IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 Opçãoval.pt - Orientação, promoção e valorização profissional ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : A. N. E. - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS EMPRESÁRIAS
Other national partners : A METALURGICA - BAKEWARE PRODUCTION SA
ASSOCIAÇÃO P/ FORM. TECNOL. ENGENHARIA MECÂNICA E MATERIAIS (AFTEM)
CENFIM Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica
Municipio de Valongo
RODRIGUES RIBEIRO & ASSOCIADOS LDA
EQUAL theme :Employability - (Re-)integration to the labour market 
Type of DP :Geographical - Urban area - NORTE 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2004-011 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :18-08-2005 
Last update :09-04-2008 
Monitoring: 2005  2006   

Rationale

Text available in

- The partnership composition and the excellent level of agreement and complementary; Support needs expressed by schools and teaching institutions concerning career orientation; Stronger bet of the City Council in the articulation and reinforcement of career orientation services and in the prevention of job marketplace deregulation phenomenons; The support that will be given by the local job centre, expressed by the commitment letter of the project support already established; The project's support that will be given by SINDEL ; The development of entrepreneurial market and of the economical activity in the city council of Valongo; The lack of motivation felt in some sectors by young people; The commitment revealed by schools, training centers, job centre, associations and enterprises of this region in order to establish the project objectives and activities; Employment growing in the industrial sector of metallurgy , in contrast to other sectors. Exporting tendency of furnishing sector, that assume labour demands of people with higher qualifications; The launch of new trademarks, specially by metallurgy enterprises, which reinforce their market position; Existence of many small enterprises, suppliers of car industries in metallurgy sector (with flexibility demand, agility and product development in short cycles.), - Lack of motivation felt in some sectors by young people, specially concerning traditional teaching solutions; School abandonment and the associated low academic qualifications; The existing prejudices and the lack of information about some jobs; Parents and family positions concerning the school and professional future of young people, namely regarding socially discriminated jobs; Unemployed resistance in changing activity sector or specialization; Discredit of the employment services near enterprises due to their slowness procedure and to their impossibility to confirm the real working interest of unemployed people; Financial difficulties felt by schools to deal with labour and career orientation expenses; Discrepancy between labour demand and supply; Bureaucratic complexity in some procedures concerning employment; Political and economical instability in our actual national context; Industrial Revolution in China and India that threat our national productive sector; The situation of metallurgy Sector in Europe; Energy and raw material costs; EU enlargement; New markets; Lower training skills than in the rest of Europe, USA or Japan.

dot Top


Objective

Text available in

The Portuguese economy, particularly the industrial sector, has been suffering significant changes over the past years. Changes in the market pattern, in connection with the changes introduced by the new technologies, gave a new direction to the productive structures and separated them from the workforce market in this sector. In Valongo, the most traditional industrial sectors still have significant influence and are responsible for a large portion of the employment created in that county. The most representative industrial sectors are, among others, textiles, metallurgy and metal-mechanics, mining and wood. All these sectors have been having, for the past years, growing difficulties in hiring workers because of the lack of “attraction” felt by the active population and the young people who are searching for their first job. This need, associated with the fact that the other sectors of activity, specially commerce and services, are starting to show signs of problems in absorbing more workers, makes it extremely important to try to open the jobs, related to the traditional industry, for the younger people and people with qualifications, academic or professional. Target group: Young people searching for the first job Long term unemployed men and women Companies Organisations and technicians involved in the project Objectives: 1 - Establish a network with the existent services in the intervention area 2 - Move the educational community for the subject of the devaluation of the professions 3 - To promote professions linked to the metallurgy and furniture sectors 4 – Bring together the managerial sector of Valongo and the available resources on the employment domain. 5 - To insert 12 young people in the metallurgy sector. 6 - To insert 12 young people or unemployed people in the furniture sector (new professions). Activities 1 -To expand the Job Club 2- Local net of Employment and Professional Orientation 3 -Professional Marketing campaigns 4- Development of an intervention methodology in managerial context 5 - To form guide and insert the individuals object of the intervention 6 – To develop the Transnational Plan 7 - To influence and inform teachers, mediators and parents.

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Guidance, counselling ***
Training **
Training on work place **
Work placement **
Employment aids (+ for self-employment) **
Integrated measures (pathway to integration) **
Employment creation and support **
Training of teachers, trainers and staff **
Improvement of employment services, Recruitment structures ***
Conception for training programs, certification **
Anticipation of technical changes *
Guidance and social services **
Awareness raising, information, publicity **
Studies and analysis of discrimination features *

Type of innovation Rating
Process-oriented ****
Goal-oriented **
Context oriented ***

dot Top


Budget Action 2

250 000 – 500 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  9.1%  9.1% 
Employed  31.8%  31.8% 
Others (without status, social beneficiaries...)  3.0%  15.2% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  0.0%  0.0% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  43.9%  56.1% 
  100.0%
 
Physical Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Illness  0.0%  0.0% 
Population not suffering from a disability  43.9%  56.1% 
  100.0% 
 
Substance abusers 0.0%  0.0% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.0% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  0.0%  0.0% 
Without such specific discriminations  43.9%  56.1% 
  100.0% 
 
< 25 year  3.0%  15.2% 
25 - 50 year  36.4%  36.4% 
> 50 year  4.5%  4.5% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Unemployment ****

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Developing collective responsibility and capacity for action
Participation in the project design
Participation in running and evaluating activities
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.1%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
3607 PIES - Professional Integration European Strategy SI 14

dot Top


Background

 

N.C.

dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
A. N. E. - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS EMPRESÁRIAS Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
A METALURGICA - BAKEWARE PRODUCTION SA
ASSOCIAÇÃO P/ FORM. TECNOL. ENGENHARIA MECÂNICA E MATERIAIS (AFTEM)
CENFIM Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica
Municipio de Valongo
RODRIGUES RIBEIRO & ASSOCIADOS LDA

dot Top


Agreement Summary

Text available in

Resumo do Acordo de PD Os parceiros acordam: 1. Objectivos comuns 1.1 Desenvolver em conjunto o projecto acima referenciado, cujo diagnóstico, objectivos, actividades, resultados e processo de avaliação, e plano de financiamento se descrevem no formulário de candidatura à acção 2. 2. Estruturas e processo de funcionamento da Parceria 2.1 Criar à partida as seguintes estruturas de gestão e funcionamento: Para que a Parceria de Desenvolvimento funcione eficiente e eficazmente preconiza-se o seguinte modelo de funcionamento: - constituição de uma Comissão de Acompanhamento da qual fará parte um elemento (com poder de decisão ao nível das actividades pelas quais a entidade que representa é responsável) de cada entidade integrada na Parceria de Desenvolvimento; esta comissão reunirá pelo menos uma vez por mês com o objectivo de fazer ponto de situação do projecto (actividades desenvolvidas, dificuldades, potencialidades, questões orçamentais,..), passar informação sobre o desenvolvimento das actividades pelas quais cada um é responsável, decidir sobre situações que surjam no decorrer do programa (integração de novas entidades na PD,...); - constituição de um grupo de trabalho por actividade, sendo a constituição e coordenação deste grupo da responsabilidade da entidade responsável pela actividade - no que respeita à partilha das responsabilidades técnicas e financeiras fica estabelecido que cada entidade é responsável pelo plano de actividades que propõe desenvolver sendo, também responsável pela gestão administrativa e financeira do seu orçamento; - fica estabelecido que sempre que tem inicio uma nova actividade, terminam actividades em funcionamento, ou outras, deverá a entidade responsável dar conhecimento a todos os parceiros utilizando para o efeito as novas tecnologias de informação e comunicação, mais concretamente o correio electrónico; - fica estabelecido que todos os parceiros deverão fazer chegar ao parceiro interlocutor até ao dia 5 de cada mês, as despesas realizadas e pagas do mes anterior. O envio desta informação deverá ser realizado em suporte próprio a fornecer pelo interlocutor. O não cumprimento deste prazo legitima o parceiro interlocutor a não proceder à incorporação das despesas nessa DMD; - Não serão inseridas despesas de parceiros que não provem ter as certidões de inexistência de dívidas à segurança social e à fazenda pública válidas. 2.2 Implementar o seguinte processo de tomada decisão (destacar nomeadamente processos de dos parceiros, mecanismos que promovam a igualdade de género, etc.): As decisões relevantes para o projecto serão tomadas na Comissão de Acompanhamento do projecto, sendo suficiente 4 votos a favor. Em caso de empate, a ANE e a CMV deverão chegar a um acordo sobre a decisão a tomar. As questões relacionadas com o excluir ou desactivar um parceiro deverão ser tomadas por unanimidade dentro do grupo dos restantes parceiros. 2.3 Assegurar a transparência da informação interna relativa ao projecto e à parceria, que será disponibilizada a todos os parceiros da seguinte forma ( ex. recurso às TIC...): Todas as reuniões realizadas (Comité de acompanhamento ou grupos de trabalho) deverão dar origem a uma acta. Esta acta será colocada no site do projecto, na zona de acesso restrito aos parceiros. Procurar-se-á criar um esquema de validação on-line das actas que evite as assinaturas presenciais das mesmas. Toda a informação relevante sobre o projecto será integrada no site do opçãoval. 2.4 Assegurar que a difusão pública dos resultados do projecto, finais ou provisórios, só será efectuada após anuência do(s) parceiro(s) envolvido(s) na sua concepção. 3. Recursos técnicos 3.1 Assegurar estabilidade nos recursos técnicos afectos ao projecto. 4. Ajustamento da parceria 4.1 Proceder ao ajustamento da parceria, à saída ou entrada de novos parceiros, ou eventual revisão deste Acordo, nomeadamente se a avaliação do projecto o indicar como necessário.

Last update: 09-04-2008 dot Top


A. N. E. - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS EMPRESÁRIAS

(ANE)
Rua Ciriaco Cardoso, 265-B
-
P-4150-213-PORTO Porto

Tel:+351226165950
Fax:226165959
Email:aneform@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Employers' organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE PORTO
Date of joining / leaving:12-04-2004 /

Text available in

A ANE é uma associação sem fins lucrativos, de utilidade pública, constituída a 29 de Maio de 1990.A Missão da ANE é promover a mulher na sua condição de empresária e gestora, contribuindo deste modo para o crescimento da Mulher na Economia. A ANE desenvolve um vasto leque de actividades nos mais diversos domínios de actividade. Destas destacamos: ·Apoio técnico e aconselhamento às mulheres empresárias ou profissionais liberais que sejam associadas da ANE; ·Apoio técnico e aconselhamento às mulheres empreendedoras que pretendam criar o seu próprio negócio; ·Concepção e desenvolvimento de planos de formação financiadas. Estes planos têm como destinatários Homens e Mulheres activos empregados e / ou desempregados que possuam a escolaridade mínima obrigatória ou superior; ·Concepção e desenvolvimento de acções de formação não financiadas numa perspectiva intra e interempresas; ·Concepção e desenvolvimento de projectos comunitários, sempre com o objectivo claro de aumentar a competitividade das empresas e de melhorar as competências e a empregabilidade de grupos em risco de exclusão; ·Organização de acções de promoção várias, bem como de seminários e jornadas em que são discutidos temas de actividades no domínio de gestão empresarial; ·Participação em redes de cooperação com outras instituições congéneres a nível Europeu. Em termos geográficos, a ANE concentra o maior volume da sua actividade na região Norte e Centro do país, isto apesar da sua intervenção ser de carácter nacional.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Rosa Susana Copek Braga Rodrigues Rosa +351226165950 susanabraga@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 09-04-2008 dot Top


A METALURGICA - BAKEWARE PRODUCTION SA

(-)
Rua Alto da Mina, 551
-
P-4440-103-CAMPO VLG Valongo

Tel:+351224156989
Fax:224155167
Email:recursoshumanos@ametalurgica.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Enterprise
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE PORTO
Date of joining / leaving:18-03-2005 /

Text available in

A METALÚRGICA – BAKEWARE PRODUCTION, SA é uma média empresa de forte carácter familiar a caminho da quinta geração. Foi fundada em 1896 (109 anos) por Joaquim Moreira Pinto, com o nome de A METALURGIA de JOAQUIM MOREIRA PINTO. Em 1941 seu filho, David Moreira Pinto, assume-a ainda em nome individual e passa seu nome para A METALÚRGICA de DAVID MOREIRA PINTO, mantendo a estrutura de nome individual até 1973, data em que passou a sociedade por quotas com o nome de A METALÚRGICA – David Moreira Pinto Lda. Em 6 de Setembro de 1977 a Metalúrgica passa para Belarmino Delfim Ferreira e Agostinho de Oliveira Santos respectivamente genro e neto (por afinidade) do David, sendo estes a terceira e quarta geração. Esta empresa, nascida no Porto, passou por diversos locais da cidade e 1/1/1995 instalou-se numas moderníssimas instalações próprias, com 6 300 m2 de área coberta e 25 000 m2 de área descoberta, sitas em Campo Valongo. Em 2002 passa a sociedade anónima com o capital social de 1 100 000,00 (um milhão e cem mil) Euros, sofrendo também alteração na sua denominação pela necessidade de a identificar com o produto que produz e à sua característica de empresa profundamente internacionalizada, passando desde aí a chamar-se A METALÚRGICA – BAKEWARE PRODUCTION, SA. Sustentáculo, durante longos anos, da rica pastelaria Portuguesa e com um belo historial, testemunhado por alguns velhos documentos entre os quais se conta o primeiro alvará, esta empresa, que em 1977 se encontrava perfeitamente agonizante e apenas com 5 trabalhadores e reduzida a um produto artesanal, inicia então um fantástico percurso de inovação e profunda e internacionalização que viria a atingir os 97% de vendas da sua produção para quase todo o mundo, excepto o extremo oriente. É uma empresa certificada pela ISO 9001-2000. Com um produto profundamente original lançou, a nível mundial, um novo conceito de Forma para bolos: formas criativas, abordando toda a temática da natureza e proporcionando formas para bolos para todas as idades e eventos, tendo-se tornado a líder mundial deste novo conceito de forma para bolos. Lançou conceitos novos como este de “No Cake, No Party”, registou diversas marcas a nível Europeu e Americano tais como “EUROFORM”, “Cak’Art”, “A METALURGICA”, Etc. e, senhora de uma tecnologia única de estampagem, possui os mais modernos métodos de produção e tecnologia de ponta a nível de produção das suas próprias ferramentas Para A Metalúrgica este é também um momento histórico porquanto pensa, a partir de Julho de 2005, lançar nesta Empresa a 5ª geração, na pessoa da Raquel Sofia Ferreira Santos, Licenciada em Psicologia do Trabalho e que, para além da sua formação académica, tem sido, ao longos dos anos, mentalizada e preparada cuidadosa e responsavelmente, pelo Presidente do Conselho de Administração, para o conceito de Empresa como célula social a preservar, vital a quantos nela trabalham, ao local onde se insere e ao País, a quem a sua vocação exportadora é ess



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Agostinho Oliveira Santos Agostinho +351224156989 Agostinho@ametalurgica.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 09-04-2008 dot Top


ASSOCIAÇÃO P/ FORM. TECNOL. ENGENHARIA MECÂNICA E MATERIAIS (AFTEM)

(AFTEM)
RUA N. SRA. DA MÃO PODEROSA
-
P-4445-522-ERMESINDE Valongo

Tel:+351229732778
Fax:229717294
Email:aftem@aftem.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Education / training organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE PORTO
Date of joining / leaving:18-03-2005 /

Text available in

A AFTEM , associação sem fins lucrativos, iniciou a sua actividade em 1988, resultante do protocolo entre as Associações AIMMAP – Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos e Afins de Portugal e ANEMM – Associação Nacional das Empresas Metalúrgicas e Electromecânicas e o INETI – Instituto Nacional de Tecnologia Industrial. Tem como Missão a formação de Quadros Intermédios para o sector Metalúrgico, Metalomecânico e Electromecânico. A formação profissional desenvolvida, nos pólos de Ermesinde e Lisboa, tem como objectivo os Cursos de Especialização Tecnológica, nível IV, destinados a jovens à procura do 1ª emprego e a activos, e os Cursos de Formação Contínua destinados a activos, ao abrigo dos Programas PEDIP, POE, PRIME e POEFDS. A AFTEM é uma entidade acreditada pelo INOFOR – Instituto para a Inovação e a Formação, actual IQF, nos domínios: - Concepção das intervenções ou actividades formativas - Organização e a promoção de intervenções ou actividades formativas - Desenvolvimento / Execução de intervenções ou actividades formativas.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
António José Ferreira Teixeira António +351229737436 ferreirateixeira@aftem.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 09-04-2008 dot Top


CENFIM Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica

(CENFIM)
Rua do Açúcar, 88
-
P-1900-607-LISBOA Lisboa

Tel:+351218610150
Fax:218684979
Email:dpee@cenfim.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Education / training organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE LISBOA
Date of joining / leaving:18-03-2005 /

Text available in

O CENFIM foi criado em Janeiro de 1985, por acordo protocolar entre o IEFP - Instituto do Emprego e Formação Profissional e as Associações AIMMAP - Associação dos Industriais Metalúrgicos Metalomecânicos e Afins de Portugal e ANEMM - Associação Nacional das Empresas Metalúrgicas e Electromecânicas. O Sector Metalúrgico e Metalomecânico tem em actividade cerca de 19.000 empresas e emprega aproximadamente 190.000 trabalhadores. Vocacionado para as pequenas e médias empresas industriais, que são dominantes no sector, o CENFIM tem desenvolvido a sua actividade, acompanhando a evolução cada vez mais rápida e constante do sistema produtivo, introduzindo novas tecnologias, novas formas de gestão e modernas tendências nas estruturas empresariais. Estão actualmente em funcionamento no CENFIM, os Núcleos de Lisboa, Torres Vedras, Santarém, Caldas da Rainha, Peniche, Marinha Grande, Oliveira de Azeméis, Porto, Ermesinde e Trofa, cujo objectivo principal é a formação profissional para o sector Metalúrgico e Electromecânico, nos domínios da Formação Inicial de Jovens e Aperfeiçoamento de Activos das Empresas do sector e em profissões afins de outros sectores de actividade. O CENFIM tem participado em Projectos Europeus desde 1989, tais como as Iniciativas EQUAL e Programas NOW, EUROFORM, Leonardo da Vinci e Sócrates, tendo beneficiado nesse envolvimento de experiência profícua, em especial, no domínio da Formação profissional. Possui larga experiência em Levantamentos de Necessidades de Formação em Empresas de produção industrial em Portugal, Angola, Cabo Verde, Moçambique e Tunísia. O CENFIM efectua estudos de novos referenciais de emprego e de novos programas de formação, desenvolve programas multimédia em CD-ROM e em formato para a Internet e tem coordenado, desde 1996, projectos de Formação a distância com Parceiros Europeus.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
António Ferreira Luís António +351229783170 afluis.ermesinde@cenfim.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 09-04-2008 dot Top


Municipio de Valongo

(CMV)
Av. 5 de Outubro, 160
-
P-4440-503-VALONGO Valongo

Tel:+351224227900
Fax:224221467
Email:euniceneves@cmvalongo.net

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE PORTO
Date of joining / leaving:19-04-2004 /

Text available in

A Carta Europeia de Autonomia Local, aprovada em 1985 pelo Conselho da Europa, considerou que “as autarquias são um dos principais fundamentos de todo o regime democrático”. Considerou ainda que o principio da autonomia local deve ser reconhecido pela legislação interna e, tanto quanto possível pela própria Constituição. Em Portugal, as autarquias locais têm, desde 1976, consagração constitucional. Segundo a Constituição da República Portuguesa, a organização democrática do Estado, compreende a existência de autarquias locais, sendo estas pessoas colectivas dotadas de orgãos representativos que visam a prossecução do interesse público, comum e específico das respectivas populações. As atribuições e competências das autarquias locais, estando associadas à satisfação das necessidade das comunidades locais, respeitam, nomeadamente, ao desenvolvimento sócio-económico, ao equipamento rural e urbano, à energia, aos transportes e comunicações, à educação, ao património, à educação, à cultura e ciência, aos tempos livres e desporto, à saúde, à acção social, à habitação, à protecção civil, ao ambiente e saneamento básico, à defesa do consumidor, ao ordenamento do território, à segurança municipal e à cooperação externa.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Eunice Ariana Coelho das Neves Eunice +351224227950 euniceneves@cmvalongo.net Entity contact person responsable for this project

Last update: 09-04-2008 dot Top


RODRIGUES RIBEIRO & ASSOCIADOS LDA

(RRA)
RUA Roberto Ivens, 1280 Sala 8
-
P-4450-251-MATOSINHOS Matosinhos

Tel:+35122397490
Fax:22397499
Email:orodrigues@rraconsultores.com

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Education / training organisation
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:GRANDE PORTO
Date of joining / leaving:14-04-2004 /

Text available in

A RRA é uma empresa que presta serviços de formação e consultoria a outras empresas, independentemente do seu sector de actividade. No domínio da formação, a RRA possui a acreditação nos domínios de Diagnóstico, Planeamento, Concepção, Organização, Desenvolvimento e Avaliação, tendo ao longo dos últimos anos apoiado várias empresas e instituições nestas áreas. Para além destes serviços, a RRA desenvolve anualmente o seu plano de formação, o qual contempla um leque basante alargado de cursos de formação profissional contínua, para uma população bastante alardada. No domínio da consultoria, a empresa especializou-se nas áreas relacionadas com o Marketing, controlo de gestão, qualidade, ambiente e higiene e segurança no trabalho, possuindo uma carteira de clientes bastante significativa. Ao nível de participação em projectos, regista-se a participação em projectos Leonardo, com destaque para um projecto sobre gestão da diversidade nas organizações, o qual levou ao envolvimento no processo de criação do Instituto Europeu para a Gestão da Diversidade. A nível nacional destaca-se a participação no InPME, em projectos das medidas voluntaristas do ICPME e no programa REDE como prestador de serviços.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Óscar Valentim Gonçalves Rodrigues Óscar +351229397490 orodrigues@rraconsultores.com Entity contact person responsable for this project

Last update: 09-04-2008 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

OPCAOVAL.PT - ORIENTACAO, PROMOCAO E VALORIZACAO PROFISSIONAL

Rationale

Text available in

- A composição da parceria e o excelente nível de entendimento e complementaridade existente; Necessidades de apoio expressas pelas escolas e estabelecimentos de ensino em questões de orientação profissional; Forte aposta do município na articulação e reforço dos serviços de orientação profissional e na prevenção de fenómenos de desregulação do mercado de emprego; Apoio que será prestado pelo Centro de Emprego de Valongo traduzido pela carta de compromisso de apoio ao projecto já firmada; Apoio que será prestado pelo SINDEL ao projecto; Crescimento do tecido empresarial e da actividade económica do concelho de Valongo; Desmotivação verificada em alguns sectores da população jovem; Empenhamento revelado por escolas, entidades de formação, centro de emprego, associações e empresas do concelho no estabelecimento dos objectivos e das actividades do projecto; Crescimento do emprego no sector da metalurgia e metalomecânica em contra-ciclo com outros sectores; Tendência exportadora do sector do mobiliário o que pressupõem necessidades de pessoal com maiores qualificações; Lançamento de marcas próprias sobretudo por parte de empresas do sector da metalomecânica que vem reforçar a sua posição de mercado; Muitas pequenas empresas fornecedoras da indústria automóvel (exigências de flexibilidade e agilidade e desenvolvimento de produtos em ciclos curtos) presentes no sector da metalurgia. , - Desmotivação verificada em alguns sectores da população jovem, sobretudo face às soluções ditas tradicionais do sistema de ensino; Abandono escolar e os baixos níveis de escolaridade que a ele estão associados; Preconceitos existentes e falta de informação sobre algumas profissões; Postura dos pais e agregados familiares sobre o futuro escolar e profissional dos jovens nomeadamente face às profissões socialmente desfavorecidas; Resistência dos desempregados em mudar de sector de actividade e de especialidade; Descrédito dos serviços de emprego junto das empresas devido à sua morosidade de processos e à impossibilidade de filtrar situações em que não há de facto interesse; Dificuldades financeiras sentidas pelas escolas para fazer face a despesas relacionadas com orientação profissional e vocacional; Desajustamento entre a oferta e a procura de emprego; Complexidade burocrática de alguns processos ao nível do emprego; Instabilidade política e económica do actual contexto nacional Revolução industrial na China e Índia que ameaçam o sector produtivo nacional; Situação do sector M.M. na Europa; Custo da energia e das matérias primas Alargamento da EU; Novos mercados Taxa de formação nas áreas tecnológicas mais baixa que no resto Europa Japão e EUA.

dot Top


Objective

Text available in

A economia portuguesa e em particular o sector industrial têm sido objecto de alterações significativas nos últimos anos. A alteração dos padrões de mercado, conjuntamente com as mudanças introduzidas pelas novas tecnologias provocaram um redireccionamento das estruturas produtivas originando uma clivagem entre esta e o mercado de mão-de-obra do sector. No tecido empresarial do Concelho de Valongo, os sectores mais tradicionais da indústria têm ainda um peso considerável, sendo mesmo responsáveis por uma larga fatia do emprego gerado no Concelho. Os sectores industriais mais representativos são entre outros a indústria têxtil, metalurgia e a metalomecânica, a extracção, e a indústria da madeira e afins. Todos estes sectores do ramo industrial têm vindo, ao longo dos últimos anos, a sentir dificuldades crescentes no recrutamento de trabalhadores, devido à perda de “atractividade” junto da população activa e dos jovens à procura do primeiro emprego. Esta necessidade aliada ao facto de os outros sectores de actividade, nomeadamente, comércio e serviços começarem a evidenciar dificuldades em absorver mais mão-de-obra torna imperioso este esforço de abrir as profissões ligadas aos ramos da indústria tradicional aos mais jovens e aos activos com qualificações, quer académicas quer profissionais. Destinatários: Jovens à procura do primeiro emprego Mulheres e homens desempregados de longa duração Empresas Organizações e técnicos participantes no projecto Objectivos: 1. Interligar os serviços existentes no concelho no domínio do projecto 2.Sensibilizar a comunidade educativa para a questão da desvalorização das profissões 3.Promover as profissões ligadas à metalomecânica/metalurgia/mobiliário 3.Aproximar o tecido empresarial de Valongo dos recursos disponíveis no domínio de emprego 4. Inserir 12 Jovens no sector da metalurgia/metalomecânica 5.Inserir 12 Jovens ou desempregados nas novas profissões para o mobiliário Actividades: 1. Dinamização do Clube de Emprego 2. Rede Local de Emprego e Orientação Profissional 3. Campanhas de Marketing Profissional 4. Desenvolvimento de uma metodologia de intervenção em contexto empresarial 5. Formar, Orientar e inserir os Indivíduos alvo de intervenção 6. Desenvolver o Plano Transnacional 7. Sensibilização e informação de Professores, mediadores, pais.

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics