maria +351266739890 madelaide.camacho@caritasevora.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


NERE - NUCLEO EMPRESARIAL DA REGIÃO DE EVORA - ASSOC. EMPRESARIAL

(NERE)
PARQUE INDUSTRIAL TECNOLOGICO DE EVORA, RUA O - LOTE 2 - AP 500
-
P-7002-506-ÉVORA Évora

Tel:+351266709115
Fax:266771117
Email:geral@nere.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:25-11-2004 /

Text available in

O NERE – Núcleo Empresarial da Região de Évora é uma Associação Empresarial, sem fins lucrativos e oficialmente reconhecida como Entidade de Utilidade Pública. Sendo constituída ao abrigo da lei civil em Maio de 1985 como Núcleo Regional de AIP – Associação Industrial Portuguesa, autonomizou-se em Janeiro de 1991. Dos seus fins constam a promoção do desenvolvimento das actividades económicas do respectivo distrito nos domínios técnico, económico, comercial e associativo, bem como assegurar aos seus associados uma crescente participação nas decisões e nos programas que com essas actividades se relacionem. O NERE – Associação Empresarial representará os seus associados e assegurará a sua representação em todos os organismos privados e públicos que por lei ou convite lhe seja atribuída. Para prosseguir os seus objectivos o NERE-AE propõe-se: . Promover estudos que se relacionem com a actividade dos seus associados e demais agentes económicos da região; . Dinamizar a actividade associativa da região e incrementar o espírito de solidariedade e de apoio entre os seus associados; . Organizar e manter serviços de interesse para os seus associados, prestando adequada informação, apoio técnico e consultoria; . Organizar conferências, colóquios, cursos e outras manifestações que contribuam para a realização dos seus objectivos e do desenvolvimento da Região onde se insere; . Cooperar activamente com entidades públicas e privadas nacionais e estrangeiras em tudo o que contribua para o harmónico desenvolvimento regional. O apoio aos associados, empresas e entidades da Região é prestado através de diversos serviços, nas áreas da tecnologia, informação, formação, marketing e gestão financeira. Com actuação numa região que tem por tradição o latifúndio agrícola, embora se tenham implantado na última década algumas indústrias utilizadoras de mão-de-obra oriunda da agricultura, o NERE actua num contexto social, económico e político pouco favorável. O Distrito de Évora é, no entanto, uma das regiões do interior de Portugal onde o processo de desenvolvimento está mais avançado, requerendo uma participação activa de todos os agentes económicos. Neste sentido, o papel do NERE-AE e de todas as entidades que com ele colaboram ou pretendam colaborar, como dinamizadoras do tecido empresarial e da actividade económica da Região, assume uma importância fundamental, não só em termos do equilíbrio da estrutura produtiva, como também na consolidação do investimento regional. Actualmente o NERE-AE, dispõe dos seguintes serviços: Gabinete de Apoio Empresarial (apoio técnico nas áreas de extensão industrial, projectos de investimento, informação técnica e económica), Gabinete de Cooperação Empresarial (promoção da cooperação empresarial da região), Gabinete de Informação e Formação Empresarial (Formação profissional e empresarial abrangendo um elevado número de empresários, quadros superiores e médios, técnicos de PME’s bem como estudantes e recém licenciados de várias



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Vitor Paulo Malta Barbosa Vitor +351266709115 nere@oninet.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


OBRA DE SÃO JOSE OPERARIO

(OSJO)
Rua das Fontes, 3-A
-
P-7000-589-ÉVORA Évora

Tel:+351266703469
Fax:266746573
Email:osjo@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Social services
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:25-11-2004 /

Text available in

Em 19 de Março de 1958 é fundada, em Évora, a Obra de S. José Operário - instituição de beneficência - e aprovados canonicamente os Estatutos pelo Arcebispo D. Manuel Trindade Salgueiro. A Obra começou com um serviço de apoio aos idosos mais carenciados e às famílias de operários. Em 26 de Janeiro de 1984 são aprovados os Estatutos da Obra de S. José Operário tendo em vista converter-se numa Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) que prossegue os seguintes objectivos: a) contribuir para a promoção integral humana, social e cristã de pessoas ou famílias da Arquidiocese de Évora, nomeadamente as de recursos económicos mais débeis; b) respeitando a opção e prática religiosa de cada utente, a Fundação propõe-se manter uma vivência impregnada de caridade cristã e, a par dos melhores e mais actuais métodos pedagógicos, proporcionar um ambiente de verdadeira família; c) para a realização dos seus objectivos a Instituição propõe-se manter, entre outras, as seguintes de Lar de Idosos, Creche e Jardim Infantil, Actividade de Tempos Livres; d) criar outras modalidades de assistência afins, julgadas necessárias. Em 19 de Julho de 1984 a Fundação Obra de S. José Operário recebe o estatuto de uma IPSS. A partir dessa data, a Instituição - com sede na Rua das Fontes, 3-A, em Évora- passa a alargar os horizontes da sua acção social. Graças aos subsídios provenientes do Centro Regional de Segurança Social de Évora aumenta o acordo relativamente à valência de Lar da 3ª Idade (de 40 para 50 utentes) e à valência de Jardim de Infância e Tempos Livres (Évora) (cerca de 150 crianças). Nesse mesmo ano, e tendo em conta os muitos pedidos, abriu a valência de Internato de Crianças e Jovens em situação de risco, com 30 utentes. Nos anos seguintes, até hoje, tem alargado a sua acção assistencial a algumas localidades das freguesias do concelho de Évora: Nª Sª de Machede - onde funcionam as valências de Lar de Idosos, Centro de Dia, Apoio Domiciliário, Creche e Jardim de Infância e Actividade de Tempos Livres- ; São Miguel de Machede – onde funcionam as valências de Lar de Idosos, Apoio Domiciliário, Creche e Jardim de Infância e Actividade de Tempos Livres -; Montoito – onde funcionam as valências de Lar de Idosos, Centro de Dia e Apoio Domiciliário -; S. Gregório – onde funcionam as valências de Centro de Dia e Apoio Domiciliário a Idosos-; Aldeias de Montoito – onde funciona um Centro de Dia-; e Vale do Pereiro – onde funcionam Centro de Dia e Apoio Domiciliário. O número da segurança social da entidade é: 20004602176 (o indicado no campo adequado encontra-se incompleto por não permitir a inserção do número completo)



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Paula Cristina Rosado Godinho Paula +351266777440 paula.godinho@osjo.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

ORIENTAR, SERVIR E APOIAR: PROMOVER A CONCILIACAO DA VIDA FAMILIAR/PROFISSIONAL

Rationale

Text available in

- As várias actividades desenvolvidas em sede de diagnóstico permitiram identificar os seguintes pontos fortes e oportunidades: Pontos Fortes: 1.Credibilidade no terreno de todas as entidades que compõem a PD; 2.Experiências de intervenção complementares destas entidades no trabalho com famílias, jovens, voluntários, empresas e instituições; 3.Boa capacidade técnica de intervenção e de articulação; 4.Envolvimento eficaz dos actores-chave locais e dos destinatários finais; 5.Clara definição das principais necessidades de intervenção; 6.Existência de diversos parceiros associados de natureza diversificada e competências complementares (grupo de voluntariado de proximidade, empresa local e Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado); Oportunidades: 1.Forte noção, por parte das famílias e dos jovens, das consequências provocadas pelas dificuldades de conciliação; 2.Grande sensibilidade dos jovens sobre as questões relacionadas com a Igualdade de Oportunidades e CFP; 3.Forte motivação das famílias para acolher respostas alternativas que permitam facilitar a conciliação, nomeadamente, participando nos núcleos de voluntariado de proximidade; 4.Abertura institucional (empresa e instituições sociais) para a cooperação no desenvolvimento de programas enquadradores de voluntariado; 5.Grande disponibilidade dos jovens voluntários para a aquisição de qualificações específicas e exercício do voluntariado, nomeadamente na área da CFP; 6.Forte motivação dos jovens não voluntários para a iniciação no desempenho de actividades de voluntariado, nomeadamente junto de crianças e idosos; 7.Capacidade de perspectiva dos jovens sobre o papel do voluntário social no apoio a famílias com problemas de conciliação;, - As várias actividades desenvolvidas em sede de diagnóstico permitiram identificar os seguintes pontos fracos e ameaças: Pontos Fracos: 1.Número reduzido de recursos humanos para acompanhamento do projecto; 2.Baixa participação dos homens na área de trabalho social; 3.Debilidades orçamentais para a implementação da sinergia de actividades desejada; 4.Contacto recente com a filosofia, princípios e procedimentos EQUAL; Ameaças: 1.Grande número de famílias com problemas de conciliação (potenciais destinatários); 2.Enraizamento da mentalidade patriarcal; 3.Receios face à “invasão” do espaço privado, por parte do voluntário; 4.Fraco conhecimento das potencialidades do trabalho voluntário; 5.Receio face à presença do voluntariado, visto como ameaça ao trabalho remunerado; 6.Fraca valorização dos princípios de IO/CFP nas organizações; 7.Crescimento dos problemas familiares (desagregação das estruturas familiares tradicionais); 8.Enfraquecimento das relações de solidariedade informal;

dot Top


Objective

Text available in

O projecto “Orientar Servir e Apoiar: promover a conciliação da vida familiar e profissional” foi fundado por uma PD constituída pela Fundação Eugénio de Almeida, Cáritas Arquidiocesana de Évora, Obra de São José Operário e Núcleo Empresarial da Região de Évora, que alargam a PD da Acção2 com a integração da Beira Serra, e três outras entidades associadas, a empresa “Simões e Freitas, Lda.”, o Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado e o grupo informal de voluntários “Envelhecimento Activo”. Reconhecendo as necessidades decorrentes das dificuldades em conciliar a vida familiar com a vida profissional nos casais que, tendo uma vida laboral activa, prestam apoio a dependentes familiares (quer crianças, quer idosos) e perante a insuficiência de serviços existentes no concelho que permitam colmatar estas necessidades, considerou-se pertinente desenvolver um projecto que oferecesse alternativas viáveis e eficazes a esta problemática. O crescente reconhecimento das potencialidades do voluntariado social, por parte dos actores chave locais auscultados, levantou a hipótese de se rentabilizar este recurso que se reflecte num exercício activo da cidadania, que potencia o reforço dos laços de solidariedade informais com tendência a desvanecer, no sentido do apoio à família e comunidade. Nesta perspectiva, considerando as competências institucionais e técnicas da PD definiram-se como objectivos: orientar as práticas de voluntariado, organizado e informal, para uma dimensão exploratória na área da conciliação; servir os interesses das famílias, dos jovens e das organizações, através da demonstração da flexibilidade e potencialidades do voluntariado; apoiar e promover o encontro entre os prestadores e os beneficiários de voluntariado; promover competências nos voluntários sociais, para o desempenho adequado e rigoroso da sua actividade. Consideram-se incluídos estrategicamente nesta linha de objectivos, como destinatários, famílias com vida laboral activa e/ou crianças e idosos a cargo; jovens estudantes e outros voluntários sociais na área da CFP; organizações (empresas e instituições sociais). As actividades que se desenvolverão em função do cumprimento dos objectivos e da satisfação das necessidades específicas dos destinatários identificados são: a criação de uma bolsa de voluntários sociais para a CFP; constituição de 6 núcleos de voluntariado de proximidade; dinamização de 4 workshops relacionados com o voluntariado social, IO e CFP, dirigidos a estudantes, empresas e instituições sociais; formação de voluntários no apoio a crianças, idosos e famílias, na perspectiva do acompanhamento pessoal e desenvolvimento social. Acrescenta-se a esta sinergia de esforços o complemento da actividade transnacional cuja cooperação se estabeleceu com o projecto espanhol “Torre Pacheco: conciliando responsabilidades familiares e trabalho”, face ao qual se espera acrescentar valor a este projecto.

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics