Percurso de navegação

Cooperação no exterior da UE

De que se trata?

As instituições de ensino superior e outros interessados europeus podem cooperar com instituições parceiras no exterior da UE, através da mobilidade internacional, de diplomas conjuntos e de parcerias de cooperação internacional, incluindo o reforço de capacidades e a formação do pessoal nos países emergentes e em desenvolvimento de todo o mundo.

Em que consiste?

Os projetos de mobilidade e de reforço de capacidades contribuem para melhorar as competências, modernizar os sistemas e as instituições de ensino superior e criar parcerias entre sistemas de ensino da UE e do resto do mundo. As oportunidades proporcionadas pelo Erasmus+, como as bolsas de estudo de alto nível Erasmus Mundus, contribuem para tornar a Europa um destino de estudo mais aliciante.

Quais as possibilidades de cooperação com parceiros no exterior da UE?

Os países parceiros que não pertencem à UE também podem participar nas seguintes ações direcionadas principalmente para instituições de países do programa, sob a condição de representarem um valor acrescentado específico para o projeto:

Quem pode participar?

Instituições de ensino superior dos países do programa. Mestrandos e doutorandos podem candidatar-se individualmente aos programas relevantes.

Informações e contacto

Os interessados de uma instituição de um país do programa podem contactar a respetiva agência nacional para mais informações sobre mobilidade de estudantes e do pessoal e parcerias estratégicas, ou a Agência de Execução relativa à Educação para informações sobre diplomas conjuntos de mestrado, reforço de capacidades e alianças do conhecimento.

Os interessados de uma instituição num país parceiro podem contactar a instituição parceira europeia para mais informações sobre a mobilidade de estudantes e do pessoal, diplomas conjuntos de mestrado, parcerias estratégicas e alianças do conhecimento, ou a Agência de Execução relativa à Educação para informações sobre os projetos de reforço de capacidades.

Os estudantes podem candidatar-se a uma bolsa para frequentar um programa conjunto de mestrado ou de doutoramento de alto nível e podem selecionar um curso no sítio Web da Agência de Execução relativa à Educação.

O atual convite à apresentação de propostas e o guia do programa do Erasmus+ ainda não incluem duas ações orientadas para a cooperação com países parceiros - a mobilidade internacional de créditos e a ação de reforço das capacidades no ensino superior. Estas duas ações são financiadas pelos instrumentos de cooperação externa da UE, que serão lançados em finais de 2014.

 

How can we help?