Percurso de navegação

Desenvolvimento das competências

De que se trata?

O mercado de trabalho está em permanente evolução. As necessidades de competências e qualificações evoluem também ao longo do tempo. Para acompanharem essas transformações, as pessoas devem dispor de uma diversidade de competências de base, nomeadamente em literacia, numeracia, línguas estrangeiras, ciências e competências digitais.

As competências transversais, como a capacidade de aprender e o espírito de iniciativa, irão preparar as pessoas para os percursos profissionais variados e imprevisíveis de hoje. As competências de empreendedorismo contribuem não só para a criação de novas empresas, como também para a empregabilidade dos jovens.

É igualmente importante identificar e gerir melhor a disponibilidade das competências e qualificações necessárias e ajudar a evitar os défices e desfasamentos de competências. É fundamental que exista uma concertação entre o mercado de trabalho e o setor da educação e da formação.

O que foi feito até agora

Iniciativas europeias para o desenvolvimento das competências:

Iniciativas europeias para gerir a disponibilidade das competências necessárias:

  • a ESCO é a classificação europeia multilingue de competências, qualificações e profissões. Introduz uma terminologia normalizada em 25 línguas europeias e classifica as competências, qualificações e profissões relevantes para o mercado de trabalho, a educação e a formação na UE
  • o Panorama de competências da UE contribui para um acompanhamento regular da antecipação das necessidades de competências e da sua avaliação a nível nacional e europeu. Trata-se de um ponto de acesso central que fornece dados e informações sobre as tendências em matéria de competências nos diversos setores e profissões a nível nacional e europeu.
Próximas etapas
  • Continuar a adaptar a ESCO à realidade do mercado de trabalho, da educação e da formação
  • Aplicar a ESCO ao CV Europass, ao Panorama de competências da UE e à rede EURES
  • Monitorizar permanentemente as tendências e a procura de competências – Panorama de competências da UE