Percurso de navegação

Print versionDecrease textIncrease textSubscribe to our RSS Feed
DG Interpretation Conference Video Portal
DG Interpretation Conference Streaming Portal
EU careersTREATY of Lisboneurope directItalian Presidency 2014
DG Interpretation

Presidir a uma reunião bem sucedida com interpretação

Para cada equipa de intérpretes é designado um chefe. O chefe de equipa contactá-lo-á antes do início da reunião para confirmar as línguas disponíveis e transmitir outras informações pertinentes sobre horário e condições de trabalho.

  • Quando der início aos trabalhos, anuncie as línguas que os delegados podem falar e as que podem ouvir. Tente dar indicações sobre o horário previsto e sobre a forma como pretende orientar os trabalhos.
  • Em alguns casos, pode afigurar-se conveniente explicar brevemente o contexto no início de cada ponto da ordem de trabalhos e no fim de cada ponto fazer um resumo que ajudará a clarificar as conclusões e ganhar tempo no final da reunião.
  • Após cada intervenção, faça uma breve pausa antes de dar a palavra ao delegado seguinte, uma vez que pode verificar-se um ligeiro atraso na interpretação para alguma das línguas, especialmente em reuniões com um grande número de línguas de trabalho.
  • Regra geral, os documentos e a ordem de trabalhos encontram-se, nas cabinas dos intérpretes, mas se forem apresentados novos documentos no decurso da reunião, assegure-se de que os intérpretes também recebem uma cópia desses documentos antes de os mesmos serem discutidos.
  • Não se esqueça de pedir aos delegados que desliguem os telemóveis e mantenham os auscultadores afastados dos microfones quando usam da palavra para evitar interferências com o sistema sonoro.
  • A DG da Interpretação elaborou algumas indicações gerais para oradores, que pode imprimir pdf - 213 KB [213 KB] български (bg) čeština (cs) dansk (da) Deutsch (de) eesti keel (et) ελληνικά (el) English (en) español (es) français (fr) italiano (it) latviešu valoda (lv) lietuvių kalba (lt) Malti (mt) Nederlands (nl) polski (pl) slovenčina (sk) suomi (fi) svenska (sv) e distribuir na reunião.

Para assegurar uma boa gestão do pessoal, a qualidade do serviço e o bem-estar individual são necessárias regras. Dado o seu elevado número, tem de existir um limite para a grande maioria das reuniões, mas, desde que solicitados com antecedência, a DG da Interpretação pode providenciar intérpretes para reuniões tardias.

O essencial sobre o horário de trabalho:

  • A sessão da manhã não pode exceder 4 horas a contar da hora de início oficial (note que se a sua reunião está prevista para durar apenas uma manhã, a prossecução dos trabalhos para além das 13h00 poderá não ser possível, dado que os intérpretes que asseguraram a sua reunião de meio dia podem ter de trabalhar noutra reunião às 14h30)
  • A pausa para o almoço deve durar, pelo menos, 90 minutos (os intérpretes têm de comer, respirar um pouco de ar fresco, se possível, e, frequentemente, mudar de local de trabalho, se escalados para trabalhar noutra reunião à tarde).
  • As reuniões têm de terminar às 18h30, a menos que a Direcção-Geral da Interpretação tenha sido notificada do contrário com antecedência.
  • Em qualquer caso, nenhuma equipa de intérpretes deve trabalhar mais do que 10 horas por dia.

Por último, as reacções, positivas ou negativas, são geralmente muito apreciadas. Não hesite em contactar o chefe da equipa ou os intérpretes se tiver alguma pergunta ou sugestão relativa aos termos correctos a utilizar. A DG da Interpretação espera que estas indicações o ajudem a fazer com que a reunião decorra sem problemas.