De que se trata?

A Comissão Europeia colabora com os países da UE no desenvolvimento dos respetivos sistemas de ensino escolar. Embora cada país seja responsável pela organização e pelo conteúdo dos seus sistemas de ensino e formação profissional, há vantagens em trabalhar em conjunto para responder a problemas comuns. A Comissão Europeia apoia os esforços nacionais essencialmente de duas formas:

  • colaborando estreitamente com os decisores políticos nacionais para os ajudar a desenvolver as suas políticas e sistemas de ensino escolar, reunindo e partilhando informações e análises e incentivando o intercâmbio de boas práticas através dos grupos de trabalho temáticos sobre a política escolar

    English (en)

  • através do programa Erasmus+, investindo todos os anos milhões de euros em projetos que promovem os intercâmbios entre escolas, o desenvolvimento escolar, a formação do pessoal escolar, contratos de assistentes e outras iniciativas

Domínios prioritários

Os ministros da educação dos países da UE definiram as seguintes prioridades:

A Comissão Europeia produz também regularmente estudos sobre a situação na Europa, a fim de acompanhar os progressos realizados

български (bg) čeština (cs) dansk (da) Deutsch (de) eesti keel (et) ελληνικά (el) English (en) español (es) français (fr) Gaeilge (ga) hrvatski (hr) italiano (it) latviešu valoda (lv) lietuvių kalba (lt) magyar (hu) Malti (mt) Nederlands (nl) polski (pl) português (pt) română (ro) slovenčina (sk) slovenščina (sl) suomi (fi) svenska (sv) .

Em 2012, a Comissão apresentou a iniciativa «Repensar a Educação» que visa incentivar os países da UE a adotar medidas para que os jovens adquiram as aptidões e competências adequadas ao mercado de trabalho. Este pacote inclui estudos sobre o apoio às profissões docentespdf e a avaliação das competências essenciais no ensino e formação iniciaispdf (revisão bibliográfica

pdf

(570 kB)

English (en) ).