IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 Trilhos Profissionais ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : TRILHO - Associação para o Desenvolvimento Rural
Other national partners : ADRAL - Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, S.A.
Associação de Municípios do Distrito de Évora (AMDE)
PROFOC - PROJECTOS DE FORMAÇÃO E CONSULTORIA LDA
Vendas Novas, Porta do Alentejo - Associação de Desenvolvimento Local
EQUAL theme :Employability - (Re-)integration to the labour market 
Type of DP :Geographical - Other - ALENTEJO 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2004-048 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :28-03-2005 
Last update :11-03-2008 
Monitoring: 2005  2006   

Rationale

Text available in

- The strong points and identified opportunities in the diagnosis are focused on the demographic and territory dimension, education, job training and job, structures local economic, health and social safety, having stood out: Central and privileged location of some municipalities Alentejo´s central localisation Strategic positioning in the road axes: Lisbon - Spain and Algarve - North of Portugal High quality of the natural and built patrimonies Important geological area for ornamental stones, namely marble Possibility of reinforcement of the image valorisation and quality of the patrimonial heritage of the Alentejo National and international advantages, originates by the strategic positioning of the area Intensification of trans-boarder articulation with Spain Favourable conditions for alternative and renewable energies production Growing search for cultural services and regional patrimonial values Good inter-municipality accessibilities Widespread tendency for the decrease of the illiteracy tax Formative and scholar diversified options Growing expansion of regional products market Growing tourist market Use of the immigrants' qualifications Development of studies on the business fabric and employability, aiming the elaboration of Professional Formation Plan Widespread tendency for the growth of the no. of companies Widespread tendency for the growth of the no. of societies Medium dimension of the agricultural explorations Growth of agro-tourism demand Existence of watering perimeters and aptitude for the horticulture and fruit industry Extensive areas for the increment of the whistle-pastoral systems High economic value of some traditional productions (wine, olive oil and cheese) Possibilities of industrial development Growing expansion of the social market of the job National institutions of support to the child, to senior/elders and family , - The weak points and threats identified in the diagnosis arise from the demographic dimension and territory, education, formation and job, structures local economy, health and social security, having verified: Double demographic aging Weak population density Low fecundity % Reduced number of young persons Significant number of elders Weak capacity of solemnity demographic regeneration Abandon of the rural spaces in favour of central municipalities and population concentration in urban centres Slowing down of the growth of the Portuguese population Decrease of structural funds Small favourable social and economic conjuncture Low earth and work productivity Aggravation of the environmental impacts Unfavourable immigration policies for to the foreign integration Reduced level of education of the population Tendency for the decrease of the % of masculine activity Lack of professional education infrastructures Human resources with low qualifications, lack of specialized personnel Increase of the number of job requests The job offers received in the national job centres are inferior to the job offers satisfied Slowing down of Portuguese economy growth Effect of European agricultural policy on extensive agriculture High abandon and school failure Lack of financial and tax incentives for job creation Dominance of singular agricultural explorations production Weak linked business spirit to the agriculture Larger investment in the creation of companies of Trade for thick and to I shred Weak / weakened dynamics business place Aggressive concurrency of products originate from of several countries of the world Aging population Lack of personnel in the health area, especially in the rural spaces Social poverty and exclusion Weak socio-economic conjuncture

dot Top


Objective

Text available in

The area of intervention of this project is Central Alentejo, and but the aims of the same will be focused and be more pressing at the levels Évora, Redondo, Vendas Novas and Estremoz, municipalities due to their particular and specific characteristics, in the measure that they present three territorial logics: an axis structured around the dynamics of the transforming industry of Vendas Novas and of the logics of the marble extractive industry of Estremoz; the paradoxical characteristics of the poverty phenomena and of exclusion that persist in a picture of agriculture-industrial renewal of the Circular; the logics of polar concentration of services in Évora, in a logic of pilot actions. The central objective of this project is the promotion of socially depreciated and/or subject to gender prejudices professions, sustainable at a local level, in lack or that can be a reality in the future, in a logic of professional marketing. This objective elapses of the need of changing a reality that appears on one side, for the existence of high unemployment levels (essentially feminine) and in a other, for the incapacity on the employers of the area of finding qualified labour work. In this sense, this project intends to give its contribution to overcome this paradox, in a logic of equality of opportunities in the orientation and access to the job. This contribution will focus essentially on the attempt of adaptation of attitudes and mentalities facing to the job and therefore, the intervention logic seats in the professional marketing, translated in a campaign that will be driven the youths, and unemployed women, essentially acting on professional orientation aiming professional insert, in way the promoting employability increase, and in the sense of finding specified and continuous solutions for identified needs, namely in the youths' case, career and professional guidance to clarify professional options, and in relation to women, professional orientation for real needs of the job market, and in what it concerns companies and employers, labour-work with professional qualification that can face the demands and competitivity of the job market. This project brings out the verification of the existence of maladjustments between job offer and job search, and it intends to develop activities in the field the "professional marketing", publicising professions, and, mainly, to value social representations, more negatives than they exist, concerning many of them, above all for the so called "traditional professions", stigmatized, that, precisely because they are in demand are usually very well paid and, actually, and fruit of technological development, not always present the most negative aspects than traditionally.

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Guidance, counselling ***
Training *
Work placement *
Employment aids (+ for self-employment) **
Integrated measures (pathway to integration) **
Employment creation and support *
Improvement of employment services, Recruitment structures **
Conception for training programs, certification **
Anticipation of technical changes **
Guidance and social services **
Awareness raising, information, publicity ***
Studies and analysis of discrimination features **

Type of innovation Rating
Process-oriented ***
Goal-oriented ***
Context oriented **

dot Top


Budget Action 2

250 000 – 500 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  23.1%  0.0% 
Employed  4.7%  14.0% 
Others (without status, social beneficiaries...)  34.9%  23.3% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  0.0%  0.0% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  62.8%  37.2% 
  100.0%
 
Physical Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Illness  0.0%  0.0% 
Population not suffering from a disability  62.8%  37.2% 
  100.0% 
 
Substance abusers 0.0%  0.0% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.0% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  0.0%  0.0% 
Without such specific discriminations  62.8%  37.2% 
  100.0% 
 
< 25 year  34.7%  23.3% 
25 - 50 year  23.3%  0.0% 
> 50 year  4.7%  14.0% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Gender discrimination **
Support to entrepreneurship **
Disabilities *
Low qualification **
Unemployment **

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Developing collective responsibility and capacity for action
Participation in the project design
Participation in running and evaluating activities
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.1%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
3730 ECO (European Competences Observatory) ES ES20040416
IT IT-G2-CAL-051

dot Top


Background

 

N.C.

dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
TRILHO - Associação para o Desenvolvimento Rural Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
ADRAL - Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, S.A.
Associação de Municípios do Distrito de Évora (AMDE)
PROFOC - PROJECTOS DE FORMAÇÃO E CONSULTORIA LDA
Vendas Novas, Porta do Alentejo - Associação de Desenvolvimento Local

dot Top


Agreement Summary

Text available in

Resumo do Acordo de PD Os parceiros acordam: 1. Objectivos comuns 1.1 Desenvolver em conjunto o projecto acima referenciado, cujo diagnóstico, objectivos, actividades, resultados e processo de avaliação, e plano de financiamento se descrevem no formulário de candidatura à acção 2. 2. Estruturas e processo de funcionamento da Parceria 2.1 Criar à partida as seguintes estruturas de gestão e funcionamento: A estrutura de gestão e funcionamento será constituída por uma Comissão Directiva que integra a Parceria de Desenvolvimento, sendo composta pelo responsável do projecto (entidade interlocutora), por representantes de cada um dos parceiros, nomeadamente um técnico e/ou coordenador, assegurando-se que ao longo do projecto sejam sempre os mesmos. A Comissão directiva é a estrutura responsável pelo acompanhamento, execução e avaliação do projecto, que assume a responsabilidade pelas decisões da parceria, assim como pela integração de novos parceiros/cooperantes. Esta estrutura reúne mensalmente. Por outro lado serão constituídos Grupos de Trabalho, que são compostos por representante (s) de cada entidade responsável pela dinamização das actividades associadas a cada grupo de trabalho / áreas de competências. Reúne sempre que necessário e é responsável pela: 1. implementação ou delegação de competências das decisões decorrentes da Comissão Directiva; 2. preparação e apresentação de propostas concretas de desenvolvimento e calendários de realização de actividades à Comissão Directiva; 3. implementação e acompanhamento das actividades. As áreas dos grupos de trabalho são as abaixo mencionadas:  Transnacional  Avaliação  Disseminação / Promoção  Iniciativas com entidades empregadoras  Iniciativas nas escolas e comunidade Será ainda criada uma Comissão / conselho consultivo, constituída por Representantes da Parceria de Desenvolvimento, por entidades protocoladas, como sejam o CISA, ISCTE, Direcção Regional de Educação do Alentejo e Instituto de Emprego e Formação Profissional e, outras conforme as necessidades e momento do projecto. Esta estrutura pretende criar um fórum de reflexão, aferição e ajustamento das actividades a desenvolver. 2.2 Implementar o seguinte processo de tomada decisão (destacar nomeadamente processos de dos parceiros, mecanismos que promovam a igualdade de género, etc.): O processo de tomada de decisão do projecto pauta-se pela consensualidade, sendo que todas as decisões serão tomadas em seio da Comissão Directiva. Essa Comissão Directiva é a instância onde serão tomadas as decisões vinculativas do projecto e integra a Parceria de Desenvolvimento, representada pelo coordenador e representantes (técnicos e/ou coordenadores) de cada uma das entidades parceiras, estando todos em pé de igualdade na tomada de decisão, aumentando o seu envolvimento e o comprometimento relativamente ao projecto. Definiu-se que em caso de falha da regra estabelecida as decisões serão tomadas por maioria simples, sendo que cada entidade terá direito a um voto. Os elementos da Comissão Directiva e responsáveis pelas tomadas de decisão partilham responsabilidades equilibradas, independentemente do seu sexo, sendo flexivel a adaptação a horários das reuniões mais compativeis com as responsabilidades familiares. Toda a parceria participa e influencia o processo decisório, independentemente de ser homem ou mulher, que desempenhe funções de chefia ou de técnico, com o objectivo de estarem igualitariamente envolvidos neste processo, contribuindo para a definição de linhas estratégicas para a implementação do projecto, legitimando as decisões tomadas. Estes mecanismos são assegurados pela regra de consenso, garantindo a todos voz participativa nas decisões. 2.3 Assegurar a transparência da informação interna relativa ao projecto e à parceria, que será disponibilizada a todos os parceiros da seguinte forma ( ex. recurso às TIC...): A metodologia de partilha de informação será consubstanciada através da distribuição de responsabilidade de gestão e acompanhamento na execução das actividades e pautar-se-á pela troca de toda a documentação concernente ao projecto por via e-mail, para todos os parceiros, independentemente de estarem mais directa ou indirectamente envolvidos na realização das actividades previstas, e pela recolha e tratamento dos feed-backs da informação veiculada. Por outro lado, a realização de reuniões regulares da Comissão Directiva, uma vez por mês, para acompanhamento da evolução das actividades, onde estão representados todos os parceiros permitirá que todos tenham conhecimento e acompanhem a evolução de todas as actividades. A PD terá ainda acesso às informações do projecto através da elaboração de actas e relatórios regulares sobre execução das tarefas delegadas. Estes mecanismos possibilitarão uma sintonização da Parceria de Desenvolvimento e um envolvimento intrínseco às fases de desenvolvimento do projecto, na medida em que contribuirão para o desenvolvimento de um processo de acção conjunta, entre os vários parceiros, que estão mobilizados para realizar objectivos comuns, e de forma articulada definem estratégias e caminhos de forma a implementarem as actividades, avaliando continuamente e em conjunto os seus resultados e processos. 2.4 Assegurar que a difusão pública dos resultados do projecto, finais ou provisórios, só será efectuada após anuência do(s) parceiro(s) envolvido(s) na sua concepção. 3. Recursos técnicos 3.1 Assegurar estabilidade nos recursos técnicos afectos ao projecto. 4. Ajustamento da parceria 4.1 Proceder ao ajustamento da parceria, à saída ou entrada de novos parceiros, ou eventual revisão deste Acordo, nomeadamente se a avaliação do projecto o indicar como necessário.

Last update: 11-03-2008 dot Top


TRILHO - Associação para o Desenvolvimento Rural

(TRILHO - ADR)
Travessa do Megué, 4 - 2º Esq.
-
P-7000-631-ÉVORA Évora

Tel:+351266701210
Fax:266706199
Email:trilho@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:29-04-2004 /

Text available in

A TRILHO é uma entidade local sem fins lucrativos que tem por objecto o desenvolvimento integrado do distrito de Évora, e a promoção de acções de apoio à economia rural. Os seus principais objectivos e intenções pautam-se pela intervenção activa na região para atenuar o processo de desertificação física e humana, assegurando o render das gerações agrícolas, potenciar as solidariedades sociais e actividades socio-culturais e diversificar a economia local. Tem uma preocupação pela preservação do meio ambiente e a sua envolvente, bem como a divulgação dos instrumentos financeiros e o respectivo quadro legal de apoio a empresas e a promotores das zonas rurais. Promove a organização de novas entidades e empresas que divulguem as potencialidades locais, projectos a programas de âmbito abrangente que tenham como principal pressuposto o desenvolvimento rural integrado. Dinamiza capacidades de investimento e envolvimento locais e regionais, a participação em redes de informação e divulgação de experiências de desenvolvimento rural integrado, de âmbito nacional ou comunitário, a participação em associações, federações, sociedades ou outras pessoas colectivas. As intervenções pretendem o impacto ao nível das comunidades, dos grupos mais vulneráveis, como os jovens, as mulheres, os idosos, as pessoas sem qualificações ou com baixas qualificações, os beneficiários do rendimento social de inserção e os desempregados de longa e muito longa duração. As áreas de intervenção são essencialmente, o desenvolvimento social integrado, o turismo em espaço rural, emprego e qualificação sócio-profissional, agricultura e desenvolvimento rural, assistência técnica ao desenvolvimento rural e valorização das artes e ofícios tradicionais.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Florence Catherine Nicole Jeanne Melen Florence +351266701210 trilho@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


ADRAL - Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, S.A.

(ADRAL)
Rua 24 de Julho, nº 1 - 1º esq.
-
P-7000-673-ÉVORA Évora
-

Tel:+351266769150
Fax:266769156
Email:geral@adral.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:13-12-2007 /

Text available in

A ADRAL resulta de uma parceria composta por 68 entidades públicas e privadas com experiência nos vários sectores de actividade tais como o económico, social, investigação e desenvolvimento, e profundas conhecedoras da realidade regional. A ADRAL trata-se de uma entidade sem fina lucrativos, não existindo, pois, distribuição de dividendos. Um dos seus principais propósitos é a cooperação com todos os actores locais, promovendo iniciativas comuns e projectos conjuntos no espírito de parceria que a anima e que considera constituir um elemento fundamental para cumprir com êxito os objectivos a que se propõe. Trata-se assim de uma estrutura regional cujo objectivo social é a promoção do desenvolvimento do Alentejo e o fortalecimento da sua base económica e produtiva, em cooperação com os demais agentes e entidades da região, do país ou de outros países, cuja actividade concorra para o mesmo fim. Deste modo, destacamos como áreas de intervenção da ADRAL as seguintes: estudos regionais, informação e animação económica, marketing territorial, consultoria a PMEs e formação.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Daniel Rodrigues Pedreira Daniel +351266769150 daniel.pedreira@adrall.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Associação de Municípios do Distrito de Évora (AMDE)

(AMDE)
Rua 24 de Julho, nº 1 R/C
-
P-7000-673-ÉVORA Évora
-

Tel:+351266749420
Fax:266749425
Email:amde@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:13-12-2007 /

Text available in

A AMDE tem por associados 13 dos 14 municípios do Distrito de Évora, tendo por objecto: 1. Promover estudos e elaborar e gerir projectos e planos comuns em diversos domínios com vista ao desenvolvimento económico, social e cultural das populações do distrito 2. Representar os municípios associados perante os órgãos de soberania As principais áreas de intervenção são: - Implementação do Sistema de Valorização e Tratamento dos Resíduos Sólidos Urbanos - Implementação do Sistema de Informação Geográfica - Acompanhamento e fiscalização do controle da qualidade da água de abastecimento público - Modernização e qualificação dos serviços municipais - Organização de iniciativas desportivas - Constituição e coordenação da Rede de Gabinetes de Apoio ao Desenvolvimento Económico - Promoção de projectos de desenvolvimento, em articulação com outras entidades locais, regionais e comunitárias - Acompanhamento do QCA III e outras iniciativas comunitárias - Organização das actividades de Higiene, Segurança e Saúde no Trabalho



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Ana Isa Coelho Ana +351266749420 amde@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


PROFOC - PROJECTOS DE FORMAÇÃO E CONSULTORIA LDA

(PROFOC)
Av. Luísa Todi, n.º 146 1.º
-
P-2900-455-SETÚBAL Setúbal
-

Tel:+351265231292
Fax:265535533
Email:geral@profoc.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Enterprise
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:PENINSULA DE SETUBAL
Date of joining / leaving:13-12-2007 /

Text available in

A PROFOC - Projectos de Formação e Consultoria, Lda. é uma empresa formada por consultores experientes na CONCEPÇÃO, IMPLEMENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DE PROJECTOS INTEGRADOS DE FORMAÇÃO E CONSULTORIA, em empresas de produção industrial e de serviços. Com um vasto curriculum na formação de profissionais, a empresa desenvolve Formação Profissional Contínua nas seguintes áreas temáticas: TÉCNICA (Manutenção/Produção Industrial), QUALIDADE/HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO, SÓCIO-COMPORTAMENTAL e FORMAÇÃO DE FORMADORES. Da oferta formativa da PROFOC, destacam-se os cursos de: Formação Pedagógica Inicial e Contínua de Formadores, com a homologação do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP); Técnico Superior de Segurança e Higiene no Trabalho (Nível 5) e Técnico de Segurança e Higiene no Trabalho (Nível 3), ambos homologados pelo Instituto para a Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho, I.P. (ISHST). Em parceria com o IEFP, a PROFOC implementa cursos de Formação Profissional Inicial em Alternância (Sistema APRENDIZAGEM), cujos destinatários são candidatos ao primeiro emprego, de forma a facilitar a sua integração nas empresas, como profissionais qualificados, ou seja, com uma preparação técnica adequada e conferindo, em simultâneo, a equivalência ao 12º Ano de Escolaridade. Os itinerários de Aprendizagem desenvolvidos na PROFOC têm acesso às seguintes saídas profissionais: Técnico de Manutenção Industrial (Mecatrónica) - Nível 3; Técnico de Informática - Nível 3; Técnico de Electrónica/ Instrumentação, Controlo e Telemanutenção - Nível 3; Serralheiro Mecânico - Nível 2. Nas actividades de Consultoria, o enfoque vai para o desenvolvimento de Projectos Integrados de Formação, os quais englobam: o Diagnóstico de Necessidades (c/ base em perfis competências), a Concepção, o Planeamento, a Implementação e Avaliação (Nível 1/2/3/4). Paralelamente, elabora dossiers de candidatura a financiamento (Enquadramento / Elaboração / Acompanhamento e Fecho da Candidatura) assim como oferece serviços de assessoria na elaboração de Dossiers Acreditação c/ Entidade Formadora. A existência da PROFOC deve-se às crescentes e constantes necessidades de melhoria contínua dos processos industriais e dos serviços, o que aconselha intervenções integradas, sustentadas por metodologias inovadoras, de forma a responder às exigências dos mercados globais de hoje. A PROFOC desenvolve as suas actividades nas áreas de Formação, Consultoria e Auditoria com suporte de "know-how" constantemente actualizado de forma a garantir a máxima eficácia à sua actividade.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
José Joaquim de Jesus Mota José +351265231292 jose.mota@profoc.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Vendas Novas, Porta do Alentejo - Associação de Desenvolvimento Local

(VENDAS NOVAS, PORTA DO ALENTEJO)
Rua da Escola Prática de Artilharia, 1
-
P-7080-176-VENDAS NOVAS Vendas Novas
-

Tel:+351265807236
Fax:265807237
Email:vn.portadoalentejo@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:ALENTEJO CENTRAL
Date of joining / leaving:13-12-2007 /

Text available in

A Vendas Novas Porta do Alentejo, é uma Associação de Desenvolvimento Local, constituída em Junho de 2000 por iniciativa de um conjunto de instituições e cidadãos do Concelho de Vendas Novas. Conta com 72 associados: 21 colectivos (Autarquias; Instituições; Empresas; IPSS; Organizações da Agricultura; Estabelecimentos de Ensino) e associados individuais: pessoas com experiências nas áreas do desenvolvimento económico, social e empresarial. É associada da ANIMAR e membro do Gabinete do Plano Estratégico do Concelho de Vendas Novas. Os seus objectivos são: elaboração de estudos e projectos económicos, sociais e culturais; de projectos para a introdução de novas tecnologias de informação e comunicação, realização de acções de formação profissional e empresarial; de candidaturas a programas nacionais e comunitários; de acções de sensibilização e de dinamização dos agentes económicos e sociais; dinamização dos agentes locais e regionais em projectos para a criação de emprego, a igualdade de oportunidades entre homens e mulheres e valorização do meio ambiente; participação em associações, federações, cooperativas e outras pessoas colectivas; parcerias com entidades e agentes económicos, institucionais, sociais e culturais; organização de certames de valorização dos produtos locais; prestação de serviços técnicos, administrativos e de gestão às pequenas e micro – empresas; dinamização de actividades turísticas. As principais áreas de intervenção são: apoio ao desenvolvimento sócio-económico das PMEs; da agricultura e desenvolvimento rural; do emprego, formação profissional e desenvolvimento social; da sociedade de informação e acesso às TIC; da cooperação nacional transfronteiriça e transnacional



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Zélia de Jesus Cardoso Pereira Marmeleira Zélia +351265807236 vn.portadoalentejo2mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

TRILHOS PROFISSIONAIS

Rationale

Text available in

- Os pontos fortes e oportunidades identificadas em diagnóstico incidem sobre a dimensão demográfica e território, educação, formação e emprego, estrutura económica local, saúde e segurança social, tendo-se ressaltado: Localização central e privilegiada de alguns concelhos Ponto central da região Alentejo Posicionamento estratégico nos eixos rodoviários: Lisboa - Espanha e Algarve - Norte Qualidade do património natural e construído Importantes jazidas de pedras ornamentais Possibilidade de reforço de valorização da imagem e da qualidade do património da região Alentejo Vantagens nacionais e internacionais, decorrentes do posicionamento estratégico da região Intensificação da articulação territorial transfronteiriça Condições favoráveis à produção de energias alternativas e renováveis Crescente procura de serviços culturais e valores patrimoniais regionais Boas acessibilidades intermunicipais Tendência generalizada para o decréscimo da taxa de analfabetismo Oferta formativa e escolar diversificada Crescente expansão do mercado de produtos regionais Existência de fundos comunitários Mercado de procura turística Aproveitamento das qualificações dos imigrantes Desenvolvimento de estudos sobre o tecido empresarial e empregabilidade, procurando elaborar um Plano de Formação Profissional Tendência generalizada para o crescimento do nº de empresas Tendência generalizada para o crescimento do nº de sociedades Crescente expansão do mercado de produtos regionais Dimensão média das explorações agrícolas Crescimento do turismo em espaço Rural Existência de perímetros de rega e aptidão para as horto-frutícolas e horto-industriais Extensas áreas para o incremento dos sistemas silvo-pastoris (montado de sobro e azinho) Viabilidade económica de algumas produções tradicionais (Vinho, azeite e queijo) Possibilidades de desenvolvimento industrial Crescente expansão do mercado social do emprego Instituições nacionais de apoio à criança, ao idoso e à família , - Os pontos fracos e ameaças identificados em diagnóstico incidem sobre a dimensão demográfica e território, educação, formação e emprego, estrutura económica local, saúde e segurança social, tendo-se verificado: Duplo envelhecimento demográfico Fraca densidade populacional Baixa taxa de fecundidade Reduzido número de jovens Significativo número de idosos Fraca capacidade de auto regeneração demográfica Abandono dos espaços rurais em favor das sedes de concelho Desaceleração do crescimento da população portuguesa Diminuição dos Fundos Estruturais Conjuntura económico-social pouco favorável Baixa produtividade da terra e do trabalho Agravamento dos impactes ambientais Concentração populacional em centros urbanos Política de imigração desfavorável à integração de estrangeiros Reduzido nível de escolaridade da população Tendência para o decréscimo da taxa de actividade masculina Carência de algumas infra-estruturas de ensino/formação profissional Falta de pessoal especializado – recursos humanos pouco qualificados Aumento do número de pedidos de emprego dirigidos ao IEFP As ofertas de emprego recebidas no IEFP são inferiores às ofertas de emprego satisfeitas Abrandamento ou reduzido crescimento da economia portuguesa Efeitos da PAC (reforma) na agricultura extensiva da Região Abandono e insucesso escolar Falta de incentivos fiscais ou à criação de emprego Predomínio das explorações agrícolas de produção singular Fraco espírito empresarial ligado à agricultura Maior investimento na criação de empresas de Comércio por grosso e a retalho Fraca / debilitada dinâmica empresarial local Abrandamento ou reduzido crescimento da economia portuguesa Agressividade concorrencial de produtos oriundos de diversos países do mundo Falta de incentivos fiscais ou à criação de emprego Carência de pessoal na área da saúde, em especial nos espaços rurais Pobreza/Exclusão Social Conjuntura sócio-económica pouco favorável

dot Top


Objective

Text available in

O projecto TRILHOS PROFISSIONAIS será desenvolvido no seio da Parceria de Desenvolvimento que detém competências em áreas distintas, nomeadamente a TRILHO, a ADRAL, a Vendas Novas, Porta do Alentejo, a Sociedade Parque Industrial de Vendas Novas e a PROFOC. A área de intervenção do projecto é o Alentejo Central, sendo que a sua actuação será mais premente ao nível dos concelhos de Évora, Redondo, Vendas Novas e Estremoz, devido às suas características na medida em que apresentam três lógicas territoriais: um eixo estruturado em torno das dinâmicas da indústria transformadora de Vendas Novas e das lógicas da indústria extractiva de Estremoz; as características paradoxais dos fenómenos de pobreza e de exclusão que persistem num quadro de renovação agro-industrial do Redondo; as lógicas de concentração polar de serviços em Évora, numa lógica de actuações piloto. O objectivo central é a promoção de profissões socialmente desvalorizadas e/ou sujeitas a preconceitos de género, sustentáveis a nível local, em falta ou em emergência, numa lógica de marketing profissional. Este objectivo decorre da necessidade de alterar uma realidade que aponta por um lado, para a existência de elevados níveis de desemprego (essencialmente feminino) e, por outro, para a incapacidade por parte do tecido empregador da região de encontrar mão-de-obra qualificada na região. Neste sentido, o projecto pretende dar um contributo para a superação deste paradoxo, numa lógica de igualdade de oportunidades na orientação e acesso ao emprego. Este contributo assentará essencialmente na tentativa de alteração de atitudes/mentalidades face ao emprego e portanto, a lógica de intervenção assenta no marketing profissional, traduzida numa campanha que será dirigida aos jovens, e mulheres desempregadas, essencialmente actuando quer na orientação quer na inserção profissional, de forma a potenciar o aumento de empregabilidade, e no sentido de prosseguir soluções especificas para necessidades identificadas, como sejam, no caso do jovens a orientação vocacional e profissional para clarificar a opção profissional, em relação às mulheres a orientação profissional para necessidades reais do mercado de trabalho, e no que concerne às empresas e entidades empregadoras, mão-de-obra com qualificação profissional que faça face às exigências/competitividade do mercado de trabalho. O projecto parte da constatação da existência de desajustamentos entre a oferta e a procura de emprego, e pretende desenvolver actividades na esfera do “marketing profissional”, divulgando as profissões e, principalmente, valorizar as representações sociais mais negativas que existem, não raras vezes, acerca de muitas delas, sobretudo pelas chamadas “profissões tradicionais”, estigmatizadas, que, precisamente por serem pouco procuradas, são normalmente muito bem remuneradas e, actualmente, e fruto do desenvolvimento tecnológico, nem sempre apresentam os aspectos mais negativos que tradicionalmente se lhes conheciam.

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics