IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 Nautilus ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : Associação para o Estudo e Integração Psicosocial
Other national partners : AERLIS - Associação Empresarial da Região de Lisboa
APEA - Associação Portuguesa de Emprego Apoiado
Associação Cultural Moinho da Juventude
Associação Industrial Portuguesa - Confederação Empresarial (AIP - CE)
Associação de Mulheres Contra a Violência
MUNICIPIO DO MONTIJO
PUBLICAMPAIGN - CONSULTORIA DE COMUNICAÇÃO LDA
Rumo - Cooperativa de Solidariedade Social, Crl
Secretariado Diocesano de Lisboa da Obra Nacional da Pastoral dos Ciganos
EQUAL theme :Employability - (Re-)integration to the labour market 
Type of DP :Geographical - Other - LISBOA E VALE DO TEJO 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2004-019 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :01-08-2005 
Last update :11-03-2008 
Monitoring: 2005  2006   

Rationale

Text available in

- 1. The companies are openned to innovation, new forms of management and available to adopt new corporate social responsability (CSR) policies. 2. The involvment of entrepeneurship associations in the partnership promotes the CSR. 3. A significant number of companies provides job site training and staff to do counselling during the training. 4. A significante number of companies inquired shows interest in this area. 5. The companies are open to cultural diversity in there staff. 6. The high education level of companie leaders is related to the motivation to develop new projects. 7. Most of the companies have training policies for there staff. 8. Most companies are opened to new engagement metodologies. 9. The sensibilization and campgaining against discrimination is promoted by the professionals and has been well accepted by the companies. 10. The motivation, interest and the will of people in disadvantaged situations, of training and/or workplace inclusion. 11. The campaigning against discrimination by the support services is a main factor and provide a wider opening of the companies., - 1. Lack of information about CSR policies. 2. Most of the companies don't adopt diversity managment policies. 3. Weak participation in entrepeneurship events (seminars, workshops) related to gender equality and CSR topics. 4. Human ressources policies don't include gender equality principles, namely flexible forms of work. 5. The companies inquired have a predominance of man in there staff. 6. Most of the companie managers are man. 7. The most commun link establish by the companies with their employees is precarious. 8. Most companies admit not to know new metodologies like supported employment. 9. Even though the professionals promote the anti discrimination, employers discriminate people in the recruitment process. 10. Lack of information of people in disadvantaged situations, about their rights and the aplication of them in the companies. 11. Some people in disadvantaged situations claims that they are discriminated by the companies because of their link with a supported service. 12. Low scholarship and lack of professional experience of people in disadvantaged situations. 13. People in disadvantaged situations feel discriminated in the acess of training and labour market.

dot Top


Objective

Text available in

This Project has the following Goals: 1. To develop instruments and strategies of involvement and mobilisation of employers in the inclusion of people in disadvantaged situations. 2. To promote new human resources policies under the perspective of corporate social responsibility, diversity and gender equality. 3. To promote empowerment, critical awareness and personal marketing of disadvantaged populations. 4. To develop studies of cost-benefits concerning the inclusion of people in disadvantaged situations in regular labour market. 5. To improve the quality and efficiency of supported employment services and its social marketing skills This project is addressed to: - Companies, Human Resources Managers and Tutors - Business/Employers Associations - Public Entities and Private Organisations and their Professionals - Disadvantaged People In this project the conception of all the products is made, not only by the partnership, but also by addressees in an empowerment and collaborative perspective. The partnership will develop the following Products: 1. A Social Marketing Program for promoting CSR: Master materials – products and communication tools; Manual of procedures that, beyond the process narrative, will allow learning methods and processes in defining and implementing the Social Marketing Program, describing adopted practices in formulating the problem in a social marketing perspective, relying on the diagnose/starting point; 2. Report of the Cost/benefit Study in Supported Employment. This study will be accomplished in a business perspective to gauge to the Portuguese reality the cost/benefit of professional inclusion of people in disadvantaged situations. The study results might be an important instrument of social marketing and in management support for the employers and other entities that have the supported employment model. The product will include investigation methodology which might contribute for the development of similar studies by other organizations. 3. Referral of Quality Evaluation of Supported Employment Services: theoretical and methodological of the evaluation process including general proceedings and evaluation instruments. 4. Toolkit for Human Resource Managers on Managing Diversity. 5. Toolkit of Negotiation with Companies. This product is focused to the organizations and agents that work in the professional inclusion of people in disadvantaged situations. We aim to strengthening the organizations` skills in terms of contact, negotiation and establishment of partnerships with companies. 6. Toolkit of Self-Promotion and Personal Marketing for people in disadvantaged situations. 7. Booklet of Best Practices for companies in the Promotion of Diversity.

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Training **
Training on work place *
Work placement **
Employment aids (+ for self-employment) **
Employment creation and support *
Training of teachers, trainers and staff **
Improvement of employment services, Recruitment structures **
Conception for training programs, certification *
Work organisation, improvement of access to work places **
Awareness raising, information, publicity **
Studies and analysis of discrimination features ***

Type of innovation Rating
Process-oriented **
Goal-oriented ***
Context oriented **

dot Top


Budget Action 2

500 000 – 1 000 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  9.3%  7.5% 
Employed  25.1%  26.2% 
Others (without status, social beneficiaries...)  16.9%  15.0% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  11.2%  9.7% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  40.1%  39.0% 
  100.0%
 
Physical Impairment  4.1%  3.4% 
Mental Impairment  8.2%  7.5% 
Mental Illness  4.1%  3.4% 
Population not suffering from a disability  34.8%  34.5% 
  100.0% 
 
Substance abusers 0.0%  0.0% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.0% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  0.0%  0.0% 
Without such specific discriminations  51.3%  48.7% 
  100.0% 
 
< 25 year  7.1%  6.4% 
25 - 50 year  42.7%  40.8% 
> 50 year  1.5%  1.5% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Sexual Orientation *
Gender discrimination **
Disabilities **
Age *
Low qualification **
Racial discrimination **
Religion or belief *
Unemployment ***

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Developing collective responsibility and capacity for action
Participation in the project design
Participation in running and evaluating activities
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.1%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
3799 MODE - The Management of Diversity in Europe CZ 22
UKni 17

dot Top


Background

 

N.C.

dot Top


Networking

 Interest in networking

Text available in

• Empresas e outras entidades empregadoras • Gestores/as RH • Tutores de formação das empresas • Associações empresariais • Organizações que intervêm na inserção profissional • Profissionais de formação • Técnicos/as de emprego e de apoio à formação e inserção profissional • Pessoas em situação de desvantagem (migrantes, minorias étnicas, pessoas com experiência de doença mental e deficiência, mulheres envolvidas em situação de violência) • Organismos de auto-representação • Organismos públicos relacionados com áreas de inserção, actividade económica • Municípios • Investigadores / Institutos / Universidades

 Events

Text available in

• Empresas e outras entidades empregadoras • Gestores/as RH • Tutores de formação das empresas • Associações empresariais • Organizações que intervêm na inserção profissional • Profissionais de formação • Técnicos/as de emprego e de apoio à formação e inserção profissional • Pessoas em situação de desvantagem (migrantes, minorias étnicas, pessoas com experiência de doença mental e deficiência, mulheres envolvidas em situação de violência) • Organismos de auto-representação • Organismos públicos relacionados com áreas de inserção, actividade económica • Municípios • Investigadores / Institutos / Universidades

 Products

N.C.

Last update: 01-08-2005 dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
Associação para o Estudo e Integração Psicosocial Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
AERLIS - Associação Empresarial da Região de Lisboa
APEA - Associação Portuguesa de Emprego Apoiado
Associação Cultural Moinho da Juventude
Associação Industrial Portuguesa - Confederação Empresarial (AIP - CE)
Associação de Mulheres Contra a Violência
MUNICIPIO DO MONTIJO
PUBLICAMPAIGN - CONSULTORIA DE COMUNICAÇÃO LDA
Rumo - Cooperativa de Solidariedade Social, Crl
Secretariado Diocesano de Lisboa da Obra Nacional da Pastoral dos Ciganos

dot Top


Agreement Summary

Text available in

Resumo do Acordo de PD Os parceiros acordam: 1. Objectivos comuns 1.1 Desenvolver em conjunto o projecto acima referenciado, cujo diagnóstico, objectivos, actividades, resultados e processo de avaliação, e plano de financiamento se descrevem no formulário de candidatura à acção 2. 2. Estruturas e processo de funcionamento da Parceria 2.1 Criar à partida as seguintes estruturas de gestão e funcionamento: - Comissão Coordenadora: constituída pelos representantes das várias organizações parceiras e pelos coordenadores dos vários grupos de trabalho. Cabem à Comissão Coordenadora as decisões relativas às grandes linhas de orientação e sustentabilidade do projecto. A Comissão Coordenadora tem igualmente funções executivas incluindo a coordenação, acompanhamento e supervisão das actividades desenvolvidas pelos grupos de trabalho, no sentido de assegurar a execução técnica e financeira do projecto, ao nível das acçõoes e produtos programados, bem como garantir a consistência, articulação e qualidade do prjecto a nível global. A Comissão Coordenadora reunirá com uma periodicidade mensal, podendo passar para um sistema quinzenal sempre que as exigências do projecto o justifiquem. - Grupos de Trabalho: serão constituídos pelos técnicos de projecto (profissionais e pessoas em situação de desvantagem) das várias organizações da parceria, numa estratégia de transversabilidade. Em cada grupo de trabalho participarão várias organizações no sentido de potencializar a partilha de conhecimentos, experiências e competências específicas de cada uma das entidades parceiras no aprofundamento de uma metodologia de intervenção comum. Cada um dos grupos terá como objectivos a concepção, desenvolvimento e preparação da validação do produto, bem como o planeamento, calendarização das actividades e distribuição de tarefas, no sentido de assegurar a execução das acções e produtos previstos no projecto. Cada um dos grupos de trabalho será coordenado por uma organização parceira diferente, pretendendo-se assim promover o empowerment, a partilha de decisões e responsabilidades e o desenvolvimento de competências de gestão e liderança entre todas as entidades. - Secretariado:O secretariado assegurará o apoio administrativo e financeiro do projecto e estará afecto à entidade interlocutora 2.2 Implementar o seguinte processo de tomada decisão (destacar nomeadamente processos de dos parceiros, mecanismos que promovam a igualdade de género, etc.): A parceria estabeleceu um modelo organizativo que procura assegurar a máxima participação de todas as organizações, agentes e pessoas em situação de desvantagem, numa estratégia de partilha de responsabilidades e de liderança, desenvolvimento de competências e de uma cultura de projecto. Deste modo definiu como estruturas de funcionamento uma Comissão Coordenadora e vários grupos de trabalho (ver ponto seguinte). A Comissão Coordenadora é o orgão máximo de coordenação e decisão da parceria. Todas as grandes decisões deverão reunir o máximo consenso entre todos os parceiros.Simultaneamente serão criados vários grupos de trabalho transversais às várias entidades que têm por objectivo desenvolver as actividades e os produtos definidos no projecto. Os grupos de trabalho trabalham com relativa autonomia, de acordo com um plano de trabalho por eles definido e aprovado em sede de coordenação. Mensalmente, em reunião de coordenação, os coordenadores, apresentam ao resto da parceria o balanço do trabalho realizado. As reuniões de coordenação são o contexto de aferição de linhas gerais de conteúdos, estratégias e metodologias utilizadas no desenvolvimento dos produtos e actividades. 2.3 Assegurar a transparência da informação interna relativa ao projecto e à parceria, que será disponibilizada a todos os parceiros da seguinte forma ( ex. recurso às TIC...): Para facilitar a comunicação interna de parceria e o acesso e transparência de informação, foi criada uma comunidade on-line (www.communityzero.com/equalnautilus) acessível a todos os membros da parceria. A comunidade será utilizada para agendar reuniões, publicar todas as actas de reuniões, informações e relatórios, partilhar ficheiros, editar bases de dados, trocar mensagens , elaborar documentos (living documents) e realizar inquéritos. Ao nível transnacional criámos uma outra comunidade on-line (www.communityzero.com/equalmode). 2.4 Assegurar que a difusão pública dos resultados do projecto, finais ou provisórios, só será efectuada após anuência do(s) parceiro(s) envolvido(s) na sua concepção. 3. Recursos técnicos 3.1 Assegurar estabilidade nos recursos técnicos afectos ao projecto. 4. Ajustamento da parceria 4.1 Proceder ao ajustamento da parceria, à saída ou entrada de novos parceiros, ou eventual revisão deste Acordo, nomeadamente se a avaliação do projecto o indicar como necessário.

Last update: 11-03-2008 dot Top


Associação para o Estudo e Integração Psicosocial

(AEIPS)
Av. António José de Almeida, nº 26
-
P-1000-043-LISBOA Lisboa

Tel:+351218409133
Fax:
Email:-

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Organisation providing support and guidance for disadvantaged groups
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:28-04-2004 /

Text available in

A AEIPS é uma IPSS que, desde 1987, tem desenvolvido um trabalho na comunidade, promovendo a participação e inclusão social de pessoas com doença mental. A AEIPS tem em funcionamento um Centro Comunitário onde presta um conjunto de serviços de suporte, tais como emprego apoiado, educação apoiada, suporte individual, grupos de ajuda mútua, suporte às famílias, entre outros, bem como duas Residências Comunitárias que constituem uma alternativa habitacional integrada e com apoio. O programa de emprego apoiado tem como objectivo o acesso das pessoas com doença mental ao mercado competitivo de trabalho. A AEIPS tem promovido iniciativas de formação para técnicos e familiares, como os Cursos de Formação: Reabilitação e Integração Comunitária de Pessoas com Doença Mental (2000/01); Famílias de Doentes Mentais (1998, 2003) e Conferências Internacionais: Emprego Apoiado em Mercado Competitivo de Trabalho (12993); Novos Desafios na Reabilitação de Pessoas com Doença Mental (1999). A AEIPS tem também desenvolvido projectos de investigação e promovido estudos monográficos sobre temáticas como: suporte social, empowerment, emprego apoiado, respostas residênciais, participação das famílias.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Maria Teresa Castilho Duarte Maria +351218453580 aeips@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


AERLIS - Associação Empresarial da Região de Lisboa

(AERLIS)
Rua S. Salvador da Baía, Ed. Aerlis, Pq Poetas
-
P-2780-017-OEIRAS Oeiras
-

Tel:+351210105000
Fax:210105001
Email:aerlisoeiras@aerlis.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Employers' organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:08-11-2007 /

Text available in

A AERLIS tem por fim promover o desenvolvimento das activida des económicas do distrito de aalisboa nos domínios técnico, económico, comercial, associativo e outros e assegurar aos seus associados uma crescente participação nas decisões e nos programas que com essas actividades se relacionem. A missão da AERLIS traduz-se desta forma na prestação de serviços de elevada qualidade às empresas de Lisboa, toando-as mais competitivas nos mercadõs em que operam, para além da representação dos seus associados e defesa dos seus interesses.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Vitor Ventura Ramos Vitor +351210105000 aerlisoeiras@aerlis.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


APEA - Associação Portuguesa de Emprego Apoiado

(APEA)
Av. António José de Almeida, 26
-
P-1000-043-LISBOA Lisboa
-

Tel:+351218 453 580
Fax:218 498 129
Email:apempregoapoiado@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

APEA é uma Associação Nacional sem fins lucrativos, constituída a 3 de Março de 2004, no seguimento do Projecto de Emprego Apoiado da fase 1 da Iniciativa Comunitária EQUAL. A APEA tem como principais objectivos: contribuir para o desenvolvimento das acções, princípios, metodologias e instrumentos que promovam a inclusão social de pessoas em situação de desvantagem, privilegiando o acesso aos equipamentos da comunidade e aos apoios naturais e na perspectiva do emprego apoiado; promover o empowerment e a liderança comunitária das pessoas em situação de desvantagem e das organizações que as representram, através do seu envolviento, participação e influência na definição, implementação e avaliação do emprego apoiado; promover redes sociais de intercooperação, projectods de investigação e implementar critérios de qualidade.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Carlos Pereira Relha Carlos +351218453580 apempregoapoiado@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Associação Cultural Moinho da Juventude

(ACMJ)
Travessa do Outeiro, nº 1
-
P-2610-202-AMADORA Amadora
-

Tel:+351214971070
Fax:214974027
Email:acmoinhojuventude@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Organisation providing support and guidance for disadvantaged groups
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

A ACMJ é uma IPSS, sem fins lucrativos, que trabalha a nivel comunitário com crianças, jovens e adultos migrantes. A sua missão principal é a de potencializar as competências da comunidade em geral e da comunidade migrante em particular, a valorização e reconhecimento das culturas (minoritárias) e a sua integração sócio-profissional. Áreas de Intervenção: Ao nível sócio-educacional: Crianças - Jardim de Infância, ATL, Pais de Bairro, Centro de Atendimento e Creche Familiar Jovens - Currículo alternativo, apoio escolar e desenvolvimento pessoal e social Adultos - Alfabetização Ao nível sócio-cultural: Actividades culturais, dança, música, desporto, estas actividades estão direccionadas sobretudo para os jovens. Ao nível sócio--profissional: Formação profissional, formação de formadores, promoção da formação e do reconhecimento da carreira de mediadores, promoção da criação de serviços de proximidade, validação de competências de funcionários da área educativa, apoio`à inserçao laboral e emprego apoiado. Ao nível do apoio e informação jurífdica: Apoio à legalização e informação jurídica, apoio a mães adolescentes e protecção de menores



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Carlos Manuel Pereira Relha Carlos +351214971070 acmoinhojuventude@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Associação Industrial Portuguesa - Confederação Empresarial (AIP - CE)

(AIP)
Praça das Industrias
-
P-1300-307-LISBOA Lisboa
-

Tel:+351213601000
Fax:213639046
Email:aip@aip.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Chamber of commerce/industry/crafts
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

Missão:Promover o desenvolvimento das actividades económicas portuguesas e em especial dos seus associados, nos domínios técnicco, económico, comercial, associativo e cultural. Áreas de Intervenção: Promoção de feiras e certames Promoção de exposições, conferências e colóquios Promoção de formação empresarial e profissional Assessoria técnica aos associados Divulgação da indústria nacional, particularmente das empresas associadas nos mercados internos e externo Colaboração com entidades nacionais e internacionais, públicas e privadas, destiñada a defender os interesses nacionais ou sectoriais dos seus associados.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Helena Caiado Helena +351213601011 hcaiado@aip.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Associação de Mulheres Contra a Violência

(AMCV)
Alameda D. Afonso Henriques, nº 78, 1º esq.
-
P-1000-125-LISBOA Lisboa
-

Tel:+351213802160
Fax:213802168
Email:amcvsede@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Organisation providing support and guidance for disadvantaged groups
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

AMCV é uma ONG de mulheress que desde 1982 trabalha na área da violência contra as mulheres e crianças, nomeadamente violência doméstica, violação, abuso sexual infantil, tráfico, violência via Internet e outras. Faz parte da Plataforma das ONGS de mulheres da CIDM desde 1994. AMCV já deu apoio a cerca de 3 mil mulheres com crianças, sendo gestoras de dois refúgios e um centro de atendimento especializados na área da violência contra as mulheres. É fundadora da WAVE - Women Against Violence in Europe; tem estatuto consultivo especial do Conselho Económico e Social das Nações Unidas e colabora com a UNICEF Internacional



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Margarida Medina Martins Margarida +351213802160 amcvsede@telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


MUNICIPIO DO MONTIJO

(CMM)
Rua Manuel Neves Nunes de Almeida
-
P-2870-352-MONTIJO Montijo
-

Tel:+351212327632
Fax:212327651
Email:dgrh.gef@mun-montijo.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:PENINSULA DE SETUBAL
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

Com base no disposto na lei n.º 159/99 de 14 de Setembro que estabelece o quadro de transferência de atribuições e competências para as autarquias locais. ASs atribuições s´~ao as seguintes: - Equipamento rural e urbano - Transportes e Comunicação - Energia - Educação - Património, cultura e desporto - Tempos livres e desporto - Saúde - Acção Social - Habitação - Protecção Civil - Ambiente e Saneamento básico - Defesa do consumidor - Promoção do desenvolvimento - Ordenamento do território e urbanização - Polícia municipal - Cooperação externa



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Graça Bastos Graça +351212327856 camara.montijo.mulheres@clix.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


PUBLICAMPAIGN - CONSULTORIA DE COMUNICAÇÃO LDA

(-)
R. António José Batista, 86
-
P-2910-397-SETÚBAL Setúbal
-

Tel:+351265539915
Fax:265539916
Email:joao.almeida@publicampaign.com

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Enterprise
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:PENINSULA DE SETUBAL
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

A Publicampaign oferece serviços de consultoria, auxiliando os seus clientes na pesquisa, desenvolvimento estratégico, implementação, gestão e avaliação de programas de Marketing Social, de Responsabilidade Social das Empresas (RSE) e Desenvolvimento Sustentável e de campanhas de informação pública, destinadas a influenciar comportamentos e a mudar atitudes, individuais ou de grupos específicos , designadamente nas áreas da saúde, ambiente, cidadania e direitos humanos.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
João Paulo Martins de Almeida João +351265539915 joao.almeida@publicampaign.com Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Rumo - Cooperativa de Solidariedade Social, Crl

(RUMO)
Praceta dos Corticeiros, 2A, Quinta da Lomba, Barreiro
-
P-2830-213-BARREIRO Barreiro
-

Tel:+351212064920
Fax:212064921
Email:rumopent@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Organisation providing support and guidance for disadvantaged groups
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:PENINSULA DE SETUBAL
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

A RUMO é uma cooperativa de solidariedade social que iniciou actividade em 1981. Missão: Promoção da inclusão educativa, profissional e social de pessoas em situação de desfavorecimento, na perspectiva de emprego apooiado. Áreas de Intervenção: 1. Transição de escolas regulartes para a vida adulta de jovens em risco 2. Educação-formação 3. Formação profissional e emprego 4. Acompanhamento pós-contratação 5. Redes sociais de intercooperação para a intervenção comunitária 6. Formação de técnicos 7. Empresas de inserção



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Augusto Sousa Augusto +351212064920 rumopent@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Secretariado Diocesano de Lisboa da Obra Nacional da Pastoral dos Ciganos

(SDL/PC)
Rua Cidade de Bolama, nº 5, 2º esq.
-
P-1800-076-LISBOA Lisboa
-

Tel:+351218406698
Fax:218406698
Email:-

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Organisation providing support and guidance for disadvantaged groups
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

O SDL/PC teve a sua criação oficial em 1977 e constituiu-se posteriormente como uma IPSS. Desenvolve a sua acção a partir de uma equipa de direcção/coordenação, constítuida por voluntários que dinamiza vários sectores de trabalho social e comunitário. Instituição prioritariamente preocupada com a integração social e promoção do povo cigano, tem apostado na preparação e escolaridade das crianças e na acção com as respectivas famílias. A sua acção desenvolve-se igualmente junto da população não cigana que reside nos mesmos bairros. O SDL mantém em funcionamento sete centros de actividades frequentados por 500 crianças da pré-primária ao fim do 1.º ciclo de escolaridade. Tem organizado um serviço de atendimento e formação, privilegiando o elo com entidades centrais e locais, tanto as autarquias como as responsáveis no campo da saúde e da escola. Desenvolveu cursos de formação profissional a par do complemento de escolarização no âmbito dos programas HORIZON I e II e INTEGRA. Nesta conformidade, a Instituição foi acreditada pelo INONFOR como entidade formadora. Do ponto de vista cultural e intelectual, o SDL tem promovido diversos estudos que se traduzem em variadas publicações. Mantém igualmente estreita ligação com entidades estrangeiras congéneres.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Carla Isabel Faria Benites Carla +351218406638 past.ciganos.sdl@sapo.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

NAUTILUS

Rationale

Text available in

- 1. As empresas encontram-se receptivas à inovação, às novas formas de gestão e disponíveis para adoptarem as políticas de responsabilidade social; 2. O envolvimento de associações empresariais na parceria facilita a promoção da responsabilidade social das empresas; 3. Uma percentagem significativa das empresas proporciona formação em posto de trabalho e dispõem de recursos humanos internos para fazerem esse acompanhamento do estágio; 4. Um número significativo de empresas inquiridas demonstra interesse das mesmas por estas questões; 5. Verifica-se alguma abertura por parte das empresas para a diversidade cultural dos seus trabalhadores; 6. O nível de habilitações académicas que predomina entre os dirigentes das empresas é a licenciatura, o que está intimamente ligado com a motivação de desenvolver novos projectos; 7. Na maioria das empresas existe uma política de formação dos colaboradores; 8. A maioria das empresas manifesta abertura a novas metodologias de contratação; 9. A sensibilização e combate à discriminação é feita individualmente pelos técnicos e tem tido uma boa receptividade por parte das grandes empresas. 10. A motivação, o interesse e a vontade de integrar em formações e/ou no mercado de trabalho, por parte das pessoas em situação de desvantagem; 11. O trabalho de combate ao estigma por associações que apoiam pessoas em situação de desvantagem, constitui um factor fundamental e pode facilitar a abertura dos empresários. , - 1. Desconhecimento das políticas da responsabilidade social das empresas; 2. A maioria das empresas revela não adoptar políticas de gestão da diversidade; 3. Fraca participação em eventos dos empresários (seminários, workshops) relacionados com as questões de igualdade de género e responsabilidade social das empresas; 4. As políticas de gestão de recursos humanos não incorporam princípios de igualdade de género, nomeadamente, as formas flexíveis de trabalho; 5. O sexo masculino domina o quadro de pessoal das empresas inquiridas; 6. A maioria dos responsáveis pelas empresas questionadas é do sexo masculino; 7. O vínculo mais utilizado pelas empresas é o externo; 8. A maioria das empresas revelou desconhecer metodologias de apoio à contratação tradicional (ex: emprego apoiado) 9. Embora seja feito um trabalho de sensibilização da parte dos técnicos junto das empresas, a discriminação surge no momento da entrevista; 10. Pouca informação, da parte das pessoas em situação de desvantagem, sobre os seus direitos e a aplicabilidade dos mesmos pelas entidades empregadoras; 11. Algumas pessoas em situação de desvantagem apoiadas por instituições afirmam ser discriminadas/prejudicadas pelas empresas devido a essa ligação; 12. Baixa escolaridade e pouca experiência profissional das pessoas em situação de desvantagem. 13. Discriminação no acesso à formação e emprego das pessoas em situação de desvantagem.

dot Top


Objective

Text available in

O projecto tem os seguintes objectivos: 1. Criar instrumentos e estratégias de marketing social, envolvimento e mobilização das empresas para a inserção de públicos em situação de desvantagem. 2. Intervir ao nível das políticas recursos humanos das empresas na óptica do desenvolvimento da responsabilidade social, diversidade e igualdade género 3. Promover o empowerment, a participação e a imagem social positiva das pessoas situação de desvantagem e desenvolver estratégias de marketing pessoal 4. Aferir para a realidade portuguesa estudos de custo-benefício da inserção profissional de pessoas em situação desvantagem no âmbito do emprego apoiado 5. Melhorar a qualidade e eficácia dos serviços de emprego apoiado e desenvolver as competências de marketing social das organizações. A concepção e desenvolvimento dos produtos serão realizados numa perspectiva colaborativa e de empowerment com os próprios destinatários (empresários, gestores de RH, agentes de inserção profissional e pessoas em situação de desvantagem). A PD irá desenvolver os seguintes produtos: 1. Programa de Marketing Social para a Promoção da RSE: Master materials – produtos e ferramentas de comunicação (componente tangível do plano de marketing social) suporte da estratégia de sustentabilidade do Projecto; Manual de Procedimentos que, para além da narrativa do Processo, permitirá apreensão dos métodos e processos na definição e implementação do programa de marketing social, descrevendo práticas adoptadas quanto à formulação do problema numa perspectiva de marketing social, com base no diagnóstico/ponto de partida. 2. Relatório do Estudo Custo/Benefício em Emprego Apoiado. Este estudo será realizado numa óptica empresarial no sentido de aferir para a realidade portuguesa o custo/benefício da inserção profissional de pessoas em situação de desvantagem. Os resultados do estudo poderão ser um importante instrumento de marketing social e de apoio à gestão para as entidades empregadoras e para as entidades técnicas que praticam o modelo de emprego apoiado. O produto incluirá a metodologia de investigação a qual poderá contribuir no desenvolvimento de estudos semelhantes por parte de outras organizações. 3. Referencial de Avaliação da Qualidade dos Serviços de Emprego Apoiado: teórico e metodológico do processo de avaliação incluindo os procedimentos gerais e os instrumentos de avaliação. 4. ToolKit para Gestores de Recursos Humanos sobres Gestão da Diversidade. 5.Toolkit de Negociação com Empresas. Este produto dirige-se às organizações e agentes que trabalham na inserção profissional de pessoas em situação de desvantagem. Pretende-se fortalecer as competências das organizações em termos do contacto, negociação e estabelecimento de parcerias com as empresas. 6.Toolkit de Auto-Promoção e Marketing Pessoal para pessoas em situação de desvantagem. 7. Booklet de Boas Práticas das Empresas na Promoção da Diversidade.

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics