Percurso de navegação

Cooperação com as empresas

O programa Erasmus+ apoia a colaboração entre as universidades e as empresas mediante atividades de ensino e formação, estágios e projetos conjuntos.

 
De que se trata?

Estando a economia europeia dependente da criação e aplicação de conhecimentos, é essencial assegurar uma sólida interligação entre as empresas e o ensino superior. A participação das empresas nos programas de educação e formação europeus tem vindo a crescer, com resultados positivos para ambas as partes, permitindo estabelecer parcerias duradouras.

Atividades Erasmus+ relevantes no âmbito da cooperação com as empresas:

O que são as Alianças do Conhecimento?

A atratividade internacional e o contributo do ensino superior para o crescimento e o emprego podem ser reforçados desenvolvendo laços estreitos entre a educação, a investigação e a inovação.

São estes os três lados do «triângulo do conhecimento», que estimula o desenvolvimento do empreendedorismo, da criatividade e da inovação em todas as disciplinas e promove a inovação no ensino superior através de ambientes de aprendizagem mais interativos e de um maior intercâmbio de conhecimentos.

Quais são os objetivos das Alianças do Conhecimento?

As Alianças do Conhecimento têm como objetivo reforçar a capacidade de inovação da Europa, promovendo a inovação no ensino superior através de um intercâmbio de conhecimentos equilibrado, nos dois sentidos, com as empresas e os outros intervenientes socioeconómicos. No âmbito das Alianças do Conhecimento, parcerias transnacionais estruturadas (que devem envolver um mínimo de seis organizações de pelo menos três países do programa, entre as quais pelo menos duas instituições de ensino superior e duas empresas) levam a cabo um conjunto coerente e abrangente de atividades interligadas.

As Alianças do Conhecimento permitem:

  • desenvolver abordagens de ensino e de aprendizagem novas, inovadoras e multidisciplinares
  • estimular o espírito de iniciativa e o espírito empreendedor dos estudantes, do pessoal académico e do pessoal das empresas
  • facilitar o intercâmbio, o fluxo e a criação conjunta de conhecimentos
Quem pode beneficiar?

As organizações participantes podem ser qualquer entidade pública ou privada estabelecida num país do programa. As organizações dos países parceiros podem participar nos projetos como parceiros (mas não como organização coordenadora candidata), desde que a sua participação tenha um claro valor acrescentado para o projeto.

As instituições de ensino superior estabelecidas num país do programa devem ser titulares de uma Carta Erasmus para o Ensino Superior (CEES). Não é exigida a CEES às instituições de ensino superior dos países parceiros, embora estas instituições tenham de respeitar os princípios nela estabelecidos.

Qual é a duração dos projetos?

Os projetos devem ter uma duração mínima de 2 anos e máxima de 3 anos.

Testemunho pessoal

Vídeo com o testemunho de Wendy Broers, docente na Universidade ZUYD de Ciências Aplicadas, nos Países Baixos, sobre as Alianças do Conhecimento entre empresas e instituições de ensino superior destinadas a promover a inovação.

Como candidatar-se

Para se candidatarem, os interessados devem responder aos concursos organizados anualmente. As candidaturas devem ser enviadas à Agência de Execução relativa à Educação, ao Audiovisual e à Cultura (EACEA).

 

How can we help?