IMPORTANT LEGAL NOTICE
 

 Barrancos Activo ascii version

Portugal

 
DP Managing organisation : MUNICÍPIO DE BARRANCOS
Other national partners : Associação Barranquenha para o Desenvolvimento
Associação de Solidariedade Social Barrancos Horizonte Amigo
COMOIPREL - Cooperativa Mourense de Interesse Público de Responsabilidade Limita
EDIA-EMPRESA DE DESENVOLVIMENTO E INFRA-ESTRUTURAS DO ALQUEVA SA
Escola Superior de Tecnologia e de Gestão do Instituto Politécnico de Beja
Freguesia de Barrancos
EQUAL theme :Employability - (Re-)integration to the labour market 
Type of DP :Geographical - Rural area - ALENTEJO 
DP Legal status :Association without legal form 
DP identification :PT-2004-010 
Application phase :Approved for action 2 
Selection date :14-07-2005 
Last update :11-03-2008 
Monitoring: 2005  2006   

Rationale

Text available in

- - Local potentialities with latent economic value that may derive into products and innovative or traditional professions - Ability to develop projects adjusted to the local potentialities - The target group identification of specific professional training needs - The existence of a preserved local biodiversity and an architectural and archeological heritage ready to be used as a touristic resource - Strong local identity and an interest in the population in remaining where they are, not being part of the human desertification phenomena, and contributing to the economic development. - Existence of a certified products – (DOP – Dry ham from Barrancos), subject to creating enterprises with segmented and specific markets, with market shares already conquered. - Latent existence of new professions derived from the potentialities, such as, nature guides, meat cutters, dry ham cutters, etc. - The EDIA company investments in the concelho in environment and in nature tourism. - Technical knowledge and competences of many entities in community and local project conception and management - Individuals with professional training in different fields, namely working with young people - European and state funding to small enterprises - Value of the territory and of the geo-economic position of the concelho in the Iberian market. , - - Inefficient disclosure of the local potentialities, subject to generating economic value through new traditional professions and products. - Few investments in the entrepreneurial areas, due to the lack of entities / enterprises acting as investors and due to the lack of information on state support to the small and medium sized enterprises. - Inadequate Professional training offers unrelated to the specific needs of some enterprises in the fields of tourism and meat transformation. - Weak initiative regarding the quest for solutions, shown in the focus group sessions, where the target group centered itself on passivity and what is offered (in terms of seasonal work) by the local municipalities. - Mentalities not oriented towards self-employment, associated to the fear of risk and inefficient disclosure of the available state support. - Desertification of the territory - High unemployment rate especially among women and young people looking for their first job, due to the lack of job offers for these groups. - Precarious employment, as a result of the social measures, namely the Program of Occupational Activities (PAO) from the IEFP, that leads the individuals to a cycle (PAO – Unemployment –participation in Professional Training – PAO). - Situation of geographical isolation in the Intervention Zone, where the national enterprises find it difficult to invest, due to the highly degraded accessibilities and due to the little importance given to the Iberian market of consumers. - Deficient infrastructures for the settling of new enterprises.

dot Top


Objective

Text available in

Summary of the project: The “Barrancos Activo” Project, has as its main objective, the use of the local potentialities, capable of generating employment, developing professional and Training profiles and / or innovative products and promoting awareness and testing activities, and validation of these. Specific Objectives - To efficiently identify, value and disclose the local potentialities - Promote the socio-professional competences capable of promoting equal opportunities between men and women - Raise awareness of the enterprises to participate in the insertion process of individuals in the social market of employment - Make available information on state support - Make available information concerning new professions, new opportunities and alternatives regarding employment - Adapt the professional training profiles and the professional profiles to the local needs - Stimulate the entrepreneurial capabilities - Awareness and value campaigns for the promotion of the traditional professions with employment potential, through the Professions and local potentialities fair - Accompany and orient the beneficiaries in their insertion process in the employment social market - Conceive and produce a site that may facilitate and disclose the innovative and / or traditional professional training and professional profiles and also disclose the project and the experience resulting from the national and transnational partnership - Create synergies with initiatives and projects external to the “Barrancos Activo” project, namely other EQUAL projects at a national level (through the creation, for example, of an EQUAL projects from the Alentejo network, participation in seminars, publication of essays and documents of a demonstrative character. - Creation of debate areas on equal opportunities of gender between men and women (an important component of the transnationality of the project) Intervention Axis 1. Creation of an insertion – training – orientation support structure based on the local potentialities leading to economic feasibility a)Competence balance that may allow the construction of individual projects for the insertion in a professional context b)Adjust the individual expectations to the work market reality, through the awareness of innovative and traditional professions c)Accompany in the insertion process chain, through orientation in the specific training needs for self-employment individual projects or through the employment search methodology 2. Identification amongst the local potentialities of innovative professions or recovery of professional traditions as an alternative to employment a)Give potential and disclose the existing resources identified as having potential b)Adjust the training and professional profiles according to the identified potentialities c)Test professional and training profiles whenever possible (especially in the services sector), in order to make them attractive and valid.

dot Top


Innovation


Nature of the experimental activities to be implemented Rating
Guidance, counselling ***
Training **
Work placement *
Training of teachers, trainers and staff **
Conception for training programs, certification *
Guidance and social services **
Awareness raising, information, publicity **
Studies and analysis of discrimination features *

Type of innovation Rating
Process-oriented ***
Goal-oriented **
Context oriented **

dot Top


Budget Action 2

250 000 – 500 000 €

dot Top


Beneficiaries


Assistance to persons 
Unemployed  70.8%  29.2% 
Employed  0.0%  0.0% 
Others (without status, social beneficiaries...)  0.0%  0.0% 
  100.0% 
 
Migrants, ethnic minorities, …  0.0%  0.0% 
Asylum seekers  0.0%  0.0% 
Population not migrant and not asylum seeker  70.8%  29.2% 
  100.0%
 
Physical Impairment  4.8%  6.3% 
Mental Impairment  0.0%  0.0% 
Mental Illness  0.0%  0.0% 
Population not suffering from a disability  66.0%  22.9% 
  100.0% 
 
Substance abusers 2.0%  4.9% 
Homeless  0.0%  0.0% 
(Ex-)prisoners  0.0%  0.7% 
Other discriminated (religion, sexual orientation)  0.0%  0.0% 
Without such specific discriminations  68.8%  23.6% 
  100.0% 
 
< 25 year  11.1%  2.8% 
25 - 50 year  40.3%  20.8% 
> 50 year  19.4%  5.6% 
   100.0% 

Assistance to structures and systems and accompanying measures Rating
Gender discrimination **
Support to entrepreneurship **
Disabilities *
Age *
Low qualification **
Unemployment ***

dot Top


Empowerment

 

 With beneficiaries

Participation
Promoting individual empowerment
Participation in the project design
Participation in running and evaluating activities
Changing attitudes and behavior of key actors

 

 Between national partners

N.C.

dot Top


Transnationality

 

 Linguistic skills

  • português

 Percentage of the budget for transnational activities

  • 0.2%

 Transnational Co-operation Partnerships

Transnational Co-operation Agreement DPs involved
3742 N.O.V.A. (Nueva optica del valor añadido) ES ES20040145
ES ES20040429
PL 26

dot Top


Background

 

N.C.

dot Top


National Partners


Partner To be contacted for
MUNICÍPIO DE BARRANCOS Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Associação Barranquenha para o Desenvolvimento
Associação de Solidariedade Social Barrancos Horizonte Amigo
COMOIPREL - Cooperativa Mourense de Interesse Público de Responsabilidade Limita
EDIA-EMPRESA DE DESENVOLVIMENTO E INFRA-ESTRUTURAS DO ALQUEVA SA
Escola Superior de Tecnologia e de Gestão do Instituto Politécnico de Beja
Freguesia de Barrancos

dot Top


Agreement Summary

Text available in

Resumo do Acordo de PD Os parceiros acordam: 1. Objectivos comuns 1.1 Desenvolver em conjunto o projecto acima referenciado, cujo diagnóstico, objectivos, actividades, resultados e processo de avaliação, e plano de financiamento se descrevem no formulário de candidatura à acção 2. 2. Estruturas e processo de funcionamento da Parceria 2.1 Criar à partida as seguintes estruturas de gestão e funcionamento: A gestão financeira do Projecto é exercida pelo Município de Barrancos, que acumula a função de interlocutora com o Gabinete de Gestão Equal. Terá sob sua responsabilidade o controle de execução financeira do projecto, bem como obedecer às regras do regulamento próprio do Programa da IC Equal. Deve também comunicar com a PD as informações relevantes, que sejam do domínio financeiro e de execução. Para tal toda a PD comprometem-se a: i) apresentar à entidade interlocutora até dia 5 de cada mês, pedido de reembolso individual para permitir o processamento das DMD’s (reembolso global) no período definido nas regras financeiras de cumprimento de prazo do Equal ii)que os montantes recebidos a título de adiantamento serão distribuídos proporcionalmente ao orçamento individual de cada parceiro face ao orçamento global (Art.º 48 do regulamento do programa da IC EQUAL) iii)os restantes reembolsos às entidades parcerias será efectuado contra documentos de despesa por estes efectuadas e pagas iv) que a não execução integral do financiamento aprovado para cada parceiro, para cada ano cível, dará lugar à redução automática do financiamento, no montante correspondente, salvo deferimento, pela PD de pedido de alteração ao financiamento aprovado e desde que tal ausência de execução não implique danos na execução financeira global. A entidade coordenadora financeira e interlocutora da PD com o gabinete de gestão Equal, convocará reuniões sempre que se justifique, para o normal funcionamento de execução financeira ou outro. Reunirá mensalmente com a entidade coordenadora técnico-pedagócica (FB) com o fim de articular ambas coordenações e contribuir para o eficaz funcionamento do projecto no seio da PD. O funcionamento normal do projecto e comunicação com a PD é assegurado, por reuniões periódicas, e troca de informações vias mail, telefone, oficio, fax, e trimestralmente uma newsletter sobre a execução do projecto elaborada conjuntamente entre as duas coordenações. 2.2 Implementar o seguinte processo de tomada decisão (destacar nomeadamente processos de dos parceiros, mecanismos que promovam a igualdade de género, etc.): O projecto Barrancos Activo concebeu um processo de tomada de decisão participativo assente em 2 níveis complementares e concebidos nos princípios: -ser tempestivo e dinâmico, permitindo a definição de orientações adequadas à intervenção; -ser participado visando a construção colectiva de soluções consensuais; -possuir visão estratégica no sentido de garantir a sustentabilidade do projecto pós-financiamento Equal; -permitir a interiorização de experiências e orientações emanadas da PD, e em simultâneo, induzir efeitos na estratégia dos actores aí presentes -na colaboração entre os parceiros -na auscultação dos beneficiários do projecto -pé de igualdade na tomada de decisão, independentemente de ser Mulher ou Homem e independentemente do cargo que ocupe dentro da sua organização. 1.º Nível – Núcleo Duro da PD: Este é o nível onde a PD discute e chega a consenso nas decisões internas e ausculta sobre a execução do projecto em todas as suas vertentes e em toda a sua duração. É o núcleo central de todo o trabalho decisório. Para tal prevê-se a realização de pelo menos uma reunião mensal (ordinária) a agendar pela entidade com coordenação técnico-pedagógica do projecto (Freguesia de Barrancos), através de ofício circular/e-mail circular, indicando os temas a tratar na reunião e/ou por solicitação de reuniões extraordinárias, para temas não agendados mas de igual importância para o normal funcionamento do projecto. 2.º Nível – Núcleo de trabalho para os produtos: Constituído por um representante de cada entidade parceira que, acompanhará ao longo de todo o projecto, os produtos Equal resultantes e terá responsabilidades de: -proceder à validação dos produtos e práticas bem sucedidas, enquanto garantia de qualidade e forma de proporcionar o seu reconhecimento -proceder à “narrativa” da construção das suas práticas bem sucedidas e à identificação dos factores críticos que estão na base da emergência dessas práticas, enquanto suportes facilitadores da transferência -identificar os factores críticos à transferência e incorporação de práticas inter-organizações Este grupo de trabalho poderá ou não coincidir com os representantes de cada parceiro presentes nas reuniões de PD, caso não sejam, comunicará toda a informação relevante ao seu representado ao nível do Núcleo Duro da PD. Para que a informação seja fluida entre ambos níveis, um ou dois representantes do nível dois (se não forem coincidentes em ambos níveis), estarão presentes na reunião mensal (ordinária) para transmitir informações sobre o trabalho desenvolvido, colocar questões de procedimento e pedir opiniões sobre o trabalho executado e/ou procedimentos a desenvolver. Apresentará e distribuirá por todos os parceiros, relatório síntese de trabalho de campo em uma de cada 3 reuniões. Este grupo de trabalho, terá a responsabilidade de conceber e dessiminar os produtos, deixando ao critério da PD em última análise quem efectivamente realiza essas atividades. De qualquer modo a aquisição de competências para os produtos, será de todos os parcerios, pela sua participação no grupo de trabalho. Modelo de tomada de decisão (7 parceiros): 1.º Passo – Caracterização da tarefa: Geração de ideias ou planos por todos os parceiros (um caso de decisão pretende sempre atingir um objectivo); 2.º Passo – Escolha lógica ou preferida: geração de debate tempestivo e dinâmico que conduza à redução do leque de soluções convergentes. 3.º Passo – Selecção de estratégia: Identificação da solução ou estratégia a implementar através do consenso comum (quórum) de todos os participantes, ou caso não se verifique através de votação (maioria de votos favoráveis). Processos de comunicação: Ofícios, mail’s e/ou fax, enviados com devida antecedência mínima de 5 dias (no caso das reuniões), com os devidos anexos (documentos para análise ou outros de igual relevância). Em situações pontuais e/ou urgentes, será utilizado o mail, telefone ou fax como mecanismo de comunicação entre a PD. Registo de tomada de decisão: Todos os momentos em que existam reuniões formais da parceria, serão relatados em acta, de onde deve constar o dia, a hora, o local, os presentes, os temas abordados, as decisões tomadas quer por quórum ou por votação e a duração das mesmas. Responsabilidades das entidades da PD: Coordenação Financeira: Município de Barrancos Coordenação Técnico-Pedagógica: Freguesia de Barrancos Responsável pela Avaliação interna: Freguesia de Barrancos Responsabilidade pela Avaliação Externa: IPSS Barrancos Horizonte Amigo Responsabilidade pelo Balanço de Competências: Comoiprel 2.3 Assegurar a transparência da informação interna relativa ao projecto e à parceria, que será disponibilizada a todos os parceiros da seguinte forma ( ex. recurso às TIC...): A informação respeitante ao Projecto será acessível a todos os parceiros, desde as informações pontuais às de carácter geral para utilização pelos parceiros, visando: -garantir a transparência, informando os parceiros sobre as transferências financeiras realizadas e recebidas do Gabinete de Gestão; -garantir a transparência, informando os parceiros sobre cada uma das transferências realizadas a cada um deles e no seu conjunto, possibilitando uma visão geral da execução financeira. -garantir a transparência, informando sobre a execução técnica do projecto, a execução das actividades, do cron

Last update: 11-03-2008 dot Top


MUNICÍPIO DE BARRANCOS

(CMB)
Praça do Município, nº 2
-
P-7230-030-BARRANCOS Barrancos

Tel:+351285950630
Fax:285950638
Email:cmb.dasc@cm-barrancos.pt

 
Responsibility in the DP: Co-ordination of experimental activities
Design of the project
DP managing organisation
Evaluation
Monitoring, data collection
Transnational partnership
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:BAIXO ALENTEJO
Date of joining / leaving:21-04-2004 /

Text available in

Os Municípios são, nos termos da Constituição da República Portuguesa, pessoas colectivas territoriais de direito público, dotados de automia administrativa e financeira e de património próprio, dispondo de atribuições nos domínios do equipamento rural e urbano, da energia, dos transportes\e comunicações, da educação, do património, da ciência e cultura, dos tempos livres e desportos, da saúde, da acção social e habitação, da protecção cívil, do ambiente saneameno básico, do urbanismo, da cooperação externa, etc.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Leonel Caçador Rodrigues Leonel +351285950630 leonel.rodrigues@cm-barrancos.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Associação Barranquenha para o Desenvolvimento

(ABPD)
Rua Dr. Filipe de Figueiredo, 12
-
P-7230-000-(Desconhecida) Barrancos
-

Tel:+351285958514
Fax:
Email:abpd@iol.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:BAIXO ALENTEJO
Date of joining / leaving:12-11-2007 /

Text available in

1 - A Associação Barranquenha para o Desenvolvimento, abreviadamente ABpD, com sede na Rua DRº Filipe Figueiredo, n.º 12, 7230 BARRANCOS, é uma associação de desenvolvimento local, constituída por escritura pública celebrada em 26/11/2003, no Cartório Notarial de Barrancos, que iniciou a sua actividade na mesma data. 2 - A ABpD tem por objecto promover o desenvolvimento local e regional integrado, através de iniciativas nos domínios sociais, cultural, ambiental, cívico, recursos humanos, valorização do património natural e construído e o apoio às actividades produtivas. Constituem áreas de intervenção da associação: a) O ensino, educação e cultura; b) Emprego e formação profissional; c) Protecção e defesa do Meio Ambiente; d) Integração social e comunitária; e) Desenvolvimento rural; f) O fortalecimento da identidade local. A ABpD tem como objectivos imediatos : a) Elaboração de estudos e projectos; b) Promoção de acções de Formação Profissional; c) Organização de novas actividades, empreendimentos e empresas, tendo em vista o aproveitamento das potencialidades locais; d) Apresentação de candidaturas a programas nacionais ou de âmbito comunitário, destinada a apoiar o desenvolvimento local em todas as suas facetas;



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Jacinto Saramago Jacinto +351285958739 abpd.barrancos@gmail.com Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Associação de Solidariedade Social Barrancos Horizonte Amigo

(HAMIGO)
Rua Dr. Filipe de Figueiredo, nº 12
-
P-7230-012-BARRANCOS Barrancos
-

Tel:+351285958514
Fax:
Email:asbh.amigo@iol.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Other
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:BAIXO ALENTEJO
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

A Associação de Solidariedade Social “Barrancos – Horizonte Amigo”, foi constituída por escritura celebrada em 28 de Novembro de 2001, com início na mesma data. Esta Associação nasceu da vontade de um grupo de cidadãos residentes em Barrancos que, imbuídos de um espírito altruísta e solidário, reconheceram a urgência e a necessidade de criação de uma IPSS, com objectivos no âmbito da solidariedade e segurança social, designadamente apoio a crianças e jovens, apoio à família, apoio à integração social e comunitária e protecção na velhice e invalidez em todas as situações de carência. São objectivos secundários a promoção e protecção da saúde, a educação e formação profissional dos cidadãos. No âmbito do seu objecto social promoveu desde 28/11/2003 os seguintes projectos: - Gabinete de Acção Social; - Geração Millenium 2.0; - Escolas - Oficinas; - Clube de Emprego; - UNIVA. Somos parceiros dos seguintes orgãos: - Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Barrancos; - Conselho Local de Acção Social de Barrancos; - Conselho Municipal de Educação de Barrancos; - Comissão de acompanhamento do RMG/RSI.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Jacinto Saramago Jacinto +351285958514 ipss.hamigo@gmail.com Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


COMOIPREL - Cooperativa Mourense de Interesse Público de Responsabilidade Limita

(COMOIPREL, CIPRL)
Praça Sacadura Cabral - Edificio Paços Concelho
-
P-7860-121-MOURA Moura

Tel:+351285251240
Fax:285251774
Email:comoiprel@comoiprel.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Education / training organisation
Legal status:Non-profit private organisation (including NGO...)
Size:Staff < 10
NUTS code:BAIXO ALENTEJO
Date of joining / leaving:17-03-2005 /

Text available in

A Comoiprel – Cooperativa Mourense de Interesse Público de Responsabilidade Limitada foi criada em 1986, por iniciativa autárquica com o envolvimento de alguns particulares. Constituía-se assim, uma das primeiras régie - cooperativas do Alentejo. O seu objectivo é muito abrangente: “o desenvolvimento sócio-económico e cultural do concelho de Moura” e o seu objecto social é a intervenção nos domínios do artesanato, cinegética, turismo, ambiente, atc. Tem uma vasta experiência em formação profissional, sendo entidade acreditada pelo INOFOR, tendo também acreditação para formação inicial e contínua de formadores. É proprietária da Escola Profissional de Moura, com 6 turmas (134 alunos), com áreas formativas em ambiente, turismo, informática, energias alternativas e auxiliares de infância. Tem igualmente um Centro de Recursos em Conhecimento, ponto de pesquisa e de investigação quer dos alunos quer da população em geral. É uma das “Casas de Água”, no âmbito do Interreg III C, em parceria com o Luxemburgo, Alemanha e Hungria. Desenvolve um projecto no âmbito do Instituto da Droga e Toxicodependência – projecto “Linha d´agua”, sendo coordenadora do mesmo no Concelho de Moura. É entidade formadora do projecto AGIR (realojamento de população etnia cigana); Tem projectos “Comenius” e “Leonardo da Vinci”, no âmbito da Escola Profissional de Moura.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Antónia de Jesus Vilar Baião Antónia +351285251240 comoiprel@netc.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


EDIA-EMPRESA DE DESENVOLVIMENTO E INFRA-ESTRUTURAS DO ALQUEVA SA

(EDIA)
RUA ZECA AFONSO, Nº 2
-
P-7800-522-BEJA Beja

Tel:+351284315245
Fax:284315248
Email:psarmento@edia.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Enterprise
Legal status:Private
Size:Staff < 10
NUTS code:BAIXO ALENTEJO
Date of joining / leaving:17-03-2005 /

Text available in

Criada em 1995, a EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, S.A., é uma sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos que tem como objectivos conceber, executar, construir e explorar o Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva (EFMA), contribuindo para a promoção do desenvolvimento económico e social da sua área de intervenção, a que correspondem total ou parcialmente 19 concelhos do Alto e Baixo Alentejo. Com sede em Beja, centro da região beneficiária do EFMA, a EDIA é a primeira sociedade anónima de capitais exclusivamente públicos, sediada no interior do País. Em 2001 o seu âmbito de intervenção foi alargado para operar nos sectores hídrico público e industrial, nomeadamente na produção de energia e no desenvolvimento dos perímetros de rega. Desta forma, a missão da EDIA é a de conceber e potenciar o Empreendimento de Fins Múltiplos do Alqueva nas suas diversas vertentes numa perspectiva empresarial, não se limitando à região em que se insere o Empreendimento, mas tendo em vista a consolidação do projecto empresarial no contexto nacional. Na sua orientação estratégica, a EDIA definiu como eixos prioritários a diversificação de diversas áreas de negócio, que vão desde o sector das Águas, passando pelos sectores das Energias Renováveis, Turismo, Ambiente, Agricultura e Inovação e Tecnologia. Contribuindo para o desenvolvimento, não só da região, mas também do país, a EDIA, enquanto Empresa gestora do EFMA e detentora de um projecto empresarial de relevo, posiciona-se como uma referência estratégica nas áreas de negócio identificadas.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Bárbara Cristina Pinto Bárbara +351284315245 bpinto@edia.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Escola Superior de Tecnologia e de Gestão do Instituto Politécnico de Beja

(ESTIG)
Rua de Afonso III, 1 e 3
-
P-7800-050-BEJA Beja

Tel:+351284 311543
Fax:284 311 542
Email:conselho.directivo@estig.ipbeja.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Education / training organisation
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:BAIXO ALENTEJO
Date of joining / leaving:17-03-2005 /

Text available in

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão, possuindo personalidade jurídica e gozando de autonomia científica, pedagógica, administrativa e financeira, é, segundo os seus regulamentos internos, um centro de criação, transmissão e difusão de cultura, ciência e tecnologia, e de formação de recursos humanos de nível superior, cabendo-lhe ministrar a preparação para o exercício de actividades profissionais altamente qualificadas e promover o desenvolvimento da região em que se insere. A missão da ESTIG consiste na promoção de um ensino superior de qualidade nas áreas de Engenharia e das Ciências Empresariais; no incremento de projectos de investigação aplicada e de desenvolvimento experimental; e na prestação de serviços, atendendo às necessidades do país e, mais em concreto, às da região em que está integrada. Tendo em vista a prossecução dos seus objectivos, cabe ainda à ESTIG estabelecer acordos, convénios e protocolos de cooperação, com organismos públicos ou privados nacionais ou internacionais, no âmbito das suas áreas de actividade.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Josef Gabriel Sales Josef +351284311543 estig@estig.ipbeja.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top


Freguesia de Barrancos

(FB)
Rua da Igreja, 6
-
P-7230-000-(Desconhecida) Barrancos
-

Tel:+351285958121
Fax:285958065
Email:jfregbarrancos@mail.telepac.pt

 
Responsibility in the DP:
Type of organisation:Public authority (national, regional, local)
Legal status:Public organisation
Size:Staff < 10
NUTS code:BAIXO ALENTEJO
Date of joining / leaving:13-11-2007 /

Text available in

Em Portugal, as autarquias locais têm, desde 1976, dignidade constitucional. Segundo a lei fundamental, a organização democrática do Estado compreende a existência de autarquias locais (freguesias e municípios), sendo estas pessoas colectivas de população e território dotadas de órgãos representativos que visam a prossecução dos interesses próprios, comuns e específicos das respectivas populações. Inserida neste contexto, a Freguesia de Barrancos possui as atribuições e competências próprias dos seus órgãos, as quais estão associadas à satisfação das necessidades da comunidade local, e abrangem, entre outras, o desenvolvimento, os cuidados primários de saúde, a acção social, a protecção da comunidade, a educação, a cultura, o ambiente, o desporto, etc... As Leis n.ºs 159/99 de 14.09 e 169/99 de 18.09, alterada e republicada pela Lei n.º 5-A/2002 de 11.01, estabelecem, respectivamente, o quadro de atribuições e competências para as autarquias locais e as competências e regime jurídico de funcionamento dos órgãos das freguesias. As autarquias locais têm pessoal, património e finanças próprios, competindo a sua gestão aos respectivos órgãos, razão pela qual a tutela do Estado sobre a gestão patrimonial e financeira dos municípios e das freguesias é meramente inspectiva e só pode ser exercida segundo as formas e nos casos previstos na lei. Deste modo, encontra-se salvaguardada a democraticidade e a autonomia do poder local. As freguesias são, portanto, elementos constitutivos da democracia e da cidadania portuguesas. No quadro da repartição dos recursos públicos, as autarquias locais dispõem de receitas próprias, beneficiando ainda de receitas provenientes dos impostos do Estado.



Contact person(s)

Name First name Phone E-mail Responsibility
Emilio Domingues Emilio +351285958121 jfregbarrancos@mail.telepac.pt Entity contact person responsable for this project

Last update: 11-03-2008 dot Top



 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 
Warning! This section is not meant to be read directly, but rather be navigated through from the main page above.
 
 
 
 

BARRANCOS ACTIVO

Rationale

Text available in

- -Potencialidades locais com latente valor económicos, que poderão derivar em produtos, profissões inovadoras ou tradicionais - Capacidade de desenvolver projectos ajustados às potencialidades locais -Identificação por parte do público-alvo da necessidade de formação profissional específica -Existência de biodiversidade local preservada e de património arquitectónico e arqueológico, possível de utilização enquanto recurso turístico -Forte Identidade local e interesse da população em se fixar contrariando o fenómeno de desertificação humana e contribuindo para o desenvolvimento económico -Existência de produtos com certificação – (DOP – Presunto de Barrancos), passível de criar empresas com mercados segmentados e específicos, com quotas de mercado já conquistadas. - Existência latente de novas profissões derivadas das potencialidades, como por exemplo, guias da natureza, cortadores de montado, cortadores de presunto, etc... -Investimentos da Empresa EDIA no concelho nas áreas ambientais e do turismo de natureza -Conhecimentos técnicos e competências de diversas entidades na concepção, gestão e dinamização de projectos com incidência na comunidade local -Indivíduos com formação profissional em várias áreas, nomeadamente os mais jovens -Apoios comunitários e estatais às pequenas e micro-empresas -Valia do território e da posição geo-económica do concelho no mercado ibérico , - -Divulgação Ineficiente das potencialidades locais, passíveis de gerar valor económico através de novas ou profissões tradicionais e de produtos. -Poucos Investimentos nas áreas empresarias, derivada da falta de entidades/empresas que os realizem e da falta de informação sobre apoios estatais concedidos às micro e pequenas empresas. -Inadequação da oferta formativa às necessidades específicas de algumas empresas em áreas do turismo e da transformação de carnes. -Fraca iniciativa em relação à procura de soluções, evidenciada nas sessões de focus groups, em que o publico-alvo se centra na passividade e naquilo que lhe é oferecido pelas autarquias locais (ao nível de emprego sazonal). -Mentalidades pouco orientadas para o auto-emprego associadas ao medo ao risco e à divulgação Ineficiente dos Apoios Estatais a conceder -Desertificação do território -Elevadas taxas de desemprego particularmente entre as mulheres e jovens à procura do 1.º Emprego, derivadas às poucas ofertas de trabalho para este colectivo -Emprego precário, resultante das políticas socias, nomeadamente do Programa de Actividade Ocupacional (PAO) do IEFP, que conduz os individuos a um ciclo (PAO-Desemprego-Participação em acções de formação- PAO). -Situação de isolamento geográfico da ZI, onde dificilmente as empresas nacionais poderão investir, devido às acessibilidades em estado avançado de degradação e à pouca importância dada ao mercado ibérico de consumidores -Infra-estruturas deficitárias para instalação de tecido empresarial

dot Top


Objective

Text available in

Resumo do projecto: O projecto “Barrancos Activo”, tem como objectivo fulcral a utilização das potencialidades locais, passíveis de gerar emprego, desenvolvendo perfis profissionais, formativos e/ou produtos inovadores e promovendo actividades de sensibilização, testagem e validação dos mesmos. Objectivos específicos: -Identificar, valorizar e divulgar eficientemente as potencialidades locais -Promover as competências sócio-profissionais promotoras da igualdade de oportunidades entre homens e mulheres -Sensibilizar as empresas na participação do processo de inserção de indivíduos no mercado social de emprego -Disponibilizar informações sobre apoios estatais -Disponibilizar informações sobre novas profissões, novas oportunidades e alternativas face ao emprego -Adequar perfis formativos e os perfis profissionais às necessidades locais -Estimular a capacitação empreendedora -Campanhas de valorização e sensibilização de profissões tradicionais com potencial de empregabilidade, através da realização de feira de profissões e potencialidades locais -Acompanhar e orientar os destinatários no processo de inserção no mercado social de emprego -Conceber e produzir um site que facilite a divulgação de perfis profissionais e formativos inovadores e ou tradicionais e divulgação do projecto e da experiência resultante da parceria nacional e transnacional -Criar sinergias com iniciativas e projectos externos ao Barrancos Activo, nomeadamente outros projectos Equal a nível nacional (através da criação de rede entre projectos Equal do Alentejo por exemplo, participação em seminários, publicação de trabalhos e documentos com carácter demonstrativo) -Criar espaços de debate sobre a igualdade de oportunidade e de género entre homens e mulheres (componente importante na transnacionalidade do projecto). Eixos de intervenção. 1. Criar uma estrutura de suporte à inserção-formação-orientação assente nas potencialidades locais e passíveis da sua viabilização económica a)Balanço de competências que permitam a construção de projectos individuais de inserção no contexto profissional b)Ajustar as expectativas individuais à realidade do mercado de trabalho, através da sensibilização para profissões inovadoras ou tradicionais c)Acompanhamento na cadeia do processo de inserção, quer através de orientação na formação específica necessária, de projectos individuais de auto-emprego ou na metodologia de busca de emprego. 2. Identificar dentro das potencialidades locais, profissões inovadoras ou recuperação de profissões tradicionais como alternativa ao emprego. a)Potenciar e divulgar os recursos existentes identificados como potencialidades b)Ajustar perfis formativos e profissionais de acordo com as potencialidades identificadas c)Testar perfis profissionais e formativos sempre que possível (essencialmente nos serviços), por forma e torna-los atractivos e válidos

dot Top



Logo EQUAL

Home page
DP Search
TCA Search
Help
Set Language Order
Statistics