De que se trata?

A estratégia de crescimento da UE, denominada Europa 2020

български (bg) čeština (cs) dansk (da) Deutsch (de) eesti keel (et) ελληνικά (el) English (en) español (es) français (fr) Gaeilge (ga) hrvatski (hr) italiano (it) latviešu valoda (lv) lietuvių kalba (lt) magyar (hu) Malti (mt) Nederlands (nl) polski (pl) português (pt) română (ro) slovenčina (sk) slovenščina (sl) suomi (fi) svenska (sv) , tem como objetivo promover o crescimento inteligente, sustentável e inclusivo

български (bg) čeština (cs) dansk (da) Deutsch (de) eesti keel (et) ελληνικά (el) English (en) español (es) français (fr) Gaeilge (ga) hrvatski (hr) italiano (it) latviešu valoda (lv) lietuvių kalba (lt) magyar (hu) Malti (mt) Nederlands (nl) polski (pl) português (pt) română (ro) slovenčina (sk) slovenščina (sl) suomi (fi) svenska (sv) . Um fator-chave para a concretização desta estratégia diz respeito às chamadas competências de base, ou seja em matéria de literacia (leitura e escrita), numeracia (cálculo), ciências e tecnologia.

Porquê uma política neste domínio?

A literacia, a numeracia, as ciências e a tecnologia são fundamentais para aprendizagens posteriores e são uma porta de acesso para o emprego e a inclusão social

български (bg) čeština (cs) dansk (da) Deutsch (de) Deutsch (de) eesti keel (et) ελληνικά (el) English (en) español (es) français (fr) Gaeilge (ga) hrvatski (hr) italiano (it) latviešu valoda (lv) lietuvių kalba (lt) magyar (hu) Malti (mt) Nederlands (nl) polski (pl) português (pt) română (ro) slovenčina (sk) slovenščina (sl) suomi (fi) svenska (sv) . Na Europa, cerca de 20 % dos jovens não possuem as competências de base necessárias no domínio da leitura, escrita, matemática, ciências e tecnologia.

Estas competências assumem uma importância crescente à medida que a revolução digital dá lugar a novas formas de leitura e de escrita e à diversificação das fontes de informação. Ao mesmo tempo, a procura de mão de obra qualificada

български (bg) čeština (cs) dansk (da) Deutsch (de) eesti keel (et) ελληνικά (el) English (en) español (es) français (fr) Gaeilge (ga) hrvatski (hr) italiano (it) latviešu valoda (lv) lietuvių kalba (lt) magyar (hu) Malti (mt) Nederlands (nl) polski (pl) português (pt) română (ro) slovenčina (sk) slovenščina (sl) suomi (fi) svenska (sv) nos setores tecnológicos e de investigação mantém-se elevada.

O que foi feito até agora

Até 2010, os esforços a nível europeu centraram-se no aumento do número de licenciados nas áreas da matemática, ciências e tecnologias, com particular ênfase nas mulheres. Em 2010, os ministros da UE estabeleceram uma agenda para a cooperação europeia no domínio das competências de base. No seguimento dessa iniciativa foi criado um grupo de trabalho para a matemática, as ciências e a tecnologia

English (en) com o objetivo de ajudar os decisores políticos a desenvolver e aplicar políticas destinadas a melhorar os níveis de qualificações

български (bg) čeština (cs) dansk (da) Deutsch (de) eesti keel (et) ελληνικά (el) English (en) español (es) français (fr) Gaeilge (ga) hrvatski (hr) italiano (it) latviešu valoda (lv) lietuvių kalba (lt) magyar (hu) Malti (mt) Nederlands (nl) polski (pl) português (pt) română (ro) slovenčina (sk) slovenščina (sl) suomi (fi) svenska (sv) e mudar as atitudes para com estas disciplinas, prestando particular atenção aos alunos com fraco aproveitamento.

Foi igualmente instituído um grupo de alto nível para a literacia, que reúne académicos e decisores políticos europeus e tem por missão fazer um levantamento da situação na Europa neste domínio, identificando as necessidades e exigências em evolução, bem como a melhor forma de lhes dar resposta.

O relatório do grupo de alto nível para a literacia

pdf

(4.26 Mb)

English (en) salienta a importância da literacia no século XXIe chama a atenção para a necessidade de garantir a apropriação e a cooperação políticas, a fim de assegurar melhorias concretas e um crescimento económico sustentado.

Próximas etapas

Até 2020, a percentagem de alunos de 15 anos com fraco desempenho escolar nessas competências de base, medida pelos testes PISA, deve baixar para menos de 15 %

български (bg) čeština (cs) dansk (da) Deutsch (de) eesti keel (et) ελληνικά (el) English (en) español (es) français (fr) Gaeilge (ga) hrvatski (hr) italiano (it) latviešu valoda (lv) lietuvių kalba (lt) magyar (hu) Malti (mt) Nederlands (nl) polski (pl) português (pt) română (ro) slovenčina (sk) slovenščina (sl) suomi (fi) svenska (sv) . De acordo com os resultados do estudo PISA de 2012, 22,1 % dos alunos europeus tinham fracos resultados em matemática, 17,8 % em leitura e 16,6 % em ciências.

Em fevereiro de 2014, a Comissão Europeia lançou uma rede europeia de organizações nacionais de literacia que tem por objetivo, nomeadamente, reforçar a sensibilização e assegurar o intercâmbio de boas práticas, abordagens estratégicas, campanhas e iniciativas que promovam a literacia.

 

Saiba mais