IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 Rumos Certos ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : Terras do Condestável - Associação de Desenvolvimento Integrado
Other national partners : ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários - Núcleo do Alentejo
Município de Fronteira
EQUAL theme :Employability - (Re-)integration to the labour market 
Type of DP :Geographical - Rural area - ALENTEJO 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2004-043 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :26-07-2005 
Last update :11-03-2008 
Monitoring: 2005  2006   

Rationale

Text available in

- Existence of credited entities with strong experience of Professional trainning and very strong capacity of innovation, in the trainning área, such as the ADI-TC and the ANJE. Entities as the ADI-TC and the CMF, that, for its experience of working in partnership and capacity for mobilizing the local people, see their iniciatives of developing the Concelho well accepted by the local population. - Existence of economical and human natural resources and other means of development wich may contribute for the appearance of new occupations or rentabilization of the “older professions”. - Eco-turism development possibilities: pedestrian ways, hunting, spa’s, archaeological patrimony… generators of direct or indirect work in hotels and restoration areas. - Very rich typical food, including wines, olive oil, ‘enchidos’ (high quality products) wich can also generate new occupations (related, or not),  such as distribution. - Posibility of developing combined activities networks (supporting each others) in tourism, agriculture, local tradicional occupations and community support sevices. Opportunity for the PD technicians acquire skills in the professional guidance and insertion., - - Non coincidence between professional guidance, trainning offers and qualifications of the younger ones who expect a lot from the future in the areas discriminated above. - Human exodus: the young, due to lac of alternatives or misadjusted ones (either in trainning or job offers) abandon the region, and fall into a disqualified work market insufficientely remunerated. - Old population due to rural exodus As far as the business man are concerned we can see a very strong gap between their old management production models and the new modern dinamic. Most of the times the trainners are exterior to the region and they do not possess a deep knowledge of the potentialities to be worked

dot Top


Objective

Text available in

This project combines 5 activities already occurring in Concelho de Fronteira, involving partners from the PD and still counting on other institutions, such as the Rede Social (wider partnership). Activity 1 – Games of employability With this activity it is intended the creations of methodologies and instruments, so the game can be played according to rules and gols. The game is addressed to aproximately 150 young and its main purpose is to make them aware of their abbilities and vocations in an active and integrated way with the territory potentialities in order to create more jobs/ employability. These games will contribute for the motivation of the deepening of abilities in definitive areas and will constitute, also, a form of guiding for activity 4. Activity 2 – Enterpsise forum for employability Is intended with this activity to inform the business man and promote experience exchanges in local employability.. At the same time, build a space of relation between business man, partners and several entities who can work together for the local enterprises welfare, as well of reflection, debate and solutions for developing local employability. Activity 3 – Tranning/ Accion Is intended through active trainning solutions to enable the technicians of the PD, the project team, appointedly the managers who are responsible for the implementationf of Activity 4, UNIVA’s technicians and professional guidance council members, guiding them to a dynamic approach of employability and EQUAL pricipals, acquiring also in trainning, the proper abilities. Activity 4 – employability Laboratory Is intended that its adressees identify, through active methodologies, its capacities and abilities self obtained or for acquire, for the promotion of sustainable employability in the Concelho. They are guided by technicians and managers. The trainning solutions to apply will be schematized by the technical team according to their needs. This activity still holds the simulation of real context activity with in situ experimentation. The creation and molding of a functional model of a manager and business man are gols to aim for with this activities deveolpment. Activity 5 – password@fronteira.emprego Elaboration of multimedia platform in order to spread the motivation for the exercise of professional activities self supported in the territory. The contents of this product will be dramatized certifications of occupations, informations about trainning/ learning e identification of development oportunities in the interventive area. This resource is available for young people in leasure and learning places, such as schools, Youth Associations and others.

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Guidance, counselling **
Training **
Training on work place **
Integrated measures (pathway to integration) ***
Training of teachers, trainers and staff **
Conception for training programs, certification ***
Anticipation of technical changes **
Guidance and social services **
Awareness raising, information, publicity **

Type of innovation Rating
Process-oriented ***
Goal-oriented ***
Context oriented ***

dot Top


Budget Action 2

250 000 – 500 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  17.8%  8.8% 
Employed  16.8%  16.8% 
Others (without status, social beneficiaries...)  19.9%  19.9% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  0.0%  0.0% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  54.4%  45.6% 
  100.0%
 
Physical Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Illness  0.0%  0.0% 
Population not suffering from a disability  54.4%  45.6% 
  100.0% 
 
Substance abusers 0.0%  0.0% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.0% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  0.0%  0.0% 
Without such specific discriminations  54.4%  45.6% 
  100.0% 
 
< 25 year  29.2%  24.8% 
25 - 50 year  23.9%  19.0% 
> 50 year  1.3%  1.8% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Support to entrepreneurship ***
Age **
Low qualification **
Unemployment **

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Developing collective responsibility and capacity for action
Participation in the project design
Participation in running and evaluating activities
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.2%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
3666 MOTIVATION FR AQU-2004-42320
LT 11

dot Top


Background

 

N.C.

dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
Terras do Condestável - Associação de Desenvolvimento Integrado Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários - Núcleo do Alentejo
Município de Fronteira

dot Top


Agreement Summary

Text available in

Resumo do Acordo de PD Os parceiros acordam: 1. Objectivos comuns 1.1 Desenvolver em conjunto o projecto acima referenciado, cujo diagnóstico, objectivos, actividades, resultados e processo de avaliação, e plano de financiamento se descrevem no formulário de candidatura à acção 2. 2. Estruturas e processo de funcionamento da Parceria 2.1 Criar à partida as seguintes estruturas de gestão e funcionamento: O modelo de gestão e funcionamento do proj. assenta em 2 níveis. Nível operacional que corresponde à PD e nível consultivo e de validação que corresponde à Parceria Alargada (PA).A PD planeia, executa e avalia o proj. determinando as orientações estratégicas e a PA acompanha e qualifica o projecto com sugestões, identif. de necessidades de intervenção não cobertas, entre outros.Ao nível da PD a gestão e funcionamento far-se-ão de acordo com as estruturas e processo de tomada de decisão. Num primeiro nível –nível estratégico– identificam-se como funções a condução do projecto e cabe a todos os parceiros da PD. Neste nível todos os parceiros contribuem de igual forma para o planeamento e orientações estratégicas. Este nível de decisão incorporará, também, as sugestões e orientações emanadas do seio da PA da qual fazem partes os principais actores locais, designadamente a Rede Social.O segundo nível de gestão e funcionamento –nível operacional e executivo– assenta na afectação de responsabilidades, recursos e intervenção aos diferentes parceiros, de acordo com as capacidades e competências. Dentro da PD, e a este nível, temos uma entidade gestora que corresponde á entidade interlocutora do projecto e a quem cabe coordenar o projecto, articular as actividades, gerir a informação e organizar a logística do projecto e o planeamento e avaliação. Uma entidade executora, que é responsável pela actividade em concreto e por decisões de carácter prático para a execução da mesma, sem esquecer as orientações e decisões provenientes do nível superior de decisão. Sempre que a actividade é executada com a participação de mais do que um parceiro a decisão, sobre a actividade concreta, é horizontal e colherá iguais contributos dos parceiros envolvidos. Os parceiros não envolvidos directamente na execução da actividade –Parceiro de Recurso– pode e deve ser consultado para decisões ao nível da execução sempre que os parceiros envolvidos entendam ser necessário o seu contributo. 2.2 Implementar o seguinte processo de tomada decisão (destacar nomeadamente processos de dos parceiros, mecanismos que promovam a igualdade de género, etc.): A tomada de decisão no seio da parceria “Rumos Certos” apresenta dois níveis. O primeiro nível de decisão – nível de decisão estratégico – prende-se com a condução do projecto e cabe a todos os parceiros da parceria de desenvolvimento. Neste nível horizontal de decisão todos os parceiros contribuem de igual forma para o planeamento e orientações estratégicas. Este nível de decisão incorporará, também, as sugestões e orientações emanadas do seio da parceria alargada da qual fazem partes os principais actores locais, designadamente a Rede Social. O segundo nível de decisão – nível de decisão operacional e executivo – assenta na afectação de responsabilidades aos diferentes parceiros, de acordo com as capacidades e competências. Dentro da parceria, e a este nível, temos uma entidade gestora que corresponde á entidade interlocutora do projecto e a quem cabe coordenar o projecto, articular as actividades, gerir a informação e organizar a logística do projecto e o planeamento e avaliação. Uma entidade executora, que é responsável pela actividade em concreto e por decisões de carácter prático para a execução da mesma, sem esquecer as orientações e decisões provenientes do nível superior de decisão. Sempre que a actividade é executada com a participação de mais do que um parceiro a decisão, sobre a actividade concreta, é horizontal e colherá iguais contributos dos parceiros envolvidos. Os parceiros não envolvidos directamente na execução da actividade – Parceiro de Recurso – pode e deve ser consultado para decisões ao nível da execução sempre que os parceiros envolvidos entendam ser necessário o seu contributo. 2.3 Assegurar a transparência da informação interna relativa ao projecto e à parceria, que será disponibilizada a todos os parceiros da seguinte forma ( ex. recurso às TIC...): Cabe à entidade interlocutora / gestora do projecto, em articulação com os demais parceiros da PD, a criação de mecanismos de circulação de informação ao alcance de todos. Dado que as novas tecnologias de informação e comunicação são utilizadas de igual modo pelos parceiros preveligiar-se-á o uso destas para fazer chegar a informação a todos. Todos os documentos produzidos, quer resultantes do desenvolvimento das actividades quer das reuniões de trabalho de planeamento (actas, relatórios de execução, relatórios de avaliação, entre outros) serão elaborados pelo parceiro responsável que os enviará, via TIC’s, de acordo com os prazos estabelecidos, ao gestor do projecto que a difundirá pelos restantes parceiros. As reuniões de trabalho presenciais reforçam a informação e permitem a validação da informação circulante por parte de todos os parceiros. Existirá uma check list por parceiro onde figurará toda a informação produzida e se anotará a sua detenção ou não por parte do parceiro, assim como a data de validação da mesma. Cada parceiro organizará um dossier documental que deverá estar sempre actualizado de acordo com a check list produzida. 2.4 Assegurar que a difusão pública dos resultados do projecto, finais ou provisórios, só será efectuada após anuência do(s) parceiro(s) envolvido(s) na sua concepção. 3. Recursos técnicos 3.1 Assegurar estabilidade nos recursos técnicos afectos ao projecto. 4. Ajustamento da parceria 4.1 Proceder ao ajustamento da parceria, à saída ou entrada de novos parceiros, ou eventual revisão deste Acordo, nomeadamente se a avaliação do projecto o indicar como necessário.

Last update: 11-03-2008 dot Top


Terras do Condestável - Associação de Desenvolvimento Integrado

(ADI-TC)
Av. Heróis dos Atoleiros, 54
-
P-7460-101-FRONTEIRA Fronteira

Tel:+351245604307
Fax:245605147
Email:aditc@aditc.net

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:ALTO ALENTEJO
Date of joining / leaving:27-04-2004 /

Text available in

A ADITC tem por finalidades promover e apoiar o desenvolvimento sustentável integrado na área geográfica correspondente aos concelhos de Alter do Chão, Avis, Crato, Fronteira, Monforte e Sousel, incentivar a valorização do mundo rural e a dinamização dos seus centros urbanos, promover a qualidade de vida das pessoas que vivem e trabalham nesta área através da dinamização dos recursos endógenos e identidades locais, dinamizando a congregação de esforços e privilegiando a acção mediadora supra concelhia, actuando designadamente nas seguintes áreas: - Defesa e valorização do património cultural, nomeadamente do património construído; - Preservação e qualificação ambiental; - Dinamização e apoio das actividades agro-ambientais;das actividades turísticas e dos serviços de turismo; - Promoção e dinamização - Apoio à introdução e utilização de novas tecnologias, - Difusão de informação relacionada com actividades económicas e a constituição de bancos de ideias; - Formação profissional e empresarial; - Promoção da solidariedade social;de actividades culturais e de estudos e debates 3 Gabinetes de Apoio Local (Crato, Fronteira e Monforte) que prestam serviços nas áreas de consultadoria e assessoria, dinamização local e regional, apoio ao investimento e promoção do emprego. No âmbito das parcerias devemos reconhecer os esforços de associados como as Câmaras Municipais, as Misericórdias e de vários empresários da região.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Justino António Pereira Peças Dias Justino +351245604307 justino.dias@aditc.net Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários - Núcleo do Alentejo

(ANJE)
Casa do Farol, Rua Paulo da Gama
-
P-4169-006-PORTO Porto
-

Tel:+351220108000
Fax:220108010
Email:anje@anje.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Employers' organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE PORTO
Date of joining / leaving:14-11-2007 /

Text available in

A Associação Nacional de Jovens Empresários, constituída em 1986, é uma Associação de Direito Privado e de Utilidade Pública que tem como principal objectivo promover a reunião dos Jovens Empresários Portugueses com vista à satisfação dos seus interesses específicos, nomeadamente nas vertentes da formação e informação empresarial. Representando cerca de 4000 associados dos vários sectores da actividade económica, a ANJE constitui uma associação de implantação nacional com Núcleos em todas as regiões plano, sendo hoje considerada Parceiro Social, reconhecido por Lei com assento no Conselho Económico e Social estando ainda representada no Comité Económico e Social da União Europeia. Ao nível da formação a ANJE é hoje uma entidade credenciada pelo INOFOR.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Carlos Daniel da Silva Catarino Carlos +351266707007 anje.alentejo@iol.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Município de Fronteira

(CMF)
Praça do Município
-
P-7460-110-FRONTEIRA Fronteira
-

Tel:+351245600070
Fax:24560099
Email:municipio@cm-fronteira.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:ALTO ALENTEJO
Date of joining / leaving:12-11-2007 /

Text available in

A autarquia, enquanto entidade responsável pela identificação e resolução dos problemas da comunidade, mobiliza todos os recursos, humanos e financeiros, à sua disposição para a procura de soluções concretas e resolução de problemas. Para o desenvolvimento sustentado do território, o municipio intervém em diversas áreas, desde a cultural, desportiva, recreativa, económica, entre outras, criando não só infra-estruturas como condições de acesso às áreas identificadas, promovendo a qualidade de vida da comunidade. Ao criar condições para a fixação de empresas, ao promover e facilitar o contacto entre empresários e desempregados, ao promover e facilitar o acesso ao aumento das qualificações pessoais e profissionais dos jovens, ao flexibilizar e facilitar o aceso aos serviços municipais, entre tantos outros, está a criar condições para a emergência de soluções que permitam a actractividade e o desenvolvimento sustentavel. Importa, agora, que os jovens identifiquem as potencialidades que o território e os agentes colocam à sua disposição e se sintam motivados para ficar. Os contributos que as actividades de disseminação vêm trazer ao território, são fundamentais para os objectivos e missão da autarquia, no médio e longo prazo, isto é, a fixação dos jovens e a potenciação dos recursos na criação de emprego.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Ana Maria Fusco Talhinhas Ana +351245600070 ana.talhinhas@cm-fronteira.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

RUMOS CERTOS

Rationale

Text available in

- Existência de entidades creditadas e com forte experiência de formação profissional e forte capacidade de inovação na área da formação, nomeadamente a ADI-TC e a ANJE. Entidades como a ADITC e a CMF, que pela sua experiência de trabalho em parceria e pela sua capacidade de mobilização da população local, intervêm com boa receptividade no desenvolvimento do concelho . Existência de recursos naturais, económicas e humanos, e outras valências/infra-estruturas, potenciadores da emergência de novas profissões e/ou da rentabilização das profissões ditas tradicionais; . Possibilidades de desenvolvimento do eco-turismo como: percursos pedestres, caça, termalismo, património arqueológico...que será geradora de trabalho directo e indirecto, nomeadamente no domínio da hotelaria e restauração. . Património gastronómico muito rico em que são incluídos os subsectores do vinho, do azeite, dos enchidos, etc., (produtos de elevada qualidade) e potenciais geradores de postos de trabalho directos e indirectos, tais como na distribuição. . Possibilidade de desenvolver uma rede de actividades ligadas entre si (e de apoio mútuo), nomeadamente no que se refere ao turismo, agricultura, às agro-alimentares e ofícios tradicionais e serviços de apoio à comunidade. Oportunidade dos técnicos envolvidos na PD adquirirem competências na área da orientação e inserção profissional, - Desenquadramento entre orientação profissional, a oferta de ensino e/ou formação e as expectativas dos jovens face ao seu futuro e ao mercado de trabalho, nomeadamente, tendo em conta as actividades/áreas consideradas sustentáveis. . Abandono da região/desertificação humana. Os jovens, por falta de alternativas ou alternativas desajustadas às suas aspirações, quer de formação, quer de emprego, acabam por abandonar a região, integrando-se num mercado de trabalho desqualificado e insuficientemente remunerado; . Envelhecimento da população activa devido ao êxodo rural; No que diz respeito aos empresários verifica-se uma desadequação do seu modelo de gestão e produção a uma postura moderna e dinâmica Na maioria das vezes os professores são exteriores à região e como tal não possuem um conhecimento profundo das potencialidades a dinamizar na região

dot Top


Objective

Text available in

O projecto consiste na execução d 5 activ a decorrer no concelho de Fronteira envolvendo os parceiros da PD, contando ainda c/ outras instituições, designada/ a rede social, a nível d uma parceria alargada. Activ 1 – Jogos da empregabilidade C/ esta activ pretende-se, por 1 lado, a criação de metodologias e instrumentos p/ o funcionamento do jogo em função dos object. Pretende-se com a sua execução que os seus destinatários (150 jovens) identifiquem competências detidas e vocações de uma forma activa e integrada com as potencialidds do território, relacionando-as com a criação d emprego/ empregabilidade. Estes jogos contribuirão para a motivação do aprofundamento d competências em áreas determinadas e constituirão, tb, 1 forma d encaminhamento p/ a activ 4. Activ 2- fórum empresarial para a inserção/empregabilidade Pretende-se com esta actividade informar os empresários e promover a troca de experiências ao nível da empregabilidade local e ao mesmo tempo constituir um espaço de relação entre empresários, parceiros e entidades de diversa natureza e interesse para o tecido empresarial local, bem como a criação de um espaço de reflexão, debate e definição de soluções para o desenvolvimento da empregabilidade local (concelho económico e social do concelho) Actividade 3- Competências activas e dinâmicas para a empregabilidade Pretende-se, através de soluções formativas activas, capacitar os técnicos da PD, a equipa de projecto, designadamente os gestores de percurso, responsáveis pela implementação da actividade 4, técnicos da UNIVAS, conselheiros de orientação profissional, para uma abordagem dinâmica da empregabilidade e dos princípios EQUAL, adquirindo também, no seio da formação, competências motivacionais. Actividade 4 – Laboratório da Empregabilidade Pretende-se que os seus destinatários identifiquem, através de metodologias activas, as sua capacidades e competências, quer detidas, quer a adquirir, para a promoção da empregabilidade sustentável, no concelho; sob a orientação dos técnicos/ gestores de percurso. As soluções formativas a aplicar serão formatadas pela equipa técnica e destinatários, em função das necessidades. Esta actividade comporta ainda a simulação de actividade em contexto real com experimentação in situ. A criação e formatação de um modelo funcional de gestor de percursos e do empresário de animação local constituem objectivos a atingir com o desenvolvimento deste conjunto de actividades Actividade 5 – Password@fronteira.emprego Constitui a elaboração d um suporte multimédia d divulgação e motivação p/ o exercício d actividades profissionais c/ sustentabilidade no território. Os conteúdos deste produto serão testemunhos dramatizados d profissões, informação sobre formação/ aprendizagem e identificação de possibilidd d desenv. no território. Este recurso está disponível p/ os jovens nos espaços d convívio e relaciona/ entre os jovens, designada/ Escolas, Associações juvenis e outras.

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics