Percurso de navegação

Situação económica da UE

A política económica tem como finalidade o crescimento e a criação de emprego na UE. Responde a desafios de curto e médio prazo em domínios como as finanças públicas, os desequilíbrios macroeconómicos e a competitividade, sem descurar questões de longo prazo, como o envelhecimento da população e a globalização.

O Semestre Europeu de 2015 foi lançado com a publicação, em novembro passado, da Análise Anual do Crescimento, onde a Comissão apresenta a sua nova estratégia de crescimento e emprego, assente em três pilares: aumento do investimento, aceleração das reformas estruturais e prossecução de uma política de consolidação orçamental responsável e favorável ao crescimento.

Recomendações específicas por país

Em maio de 2015, a Comissão publicou as recomendações específicas por país para cada Estado-Membro, juntamente com uma comunicação de âmbito geralpdf(191 kB) Traduções da ligação anterior  sobre como reforçar e sustentar a recuperação económica e sobre a simplificação do Semestre Europeu. As recomendações baseiam-se:

  1. nos relatórios por país apresentados em fevereiro (ver quadro infra)
  2. numa avaliação exaustiva dos planos de cada Estado-Membro para consolidar as finanças públicas (programas de estabilidade ou de convergência) e medidas estratégicas para impulsionar o emprego e o crescimento (programas nacionais de reformas)
  3. no resultado do diálogo com os Estados-Membros e outros intervenientes estratégicos

Em fevereiro de 2015, a Comissão publicou uma série de relatórios por país sobre as políticas económicas dos Estados-Membros, que foram resumidos numa comunicação. O relatórios incluem análises aprofundadas dos desequilíbrios macroeconómicos em 16 países.

Relatórios por país, publicados em 26 de fevereiro de 2015.

Mais informações:

 

Outras ferramentas

  • Visualização pré-impressão 
  • Reduzir texto 
  • Ampliar texto