1992 - Tratado de Maastricht sobre a União Europeia – Início dos preparativos para a UEM
1999 - Lançamento do euro
2002 - Introdução das notas e moedas de euro
As crises petrolífera e energética de 1973 e 1979 deram origem a taxas de inflação elevadas e voláteis em toda a Europa, criando incerteza e desincentivando o investimento. A partir do início da década de 90 do século passado, com o início dos preparativos da União Económica e Monetária (UEM), as taxas de inflação caíram de forma constante. Desde o lançamento da UEM, a inflação da área do euro tem sido mais baixa e mais estável, incentivando o investimento, o emprego e o crescimento. A queda da inflação teve início mais tarde nos países que se tornaram membros da União Europeia em 2004 e que aderiram recentemente à área do euro – Eslovénia, Chipre, Malta e Eslováquia.
Fonte: Comissão Europeia