IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 InterculturaCidade ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : FREGUESIA DE SANTA CATARINA
Other national partners : ACE - Associação Cultural Etnia
Associação Cultural Moinho da Juventude
Centro de Estudos Territoriais - C.E.T.
Frente Anti-Racista
União dos Sindicatos de Lisboa
EQUAL theme :Employability - Combating racism 
Type of DP :Sectoral - Specific discrimination and inequality problems 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2001-328 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :19-09-2002 
Last update :01-06-2007 
Monitoring: 2003  2004  2005   

Rationale

Text available in

The Project's area of intervention is located at the point where the neighbourhoods of Bica, Bairro Alto, and Madragoa come together and corresponds to the frontier zone between the parishes of S.Paulo, Santa Catarina, Mercês e Santos.o-Velho. It has been, for a long time, a place of residence of many immigrants from African Countries of Portuguese Oficicial Language (PALOP's). Today, with new migratory flows, the presence of other african coutries, as well as countries from Eastern Europe is also evident. Although these population represents a minority within the context of the mentionated parishes, its presence in this area of the city clearly define its social image and identity. In reality, this space consolidated itself over time as a place of residence for minorities, as a result of solidarity and co-operation networks that established themselves in the immigrant communities. Presently, this is one of the most degraded areas from an urban point of view and the most problematic in social terms, within the context of the parishes which it is a part of. This situation is the result of the precariousness of the housing conditions, and the weakness of the economic resourses and academic qualifications of the population that lives here. This situation has contributed towards the consolidation of a negative social image of this area of the city. At the same time, some petty crime phenomena have been witnessed, which are very often associated with the african resident community. Consequently, the co-existence of immigrant communities, africain ones in particular, with residents of portuguese origin, appears not to be totally pacific. The life of the whole community is marqued by the presence of immigrants. In fact, it began establishing itself as a place of sociability and social contact, currently functionig as a symbolic reference of african community in the centre of the city. These populations brought with them a set of attributes, behaviours, habits, values and social practices that they still preserve, fruit of strategies to maintain a self-identity and which facilitate their integration in a society which is strange to them. It is thus work pointing out the number of activities promoted by this population and targeted towards them. This is the case of some cafes, restaurants, "cantinhos da cachupa", nightlife establishments , boarding houses, travel agencies, and agencies that take care of documentation and bureaucratic support. These dynamics and the multiculturality of the community reflect themselves in the work ot the organisations that have responsability at various levels of management in this territoy, demanding differentiated responses from them. Thus, the project's area of intervention is a privileged place to promote an experience to test a set of methodologies, with respect to the development of urban-multiculturalism. In view of the described context, we identify as beneficiaries of the project: - Target-Groups- immigrants and other publics with difficulties of integration, that live in the area of intervention; - Organisations that have responsability at various levels of management in this territoy. We identify as characteristics and needs of the target-groups: Employment level: - Weak command or total lack of knowlege of portuguese language, that difficults their professional integration and in the system of professional formation - Illegality situations - Lack of knowlege of their rigths - Lack of knowlege of the functioning of the services - Offer of professional formation not adequated to the characteristics of the immigrants - Low qualifications (especialy among african immigrants) - Cultural discrimination from the employers (especialy addressed to the african immigrants) - Difficulties from the UNIVA's (little unities of local employment) in the integration of africans and beneficiaries of RMG in the labor market - Increase of the number of graduates, particulary among the immigrants Educational level: - Low economic ressourses and low academic qualifications of student's famlies - Fmilies with problems (prostitution, alcoholism, drug, unemployment) - Children living in boardig-houses (sometimes with grandparents and nurses) - Children with affective problems - African students are often in transition in this area - High insuccess levels and premature abandon of the school - Low participation of the parents in the development of the school activities - Non-existence of parents associations - Significative percentage of students of immigrant origine - Lack of professional formation for teachers in the intercultural education dominion - The school is not open to the community - Lack of preparation of the schools to receive children from other cultures, namely the newly arrived ones Health level: - Health problems due to population aging and to the bad living conditions - Bad lodgment conditions above all among the immigrants - Problems in the domiciliary support level - Premature pregnancy - Lack of knowledge in the dominion of familiar planning - Risk behaviours Ethnic and cultural interaction level: - Racist attitudes non-manifested among the community - Difficult neighbourhood relations - Conflicts usually assotiated to the cultural habits - Communication problems with the africans which are in the origin of conflicts - Strong assotiation of the area problems with the african community - Racist attitudes in schools /ATL' among the children that reproduce parents attitudes - Higher level of acceptance of the immigrants from eastern Europe We identify as needs of the organisations Employment level: - Larger divulgation of the UNIVA's and their functions - Larger knowledge of the immigrant's origin language - Larger knowledge of the immigrant's culture - Higher sensibilisation for the culture diversity Education level: - More technical workers, namely teachers - Lack of theoretic and technical means to deal with the diversity - Specific formation in the dominion of pupil's origin language - Formation and didactic resourses to teach portuguese as second language - Need of larger articulation with other institutions and other professionals Health level: - To find ways and means to promote among the target-groups the familiar planning and maternal health - Larger knowledge at the immigrant's specific pathologies level - Larger knowledge of the immigrant's origin language - Lack of human and financial means to promote differentiated interventions adequated to the needs of users We have identified as potentialities to the success of the Project: Employment level: - The preocupation manifested by the responsables of the parishes in the socio-professional integration of target-groups - The existence of UNIVA's located in the project's area of intervention - The existence of a Trade Union, located in the area, that supports immigrants in their processes of integration - The availability manifested by professionals in learning new practicies Educational level: - The sensibility of some teachers to the multiculturality questions - The use of strategies and methods by some teachers to deal with the learning difficulties of the students from cultural minorities - In some cases the multiculturality dimensions are expressed in the organisation, curricula, and in the school functioning - The cultures and tradictions of the children from other countries that may be profited in the learning process Health level: - The receptiviness manifested by directors and professionals to projects of this nature, namely in what concerns the caracteristics and needs of the population to adapt the responses of the services. During the diagnosis, namely in the analyse of the results, we have verified to be fundamental, to the target-groups socio-professional integration, to include in the project actions directed to the employers. These actions ought to be promoted next to the employers assotiations and enterprises from the activities sectors with a high level of immigrants workers.

dot Top


Objective

Text available in

General aim - To promote positive intercultural exchanges in order to take full advantage of cultural diversity and as a means for inclusion. Goals · To train Cultural Agents in the following fields: intercultural education projects, mediation and events production · To enhance the know-how and the intercultural skillsof immigrants as a resource for professional integration in the host country · To identify working areas in which intercultural skills may contribute to find employment/self-employment · To consolidate a network of services, involving local organisations in the project, in order to integrate good practices and new dynamics · To reduce the gap between citizens and organisations, promoting a positive relationship · To change attitudes of target groups from defensive strategies to pro-active attitudes · To qualify services providing a better knowledge of the needs and problems of target groups · To introduce new working areas in the organisations, sensitising them to intercultural skills of target groups · To promote better school-community liaisons, through an intercultural experience, which appeals to the participation of all actors · To act on the representations/attitudes of pupils and families regarding cultural diversity · To contribute to prevent school drop-out, involving families, valuing their cultural references and improving their cooperation with school · To facilitate access to employment of target groups, sensitising employers and associations to the value of intercultural skills · To sensitise workers and employers to abide by labour law To sensitise and mobilise local community to intercultural citizenship

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Guidance, counselling **
Training **
Work placement **
Employment aids (+ for self-employment) **
Integrated measures (pathway to integration) ***
Employment creation and support *
Training of teachers, trainers and staff *
Improvement of employment services, Recruitment structures **
Conception for training programs, certification **
Guidance and social services **
Awareness raising, information, publicity **
Studies and analysis of discrimination features **

Type of innovation Rating
Process-oriented **
Goal-oriented ***
Context oriented **

Text available in

Elementos inovadores do Projecto: · a estratégia de intervenção, ao assentar na valorização das competências culturais, enquanto factores facilitadores da inserção socio-profissional dos imigrantes; · a realização de uma experiência formativa ao nível da Animação intercultural e a contribuição para a definição de novos perfis profissionais neste domínio; · a utilização das mais recentes metodologias participativas de análise de problemas/potencialidades, e de definição de propostas de acção, que envolvam os destinatários e promotores, para a promoção do empowerment e a integração de novas metododogias/domínios de trabalho nas organizações seja ao nível dos públicos alvo, seja ao nível das organizações; · o envolvimento dos públicos alvo e organizações na concepção e operacionalização do projecto, contrariando a posição de receptor passivo que normalmente assumem os seus destinatários; · o conhecimento/reconhecimento dos empregadores dos recursos e competências dos imigrantes; · o trabalho em parceria de organizações com perfis e competências distintas, ao permitir uma visão global da problemática e a complementaridade na intervenção, assim como a transferência de saberes e práticas, e a introdução de novas práticas de trabalho em parceria. Elementos inovadores presentes na contribuição de cada parceiro: · a reunião e a troca de saberes/práticas das organizações presentes na P.D, cuja diversidade de perfis e competências, permite definir, através da reflexão em conjunto, formas de intervenção. Valor acrescentado: · a abordagem proposta pelo projecto à problemática, constitui uma inovação para o conjunto dos parceiros e, neste sentido, ele constitui para todos um processo de aprendizagem o qual, em caso de sucesso, trará mais valias para todos, os parceiros, mas também para os públicos alvo; · o aprofundamento do conhecimento dos técnicos relativamente à problemática permitirá melhorar as suas competências para intervir junto de comunidades multiculturais; · o aprofundamento do conhecimento de novas metodologias de trabalho, permitirá introduzir alterações nos processos de trabalho e de relacionamento com estes públicos, o que permitirá no futuro uma maior implicação das populações nos processos de promoção de desenvolvimento local; · a consolidação de novas formas de trabalho em parceria, permitirá o aprofundamento do relacionamento entre organizações com intervenção na área, assim como uma intervenção integrada, que se deverá traduzir numa melhoria dos processos de inserção das comunidades imigrantes; · o aproveitamento das potencialidades das competências dos grupos-alvo como factor integrador dos trabalhadores no mercado de trabalho, melhorando as relações no interior das empresas e, nessa medida a produtividade.

dot Top


Budget Action 2

500 000 – 1 000 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  33.3%  33.3% 
Employed  16.7%  16.7% 
Others (without status, social beneficiaries...)  0.0%  0.0% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  20.8%  20.8% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  29.2%  29.2% 
  100.0%
 
Physical Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Illness  0.0%  0.0% 
Population not suffering from a disability  50.0%  50.0% 
  100.0% 
 
Substance abusers 0.0%  0.0% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.0% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  8.3%  8.3% 
Without such specific discriminations  41.7%  41.7% 
  100.0% 
 
< 25 year  12.5%  12.5% 
25 - 50 year  33.3%  33.3% 
> 50 year  4.2%  4.2% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Gender discrimination **
Support to entrepreneurship *
Discrimination and inequality in employment **
Other discriminations **
Low qualification **
Racial discrimination ***
Unemployment **

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Developing collective responsibility and capacity for action
Participation in the project design
Participation in running and evaluating activities
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português
  • português
  • français
  • English

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.1%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
1562 Inter-Nation BEfr 35
FR IDF-2001-11255

dot Top


Background

 

 Involvment in previous EU programmes

  • Two and more partners involved in A&E

dot Top


Networking

 Interest in networking

Text available in

Recurso para a Promoção da Igualdade e da Diversidade Cultural (Centro de Apoio à Comunidade) – Instituições Governamentais e não Governamentais tais como: Autarquias, Escolas, IPSS, Colectividades ou outras associações com intervenção nos domínios social, cultural, laboral e cidadãos interessados na promoção da interculturalidade RTP – “Oficina de Trabalho para a Promoção da Interculturalidade em contexto sindical” e Boa Prática – “Protocolo de Sensibilização para a Promoção da Interculturalidade entre Associações representativas dos trabalhadores e empregadores” – Associações e/ou empresas associadas da CPPME, Associações representativas dos trabalhadores, instituições não governamentais e outras organizações interessadas na temática da interculturalidade Percurso Pedagógico… para a Interculturalidade – instituições governamentais e não governamentais, nomeadamente Autarquias, Escolas, IPSS, ATL e colectividades.

 Events

Text available in

Recurso para a Promoção da Igualdade e da Diversidade Cultural (Centro de Apoio à Comunidade) – Instituições Governamentais e não Governamentais tais como: Autarquias, Escolas, IPSS, Colectividades ou outras associações com intervenção nos domínios social, cultural, laboral e cidadãos interessados na promoção da interculturalidade RTP – “Oficina de Trabalho para a Promoção da Interculturalidade em contexto sindical” e Boa Prática – “Protocolo de Sensibilização para a Promoção da Interculturalidade entre Associações representativas dos trabalhadores e empregadores” – Associações e/ou empresas associadas da CPPME, Associações representativas dos trabalhadores, instituições não governamentais e outras organizações interessadas na temática da interculturalidade Percurso Pedagógico… para a Interculturalidade – instituições governamentais e não governamentais, nomeadamente Autarquias, Escolas, IPSS, ATL e colectividades.

 Products

N.C.

Last update: 19-09-2002 dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
FREGUESIA DE SANTA CATARINA Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
ACE - Associação Cultural Etnia
Associação Cultural Moinho da Juventude
Centro de Estudos Territoriais - C.E.T. Evaluation
Frente Anti-Racista
União dos Sindicatos de Lisboa

dot Top


Agreement Summary

Text available in

Through the present document the partners agree on developing the Project InterculturaCidade. The correspondent diagnostic, aims, activities, results and evaluation process as well as financial planning are described on the candidature's form to Action 2. Throughout the development of the project the partner's responsibilities are established for each activity. These responsibilities are defined and agreed in reference to the characteristics of each activity and its target, as well as the partner's profile. The contribution of all partners is vital/important to the development of the activities, though each one will have its own coordinator. It is established that the interlocutor to the Gabinete de Gestão da Equal is the Municipality of Lisbon. Concerning the share of technical responsibilities, each partner will be responsible for the activities that coordinates, according to its own functioning rules, Once it was established as interlocutor, the Municipality of Lisbon will be financially responsible for the Project.

Last update: 01-06-2007 dot Top


FREGUESIA DE SANTA CATARINA

(FSC)
Largo Dr. António Sousa Macedo, 7
-
P-1200-152-LISBOA Lisboa

Tel:+351213929800
Fax:213929809
Email:-

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:07-12-2006 /

Text available in

A Junta de Freguesia de Santa Catarina é um órgão autárquico de intervenção local. Dentro do âmbito as suas competências próprias, é responsável pelo funcionamento dos serviços à comunidade, a administração e conservação do património, a gestão do território conferido a sua jurisdição, a interacção com outros órgãos autárquicos e/ou entidades de interesse pela natureza da sua actividade. Dado a sua maior proximidade da comunidade, a sua actividade caracteriza-se pelo reconhecimento da gestão participativa das populações, através do desenvolvimento de actividades em diferentes áreas de intervenção como a cultura, a educação, a saúde, a recreação, entre outras. Igualmente, garante a participação democrática das populações através da sua estrutura, e actua na defesa dos direitos dos cidadãos.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Ana Bela Fonseca Pereira Dinis Ana +351213929800 JFSC@MAIL.TELEPAC.PT Entity contact person responsable for this project

Last update: 01-06-2007 dot Top


ACE - Associação Cultural Etnia

(ETNIA)
Calçada Marquês de Abrantes, 10, 3ºEsquerdo
-
P-1200-719-LISBOA Lisboa
-

Tel:+351213970629
Fax:213970637
Email:etnia@esotérica.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:09-01-2007 /

Text available in

A ETNIA é um projecto de acção cultural que opera, nas áreas musicais e culturais de raiz tradicional e que considera a cultura como um veículo e componente essencial de desenvolvimento das comunidades locais e regionais e uma ferramenta da descoberta recíproca e da aceitação das especificidades e diferenças nas sociedades contemporâneas. Tem 2 pólos: um em Caminha, onde funciona um centro de actividades culturais, e outro em Lisboa, no quadro do CICA- Centro Intercultural e Associativo. As actividades incluem a produção e edição de CD's, a organização de eventos culturais diversificados, a dinamização de programas de animação, cooperação e de educação multicultural, a elaboração de projectos e a assessoria na área sociocultural. É co-fundadora da Rede de Centros Culturais Portugueses e associada da ANIMAR- Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local em Meio Rural. Internacionalmente tem acordos de cooperação com associações e festivais de natureza similar.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Mário Alves Mário +351213970629 etnia@esoterica.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 01-06-2007 dot Top


Associação Cultural Moinho da Juventude

(-)
Travessa do Outeiro, nº 1
-
P-2720-575-AMADORA Amadora

Tel:+351214971070
Fax:214974027
Email:-

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:31-07-2004 /

Text available in

A Associação Cultural Moinho da Juventude é uma IPSS, sem fins lucrativos, que trabalha a nível comunitário com crianças, jovens e adultos migrantes. A sua missão principal é a de potencializar as competências da comunidade, em geral e da comunidade migrante, em particular, a valorização e reconhecimento das culturas (minoritárias) e a sua integração sócio-profissional. Áreas de intervenção: - Ao nível sócio-educacional: Crianças - jardim de infância, ATL, pais de bairro, Centro de Atendimento e creche familiar; Jovens - cirrículum alternativo, apoio escolar e desenvolvimento pessoal e social; Adultos - Alfabetização- - Ao nível sócio-cultural: Actividades culturais, dança, música, desporto, estas actividades estão direccionadas sobretudo, para os jovens. - Ao nível sócio-profissional: Formação profissional; formação de formadores; promoção da formação e do reconhecimento da carreira de mediadores; promoção da criação de serviços de proximidade; validação de competências de funcionários da área educativa; apoio à inserção laboral (UNIVA); e apoio à inserção laboral através dos percursos individualizados de inserção e formação em contexto de trabalho (Emprego Apoiado) - Ao nível do apoio e informação jurídica: Apoio à legalização; informação jurídica; apoio a mães adolescentes; e protecção de menores. Entidade Acreditada pelo INOFOR pelo período de 3 anos, com efeitos a partir de 22-01-2004.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
João Manuel Marques Barata Lima Fernandes João +351912574904 jodel2@gmail.com Entity contact person responsable for this project

Last update: 01-06-2007 dot Top


Centro de Estudos Territoriais - C.E.T.

(CET)
Cet- Edificio ISCTE, Av. das Forças Armadas
-
P-1649-026-LISBOA Lisboa

Tel:+351217958344
Fax:217957314
Email:cet@iscte.pt

 
Responsibility in the DP: Evaluation
Type of organisation:University / Research organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:03-09-2002 /

Text available in

Missão: Intervir ao nível científico, técnico e cultural em torno das questões decorrentes das suas actividades profissionais; Realização de actividades de carácter científico, e de estudos que contribuam para o conhecimento dos processos de transformação territorial; Cooperação inter-institucional e internacional, o diálogo e a reflexão colectiva, entendidas enquanto condições indispensáveis para a melhoria da qualidade dos projectos e para a formação das equipas que os desenvolvem; Organização de acções de formação científica, técnica e profissional. Áreas de investigação: Desenvolvimento e Reordenamento Territorial; Desenvolvimento Local e Regional; Produção, Renovação, Requalificação e Reabilitação Urbana; Produção, Usos e Apropriação do Alojamento e Equipamentos Colectivos; Identidades e Dinâmicas Territoriais; Actividades de Consumo e Estilos de Vida; Avaliação de Impactos Sociais, Urbanísticos e Ambientais; Igualdade de Oportunidades e Formação Profissional.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Maria Elisabete Morgado Lopes Maria +351217958344 maria.lopes@iscte.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 01-06-2007 dot Top


Frente Anti-Racista

(FAR)
Rua Rodrigo da Fonseca, 56, 2º
-
P-1250-193-LISBOA Lisboa

Tel:+351213879124
Fax:213863221
Email:

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:03-09-2002 /

Text available in

A FAR é uma organização não governamental, sem fins lucrativos e surge como contributo para o combate ao racismo e à xenofobia, bem como uma acção pedagógica, ideológica e transformadora das mentalidades. Tem como principais missões: - o combate ao racismo e à xenofobia -o combate à exclusão social -o apoio jurídico aos imigrantes -a sensibilização dos jovens nas escolas e universidades para a promoção do diálogo intercultural



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Manuel Garcia Correia Manuel +351213879124 (Unknown) Entity contact person responsable for this project

Last update: 01-06-2007 dot Top


União dos Sindicatos de Lisboa

(USL/CGTP-IN)
Rua de S. Pedro de Alcântara, 63, 2º
-
P-1250-238-LISBOA Lisboa
-

Tel:+351213474964
Fax:213424140
Email:usl.cgtp@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Trade Union
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:08-01-2007 /

Text available in

A USL/CGTP-IN é uma organização regional da CGTP-IN. Tem como grandes prioridades de intervenção a reivindicação e dinamização de planos regionais nos campos: emprego, segurança social, saúde, ensino, cultura, habitação, transportes, tempos livres e meio ambiente.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Fernando Manuel Fernandes Ambrioso Fernando +351918773393 ambrioso@uniaolisboa-cgtp.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 01-06-2007 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

INTERCULTURACIDADE

Rationale

Text available in

O projecto InterculturaCidade é um projecto de natureza local e desenvolve-se no espaço de confluência de três bairros históricos habitacionais do centro de Lisboa: Madragoa, Bairro Alto e Bica. Corresponde à zona de fronteira entre as freguesias de São Paulo, Santa Catarina, Mercês e Santos- o -Velho e é, desde há muito, local de residência de muitos imigrantes provenientes dos países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP's). Actualmente, com os novos fluxos migratórios, regista-se a presença de outros países de África, mas também da Europa de Leste. Embora as comunidades imigrantes representem uma minoria da população residente , a sua presença marca em definitivo a identidade desta área. Efectivamente, este espaço foi-se consolidando ao longo dos tempos como local de residência de imigrantes, resultado das redes de solidariedade e de entreajuda que se estabelecem. Do ponto de vista urbanístico e social a área de intervenção do projecto é uma das mais degradadas no contexto das freguesias em que se integra, resultado das precárias condições de alojamento e dos fracos recursos económicos e escolares da maior parte da população que aqui reside. A situação descrita tem contribuído para a consolidação de uma imagem social negativa desta área da cidade. Simultaneamente, têm vindo a registar-se alguns fenómenos de marginalidade, os quais são muitas vezes associados, pela comunidade local à presença dos imigrantes, em particular dos africanos. Assim, a coexistência dos residentes de origem portuguesa e das comunidades imigrantes não é completamente pacífica. Esta realidade consubstancia-se nos ritmos de vida das comunidades aqui residentes. Assim, este foi-se constituindo como um lugar de sociabilidade e de convívio, funcionando como referência espacial e simbólica da comunidade africana no centro da cidade. De facto, estas populações trouxeram consigo um conjunto de atributos, comportamentos, hábitos, valores e práticas sociais diferentes e que ainda hoje preservam, fruto de estratégias de manutenção de uma identidade própria e que são facilitadoras da sua integração numa sociedade que lhes é estranha. Esta realidade traduz-se também na quantidade de actividades promovidas por esta população e que a ela se destinam, como é o caso de cafés, restaurantes, "cantinhos da cachupa", estabelecimentos de diversão nocturna, pensões, agências de viagens e de documentação, etc. As dinâmicas identificadas reflectem-se no trabalho das organizações que intervêm neste território, na medida em que os públicos a que se destinam são cada vez mais diversificados, exigindo destas respostas diferenciadas. Assim, a área de intervenção deste projecto revela-se como um espaço privilegiado para a realização de uma experiência ao nível da promoção da interculturalidade urbana e para testar um conjunto de metodologias de trabalho no domínio da integração dos imigrantes. Face ao contexto apresentado, identificam-se como destinatários do projecto: - grupos-alvo-imigrantes e outros públicos com dificuldades de inserção, residentes na área - organizações beneficiárias-organizações que intervêm no território ao nível do emprego, da educação e da saúde Identificam-se como características e necessidades dos públicos-alvo: Ao nível do Emprego: - fraco domínio/desconhecimento do português pelos imigrantes, dificultando a inserção profissional, e em acções de formação e a sua relação com os serviços - situações de ilegalidade - desconhecimento de direitos e deveres - desconhecimento do funcionamento dos serviços - formação profissional inadequada às características dos imigrantes - baixa qualificação profissional (sobretudo nos imigrantes africanos) - dificuldade de reconhecimento das habilitações obtidas nos países de origem - discriminação cultural por parte dos empregadores relativamente aos imigrantes africanos ( p.e., exigem posturas não compatíveis com os hábitos culturais como p.e. os trajes africanos ou as práticas religiosas muçulmanas) - dificuldade das UNIVA's em integrar africanos e beneficiários do RMG no mercado de trabalho - aumento do número de licenciados desempregados, em particular imigrantes, em especial na área das humanísticas Ao nível da Educação: - população escolar oriunda de famílias de baixos recursos económicos e escolares - famílias desestruturadas; onde se detectam situações de prostituição, droga e alcoolismo - crianças residentes em pensões degradadas, com avós ou com amas desqualificadas e que, por vezes, desconhecem os pais - crianças com problemas afectivos (nalgumas escolas chegam a atingir os 50%) que decorrem dos seus processos de socialização - a população escolar flutuante, dada a condição de imigrante das suas famílias - problemas de aprendizagem devido ao fraco domínio do português por parte de crianças e famílias - forte insucesso e abandono precoce da escola sem cumprimento da escolaridade obrigatória - fraca participação dos pais no desenvolvimento das actividades curriculares - inexistência de associação de pais na generalidade das escolas contactadas - percentagem significativa de população escolar de origem não portuguesa ao nível do 1º ciclo do ensino básico - ausência de acções de formação dirigidas aos docentes no domínio da educação intercultural - fechamento da escola ao meio, dificultando a inserção das crianças na escola e na sociedade - falta de preparação das escolas para acolher crianças de outras culturas, nomeadamente as recém chegadas Ao nível da Saúde: - problemas de saúde devido ao envelhecimento da população e às deficientes condições de vida - condições de alojamento precárias e promíscuas, sobretudo dos imigrantes (caso de algumas pensões) - problemas ao nível do apoio domiciliário - gravidezes precoces - desconhecimento/alheamento do planeamento familiar - comportamentos de risco Ao nível da interacção étnica e cultural - existência de atitudes discriminatórias não manifestas, que leva alguns dos entrevistados a considerarem o seu bairro racista e falsamente acolhedor; - relações de vizinhança difíceis em situações em que se verifica diversidade cultural no mesmo edifício, que terão por base uma atitude racista; - existência de conflitos, normalmente associados a hábitos culturais, sobretudo dos africanos, nomeadamente as práticas de convívio (barulho), o que provoca atitudes de rejeição, sobretudo, por parte dos mais velhos; - existência de problemas de comunicação e entendimento com os africanos, que estão na origem de conflitos, que têm na sua essência atitudes discriminatórias; - existência de uma forte associação dos problemas existentes na área à comunidade africana; - existência de atitudes discriminatórias nas escolas/ATL's, por parte das crianças, que reproduzem as atitudes familiares. - maior aceitação da comunidade relativamente aos imigrantes de leste Identificam-se como necessidades das organizações: Ao nível do emprego: - maior divulgação das UNIVA's e das suas funções - maior conhecimento da língua de origem dos imigrantes - dotar os técnicos de conhecimentos da cultura (língua, hábitos, etc.) da população imigrante por forma a adequar os serviços às suas especificidades - realização de sessões de sensibilização para a diversidade e workshops com empregadores Ao nível da educação: - mais pessoal técnico (nomeadamente professores) - falta de meios teóricos e técnicos para lidar com a diversidade - formação específica para as questões da língua materna dos alunos - formação e recursos didácticos para leccionar o português como segunda língua (no caso das escolas secundárias) - necessidade de maior articulação com outras instituições e profissionais (p.e, psicólogos) Ao nível da saúde: - encontrar formas e meios de promover, junto dos grupos-alvo, o planeamento familiar e saúde materna - maior conhecimento ao nível das patologias específicas dos imigrantes - maior conhecimento da língua de origem dos imigrantes - falta de meios humanos e financeiros para promover intervenções diferenciadas de acordo com as necessidades dos utentes No decorrer deste diagnóstico identificaram-se como potencialidades para o sucesso do projecto Ao nível do emprego: - existência de preocupações por parte das juntas de freguesia com a inserção sócio-profissional - existência de UNIVA's, sediadas na área, sendo que uma tem como destinatários os imigrantes - existência de um sindicato, sediado na área, que tem como uma das principais actividades o apoio e acompanhamento dos imigrantes na sua inserção - disponibilidade e interesse dos técnicos em aprofundar novas práticas que permitam adequar as respostas às necessidades Ao nível da Educação: - sensibilidade de alguns professores para as questões da multiculturalidade - utilização de estratégias e métodos por parte de alguns professores para lidar com as dificuldades de aprendizagem dos alunos de minorias étnicas - nalguns casos, as dimensões da multiculturalidade ganham expressão na organização, nas abordagens curriculares e no funcionamento da escola, nomeadamente nas exposições, nas actividades lúdicas e na decoração - posse, por parte das crianças de outros grupos étnico-culturais e famílias, de culturas e tradições que são um importante recurso educativo Ao nível da saúde - Receptividade por parte de dirigentes e técnicos para projectos desta natureza, nomeadamente, pelo conhecimento dos perfis da população e das suas necessidades, para uma melhor adequação dos serviços existentes e criação de novas áreas e formas de prestar serviços à população. No decorrer do diagnóstico apresentado, nomeadamente na análise dos resultados, verificámos ser fundamental, para a inserção socio-profissional dos grupos-alvo, que o projecto contemplasse nas suas actividades, acções dirigidas aos empregadores, podendo estas ser promovidas junto de Associações empresariais e das empresas dos sectores de actividade onde se verifica uma grande incidência de trabalhadores imigrantes e aqueles onde as suas competências podem constituir uma mais-valia.

dot Top


Objective

Text available in

Geral- Promover dinâmicas interculturais positivas partindo da diversidade cultural como um vector de inclusão Específicos · Testar um curriculum formativo de Animação Intercultural que contribua para o desenvolvimento de competências em: Animação de projectos de educação intercultural, Mediação intercultural e Produção de eventos interculturais · Potenciar o saber-fazer e as competências interculturais adquiridos nos percursos de imigração como recursos facilitadores da inserção profissional · Identificar sectores de actividade onde as competências interculturais constituam uma mais valia para o exercício de uma actividade profissional, através do trabalho assalariado ou da criação do próprio emprego · Consolidar uma rede de serviços, envolvendo as organizações no projecto, por forma a integrarem as boas práticas, e a assegurarem, no final, a dinâmica imprimida · Promover uma aproximação/relação positiva entre os cidadãos e as organizações · Agir sobre as atitudes dos grupos-alvo nos processos de inserção, passando de uma estratégia defensiva a uma atitude pro-activa · Qualificar os serviços, proporcionando um maior conhecimento das necessidades e problemas dos grupos-alvo · Introduzir novas áreas de trabalho nas organizações, sensibilizando-as para as mais valias das competências interculturais dos grupos-alvo · Promover a abertura das escolas ao meio, através de uma experiência de educação intercultural, que apele à participação da comunidade educativa · Agir sobre as representações/atitudes dos alunos/famílias face à multiculturalidade · Contribuir para combater o abandono escolar, envolvendo as famílias, valorizando as suas culturas de origem · Facilitar o acesso ao emprego dos grupos-alvo, sensibilizando as empresas/associações empresariais para as mais valias das competências interculturais · Sensibilizar trabalhadores e empregadores para o cumprimento da legislação laboral · Mobilizar a comunidade e sensibilizar para a cidadania intercultural

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics